5 regras tradicionais de casamento que podem ser quebradas

Por  |  0 Comentários


Que tal fugir das regras tradicionais de casamento e investir na criatividade, inovação e personalização? Todos os detalhes (e ideias!) você confere aqui!

Se você acompanha há muito ou há pouco tempo a Inesquecível Casamento, ou se tem um mínimo de intimidade com o vasto mercado casamenteiro, com certeza já percebeu que a primeira (e talvez a mais valiosa) dica garantida por todo e qualquer profissional (e por todo e qualquer recém-casado também!) é a seguinte: o grande dia deve fazer sentido para os noivos!

Em outras palavras, isso significa dizer que tanto a festa, como a cerimônia devem contar com detalhes personalizados e, em especial, que estejam 100% de acordo com a personalidade de quem está subindo ao altar. Muito por isso, inclusive, é que cada vez mais regras tradicionais de casamento têm sido quebradas! E como a IC está aqui para facilitar a vida de todo noivo e noiva conectado, ressaltamos algumas delas que podem (e devem!) ser não só quebradas, como também alteradas ou excluídas com muito sucesso em uma pegada mais contemporânea. Vamos lá?!

1. LOCAL: QUEM CASA QUER CASA!

Provavelmente você já ouviu esse ditado alguma vez na vida. Mas aqui, com certeza será a primeira que ela terá uma conotação e interpretação diferentes. Afinal, sem desmerecer o papel das casas de festas, queremos apenas dizer que cada vez mais os matrimônios têm acontecido dentro de espaços próprios e familiares, tais como casas, sítios, fazendas, clubes e por aí vai. E que também está tudo bem acontecer dessa forma! É além de os home weddings, ao longo dos anos, terem conquistado o coração de muitos brasileiros, agora, em tempos de pandemia, despontam também como uma ótima alternativa para eventos menores e mais intimistas.

Os noivos Ana Alice e Filipe, por exemplo, apostaram em uma produção praiana, inspirada nos tons de vermelho dos corais e do azul do céu, acontecendo na casa dos pais da noiva. “Foi supreendentemente lindo. Como era um casamento civil, só para nossas famílias e padrinhos, esperávamos algo bem mais intimista, mas a Patricia Vaks, ao lado do Roberto Cohen, como sempre nos surpreendeu! Sempre sonhamos com um algo pequeno, e como morei a vida toda em Angra dos Reis, quis celebrar esse momento na casa dos meus pais. Foi emocionante e repleto das melhores energias! O que era um almoço virou uma festa para os poucos e bons, com direito a banho de mar no final”, conta. Dá para sentir a vibe daqui!

2. CONVITES: FORMAS DIFERENCIADAS

Agora se você e seu noivo(a) pensam em fugir do tradicional quando o assunto se fixa nos convites e/ou save the date, nós temos uma boa notícia: existe um sem-fim de opções para alcançar esse objetivo, que vão desde as mais criativas até aquelas que favorecem o orçamento. “Outras dicas para um orçamento bem enxuto são diminuir a gramatura do papel e optar pela impressão digital, que costuma ser a mais enxuta”, explica Claudia Haddad, proprietária da Papel à La Carte.

Só não se esqueça, entretanto, que independentemente do formato, eles devem conter as informações principais (e mais importantes) sobre a comemoração, tais como data, horário, endereço, RSVP, dress code, etc.

3. PRODUÇÃO: ESTILO PRÓPRIO É TUDO!

Por falar em dress code, gostaríamos que ficasse claro que um dos protocolos a serem quebrados é a de que ele não precisa ser necessariamente rígido, caso não faça o seu estilo ou o estilo da festa. Só não esqueça de sinalizar isso para seus convidados também, combinado?

Outro ponto de extrema relevância é a beleza dos noivos. Assim como falamos no começo do texto, ela tem que fazer sentido para você – desde o vestido ou terno até o penteado e acessórios. E se isso significa ter uma mega ou uma mini produção, tudo bem! No quesito maquiagem, por exemplo, a grande parceira da IC, , garante que uma pele perfeita e iluminada, com aparência natural, nunca sai de moda!

4. PROTOCOLOS FORMAIS: DÊ ADEUS! 

Caso a sua praia seja a de festas cada vez mais informais, precisamos dizer também que esse formato tem acontecido com mais frequência cada vez mais, seja nos pequenos detalhes, como optar por um jantar composto por ilhas personalizadas, ou nos grandes, como dispensar os garçons. E não há nada de errado nisso, ok?

Os noivos Tamine e Bruno, por exemplo, apostaram em uma vertente regional, já que a família da noiva tinha ascendência árabe – ficando, assim, responsável por produzir todo o menu temático, composto por kibes, esfihas e doces típicos. Beatriz e Joaquim, por sua vez, além de contrataram a Help!Bar para elaborar drinques para lá de originais, inovaram na hora de distribuir Coca-Cola aos convidados ao longo de toda a noite. “A marca onde trabalhava produziu garrafas estampadas com o nosso nome e a data do evento”, relembra Bia.

5. PLAYLIST: MÚSICA PARA OS OUVIDOS E CORAÇÕES

Está certo que o papel do DJ vai muito além de colocar (e manter!) todos na pista de dança. Ele tem que entender os gostos de vocês e, assim, escolher uma playlist que vai ser garantia de sucesso ao longo de todo o evento. Só que você já pensou em ir muito além disso? E não estamos falando apenas de atrações surpresas, não!

O Música Sob Medida, a nível de exemplo, oferece um serviço inovador para incluir na cerimônia e também na festa: uma canção inspirada na própria história dos noivos, com direito a apresentação surpresa por parte de Tiago Bigode e tudo! “Depois da composição pronta e personalizada em todos os sentidos – desde a letra até o estilo –, a gente grava, produz e manda somente um dia depois do casamento, porque no dia mesmo, que é quando mostro, é totalmente surpresa”. Acontece assim: o cantor chama os recém-casados para o meio da pista de dança, entrega o quadro com a letra autoral, interpreta mais uma vez a composição – acompanhado de uma doce viola – e, na sequência, abre espaço também para a banda seguir, enquanto tenta ensinar aos convidados pelo menos alguns trechos, a fim de criar um conexão (ainda mais) inesquecível entre homenagem e canção. Incrível ideia, né?

E aí, o que achou das regras tradicionais de casamento que podem ser quebradas? Comenta aqui embaixo!


FOTOS

1, 2, 4 e 5. Rodrigo Sack | 3. Divulgação | 6. Reprodução da Internet

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someonePrint this pageBuffer this pageDigg thisShare on RedditShare on Tumblr


avatar

Uma sagitariana que tem a alegria como dom. É carioca, jornalista, tem 20 poucos anos e adora ser chamada de Duda. Como uma amante incurável de sorrisos e amores, espera que seu grande dia seja repleto deles. E que, assim como ela, você se torne uma multiplicadora fiel dessa dupla!