Destination Wedding: O que acontece em Vegas NÃO fica em Vegas!

Por  |  0 Comentários


Está pensando em casar fora do Brasil?

Em Agosto/2019, Sara teve um casamento fora dos padrões e super divertido! Numa combinação de mini-férias e casamento (sem esquecer da famosa despedida de solteiros de Vegas!), optou por uma cerimônia intimista, com familiares e amigos próximos. Juntos, puderam celebrar a união dos noivos e aproveitar as atrações que a cidade tem para oferecer.

Sara Luvison é empresária, mora em Santa Catarina, já morou nos EUA anteriormente e compartilha com seu marido a paixão pela América. Confira a entrevista com a noiva que escolheu a cidade de Las Vegas como cenário para um dos momentos mais importantes da sua vida!

IC – Como foi a sua experiência desde a chegada, até a realização da cerimônia? Aconteceu algo que te surpreendeu positivamente?

Sara: Essa não foi minha primeira vez na cidade. Eu fiz um intercâmbio e morei em Vegas com o Noivo há 11 anos atrás, então pra gente a chegada na cidade não foi uma surpresa (pois a cidade surpreende!). Foi mais uma sensação de nostalgia e empolgação, por saber que amigos e familiares estariam chegando nos próximos dias e seria a primeira vez deles.

Fizemos uma programação para aproveitar o final de semana com os convidados na cidade, visto que é quando a cidade é mais movimentada. Marcamos o casamento para segunda-feira já que todos estariam em viagem e em Vegas não importa o dia da semana, todos os dias acontecem casamentos.

Marcamos as despedidas de solteiros para sexta-feira antecedente ao casamento, aproveitamos o sábado com os convidados na piscina, pois ficamos hospedados no mesmo hotel. Mas mesmo que alguém fique em outro lugar, sempre é possível pagar um day-pass e curtir a piscina dos principais hotéis. Domingo deixamos livre para quem quisesse descansar ou fazer compras porque Las Vegas é um ótimo lugar para isso, com outlets, muitas lojas na Strip e dentro dos hotéis. Finalmente segunda-feira, o casamento.

Essa programação de 4 dias foi ótima, pois todos conseguiram estar presentes, cada um fez a viagem saindo em dias diferentes do Brasil e indo para diferentes cidades nos USA, antes ou após o casamento. Todos fizeram programações diferentes, o que tornou a viagem de cada um mais proveitosa e com os gostos e necessidades pessoais de cada.

O Dia da Noiva foi na minha própria suíte, com algumas amigas e minha mãe… quem me arrumou foi a equipe da Vanessa Paz, que eu recomendo demais!

IC – Existe uma visão sobre Las Vegas, como sendo a cidade das festas, mas a verdade é que Las Vegas tem se tornado um destino cada vez mais cotado para casamentos brasileiros, nos EUA. Como surgiu a idéia e o que você buscava que a cidade poderia proporcionar para o seu casamento?

Sara: Eu sempre tive uma vontade imensa de retornar a cidade, e levar amigos e família para conhecer. Las Vegas é diferente de tudo, só quem já foi para sentir a energia que é. Como eu e meu noivo já morávamos juntos a 3 anos, optamos por fazer o casamento fora pois preferimos algo menor, e os EUA é um País que gostamos muito!

IC – Você escolheu algo mais intimista ou uma grande comemoração? Pra quantas pessoas? Como foi feito o convite e quem topou a aventura?

Sara: Escolhi algo mais íntimo e contávamos  que iriam aproximadamente 50 pessoas. Lançamos a idéia e perguntamos quem embarcaria conosco. Como tivemos resposta positiva da família e alguns dos amigos mais próximos, decidimos tirar essa loucura do papel começamos a nossa busca por locais e datas.

O convite foi feito ao vivo para alguns e uns meses antes oficializamos entregando um convite normal, como nos casamentos “normais”. Ao todo foram 43 convidados, entre eles, mãe, pai, irmãos dos noivos, tios, primos e amigos.

IC – O planejamento foi feito através de alguma assessoria? Com quanto tempo de antecedência? 

O planejamento foi todo feito por nós mesmos, os noivos. Iniciamos as pesquisas online com uns 10 meses de antecedência. Pesquisamos por locais para a festa e cerimônia e fechamos tudo praticamente uns 6 meses antes.

IC – Quem foram os seus fornecedores em Las Vegas e como você avalia a experiência com os serviços e produtos deles?

Sara: Optamos por fechar tudo com o Grupo Caesars e a cerimônia foi realizada nos jardins do Hotel Flamingo – o mesmo que todos se hospedaram. A recepção foi feita em uma sala do Hotel The LInq que tinha uma vista incrível para a roda gigante. O buffet, bebidas, enfim tudo feito com o Grupo Caesars.

