Baixe
GRÁTIS
o seu
eBook!
x

Lua de mel no Camboja

Por  |  0 Comentários


O Camboja, pequeno país do Sudeste Asiático com 15 milhões de habitantes que faz fronteira com Tailândia, Laos e Vietnã, é um destino capaz de surpreender em uma viagem que foge completamente do óbvio.

Lá, os honeymooners descobrem segredos escondidos em seus templos misteriosos, têm contato com um povo sorridente e acolhedor, florestas ancestrais e paisagens envoltas por muito misticismo e beleza.

Cortada por um rio, Siem Reap é a principal cidade do país, uma cidade com atmosfera divertida e alegre, que carrega um certo charme e, principalmente, é o ponto de partida para explorar o complexo de Angkor. As milenares ruínas estão na região que outrora fora a capital do Império Khmer entre os séculos 9 ao 15 e hoje são considerados Patrimônio da Humanidade pela Unesco. São cerca de mil construções que levam mais pedras do que todas as estruturas egípcias juntas construídas há milênios. O estilo arquitetônico hindu-budista predomina, com estátuas de pedra que emergem das paredes e grandiosas cúpulas que apontam para o céu, envoltos pela selva tropical. Há muito o que ver por aqui, e o passeio proporciona uma experiência cultural autêntica, repleta de conhecimento e espiritualidade.


O que ver no Complexo de Angkor

Templo de Angkor Wat

Imagine visitar uma gigantesca construção com mais de 40 mil metros quadrados – o Templo de Angkor Wat é o maior do complexo de templos, e possui paredes esculpidas em alto relevo, exemplo clássico da arquitetura Khmer. Na parte histórica, cumpriu diferentes funções – de templo budista e hinduísta a palácio real. O templo jamais foi completamente abandonado e ao visitá-lo, ainda é possível ver os monges budistas que frequentam o local para meditação e orações. Para o povo cambodiano, o Angkor Wat é um dos elementos de maior orgulho, sendo o principal elemento da bandeira do Camboja.


Templo de Ta Prohm

Um dos mais impressionantes de Angkor. Essa construção, ao contrário das outras, sofreu poucas interferências humanas desde a primeira visita dos exploradores franceses há mais de um século, e se manteve coberto pela densa floresta tropical do Camboja, completamente entregue à natureza, que se encarregou de fazer aqui um trabalho impressionante e belo. Quem visita este local inspirador sente-se como se estivesse no cenário de um filme de fantasia.

Banteay Srei

Cerca de 25 quilômetros distante do complexo, este é considerado por muitos a joia de Angkor. Apesar de pequeno, os trabalhos esculpidos em suas paredes de arenito avermelhado são realmente fantásticos, especialmente em momentos de especial iluminação, como ao nascer ou ao pôr do sol. Apesar da distância de Siem Reap, este foi um dos primeiros templos restaurados, e a estrutura é uma das bem conservadas de todo o complexo.

Templo Phnom Bakheng

Para fotografar, é um dos melhores locais – é daqui que são tiradas as fotos mais belas à distância de Angkor Wat, já que a construção fica localizada em uma colina. Além disso, o pôr do sol daqui é magnífico, criando a atmosfera de romance ideal para os casais. O templo é dedicado ao deus Shiva, e foi construído no final do século 9, mais de dois séculos antes da construção de Angkor Wat.

Templo Prasat Kravan

O pequeno templo impressiona pela beleza. Construído no século 10, a entrada é voltada para o Oriente, e a sua fachada possui uma leve simetria, com aspectos clássicos em cada detalhe. No interior, o destaque são as grandes representações em baixo-relevo das divindades Vishnu e Lakshmi esculpidas nas paredes e conectadas pela vegetação que invadiu o templo. Este tipo de arte é bastante comum nos templos de Cham, mas é raro encontrá-lo em construções do complexo Khmer.

Onde ficar

Belmond La Residence d’Angkor – Siem Riep

Localizado no centro de Siem Reap, o Belmond La Residence d’Angkor tem todos os quartos e suítes com varandas privativas e decoração inspirada na tradição oriental. No restaurante Circle, os hóspedes desfrutam de pratos da região, com fusão contemporânea e internacional. Para tranquilizar a mente e relaxar o corpo, o spa conta com diversas linhas de tratamentos, aplicados por especialistas que utilizam milenares técnicas orientais e produtos orgânicos locais.

Six Senses Krabey Island

Um dos novos resorts da rede, o Six Senses Krabey Island foca no comprometimento com a sustentabilidade e o bem-estar. Combinando a elegância contemporânea de materiais naturais com confortos modernos, o hotel mantém uma atmosfera intimista, com apenas 40 villas, todas com piscinas privativas e algumas com chuveiros ao ar livre e miniadegas. Para relaxar ainda mais na ilha, o inovador Six Senses Spa Krabey tem design influenciado pelo sagrado Rio Kbal Spean, que corre próximo a Angkor, e proporciona tratamentos de cura e rejuvenescimento inspirados em técnicas tradicionais do Camboja.

Quando ir: novembro a março


Gostou dessa matéria? Para ver outras dicas clique AQUI!

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someonePrint this pageBuffer this pageDigg thisShare on RedditShare on Tumblr


avatar

Com 26 anos, a Teresa Perez é especialista em criar roteiros especializados. Os programas são preparados de acordo com os interesses de cada casal. Telefones (11) 3799-4000 | (11) 3390-9000 | (61) 3217-2300.