Apenas a decoração tive que fazer à parte. Optei por não fazer uma decoração tão elaborada como no Brasil, visto a dificuldade de fazer isso a distância. O próprio buffet já oferece a decoração da mesa, bolo. Mas todo os extras como flores e personalizados, tive que levar.

Levei flores artificiais do Brasil, tanto para colocar nas cadeiras da cerimônia, como algumas para festa. Achei mais fácil levar daqui do que procurar por lá.

O Grupo Caesars foi impecável conosco, nos surpreendeu demais, recomendamos eles de olhos fechados, tudo superou as expectativas, até o sabor da comida. Ficamos com medo por ser americano, que talvez parecesse muito com comida industrializada, mas não, o buffet parecia igual nos casamentos do Brasil, super saboroso!

IC – Quais foram os seus lugares visitados favoritos em Las Vegas? Vocês tiveram alguma experiência especial?

Sara: Eu e o Noivo não tivemos muito tempo em Las Vegas, optamos por cada dia estar com um grupo. Tínhamos 43 convidados,  então nos dividimos entre eles, uns dias com uns outros dias com outros. Nós dois especificamente não turistamos muito, mas como ficamos hospedados bem no coração da Strip, fizemos os passeio clássicos, como andar pelos hotéis e cassinos.

IC –  Qual a sua dica de ouro para as próximas noivas que estão pensando em casar em Vegas? O que não pode faltar no planejamento e o que não precisa se preocupar por lá?

Sara: Para a festa optamos pelo DJ Rinaldo (Aka DJ Ray), brasileiro que mandou muito bem! Essa minha dica de ouro, visto que ele vai tocar as músicas que os convidados curtem e é a música que faz a festa!

Eu iniciei meu planejamento fechando a recepção (festa) pois acredito ter sido o mais difícil. Depois fechei a cerimônia porque lá é tudo separado. Depois procurei DJ e maquiadora.

O que dá bastante trabalho para os noivos também é gerenciar os convidados. Tivemos que dar suporte a todos para panejar suas viagens e não tivemos ajuda de ninguém nos EUA. Conseguimos resolver tudo por e-mail e o pagamento de tudo foi feito por cartão de crédito.

É importante procurer por fornecedores conhecidos e tradicionais. Não caímos em nenhuma pegadinha, nenhum golpe, mas fechamos talvez com o grupo mais respeitado dos USA e isso nos deixou bem tranquilos quanto ao que nos esperaria.

Confesso que eu só relaxei quando entrei na festa e vi que estava tudo certo. Por não ter cerimonialista, tive que gerenciar tudo. Eu tive a experiência de fechar tudo com o mesmo grupo e em Vegas os pacotes são meio “prontos”, então você apenas escolhe e confia. Eles não te decepcionarão e tem compromisso com o que prometeram.

Fornecedores:

Fotos: Johnny Roedel – www.johnnyroedel.com.br

Dia da noiva: Vanessa Paz – www.vanessapazvegasmakeup.com.br

DJ: rinaldosilvafilho1@gmail.com – @teklowmusic

 

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someonePrint this pageBuffer this pageDigg thisShare on RedditShare on Tumblr


avatar

PAMELA ROCCHE é carioca, tem 34 anos, formada em Comunicação social, produtora e empresária. Com vasta experiência em produção de eventos, trabalhou na Europa e atualmente está cursando MBA na California, Estados Unidos. Sempre ligada ao desenvolvimento humano, realizou projetos com foco artístico-cultural para jovens da periferia de São Paulo, além de promover cursos e workshops. É massoterapeuta e adora ajudar as pessoas através da massagem Ayurvédica. Comunicóloga, com 16 anos de carreira, produziu nos últimos anos coletivas de imprensa de artistas brasileiros renomados e desenvolveu projetos em diversas áreas de atuação, realizando-os com paixão e alto padrão de qualidade. Publicou matérias para revistas internacionais, além de produção de conteúdo para websites e redes sociais de empresas. Como produtora, viajou 3 continentes com mais de 30 espetáculos teatrais em turnê. Apaixonada por café e vinho, adora ouvir música, cantar e estar rodeada de amigos. Em suas redes sociais, compartilha sempre com muito humor assuntos relacionados a crianças, animais e bem-estar. Apensar da saudade por estar longe da família, anda sempre com sorriso no rosto em gratidão aos novos desafios. Com o olhar sempre atento para a produção de eventos, desenvolveu um carinho especial pelo ramo de casamentos, através da sua empresa familiar no Brasil. Encantada com as novas tecnologias e tendências americanas neste ramo, decidiu compartilhar com os brasileiros o que vem descobrindo sobre casamentos na América, como correspondente internacional da Revista Inesquecível Casamento, colunista Destination Wedding.