Um pouco da apaixonante Hoi An, no Vietnã

Por  |  0 Comentários


Bem no centro do Vietnã, na Província de Quang Nam, Hoi An proporciona uma verdadeira viagem no tempo. A cidade conhecida como a mais charmosa do país possui diversos atrativos históricos, que remetem a um passado próspero, quando ainda era um dos principais portos do Oriente. E mesmo com o passar do tempo, Hoi An conseguiu manter tudo conservado: ruelas, casas, templos, hábitos e rituais genuínos, que ainda são praticados. Um deles é o Festival das Luzes, que acontece de tempos em tempos na cidade. Durante a noite, as luzes elétricas são apagadas e velas são acesas dentro de balões coloridos e flutuando sobre os rios, um momento mágico e único de uma tradição que se tornou o símbolo mais forte da cidade. E do ladinho ainda tem a região de Cam An, repleta de belas praias. Com tudo isso, a cidade é perfeita para quem busca muita tranquilidade e romantismo na lua de mel. Preparamos algumas dicas do que fazer em Hoi An a dois!

busy Street at duskSilk Lanterns in Hoi An an ancient city in Vietnampeople and scooter in motion blur

O que ver

Hoi An é uma cidade plana que pede passeios de bike. Um bom ponto de partida é a aldeia Tra Nhieu, que agrada aos casais que amam atividades ao ar livre e que procuram conhecer um lado bastante autêntico da cidade. As ruas são cheias de bambus que envolvem as casas de jardins tradicionais, emoldurando a paisagem. Essa pequena região de Hoi Na é margeada pelo rio Thu Bom, e é oficialmente reconhecida como uma aldeia ecológica, preservando a vida tradicional do antigo Vietnã, voltada para a pesca e a agricultura. E um simples passeio pode render ótimas memórias sobre a cultura do povo vietnamita: o cenário está repleto de pessoas praticando atividades do cotidiano, como a própria agricultura, confecção de cestos e a fabricação de papel de arroz. O legal também é provar alguns alimentos típicos preparados a partir de ingredientes locais.

Hoi An reflected in the river during sunset

Fora da vila de Tra Nhieu, Hoi An proporciona um lado cultural muito rico – na Cidade Antiga, o Templo Quan Cong, também chamado de Quan-Inn, foi construído em 1653, dedicado a Quan Cong, um importante e estimado general chinês considerado um exemplo de lealdade, integridade e justiça. Sua arquitetura lembra as construções chinesas, com telhados de bordas pontiagudas, paredes coloridas e decoração clássica. O ambiente é bastante agradável, ótimo para ser explorado a dois. Ainda pela Cidade Antiga há algumas casas que, de tão antigas e bem conservadas, acabaram virando pontos de visitação, ainda que diversas delas continuem sendo habitadas. A Casa da Família Tran é uma delas: a construção abriga também um santuário erguido em 1802 por Tran Tu Nhuc, homem de confiança do imperador Gia Long, com o intuito de reverenciar seus ancestrais. Mesmo após ter se mudado para a China como embaixador, sua casa foi preservada devido a sua luxuosa decoração e a sala de adoração aos ancestrais.

The outside of the Trieu Chau Assembly Hall in Hoi An, Vietnam during the day. A person with a traditional conical hat can be seen going past on a bike.

E, por falar em antiguidades, Hoi An é uma das melhores cidades para comprar artesanato, principalmente objetos de porcelana, além de tecidos como a seda, e especiarias como canela e pimenta. A porcelana, inclusive, ganhou um museu só para ela, o Museu do Comércio de Porcelana. O espaço ocupa um belo edifício centenário, abrigando mais de 430 peças de porcelana fabricadas entre os séculos 8 e 18. A visita a este antigo e tradicional casarão tradicional já vale a pena pela beleza da sua arquitetura.

Outro museu que ilustra um pouco da história de Hoi An e até do próprio Vietnã é o Museu da Cultura Sa Huynh. Logo no primeiro andar, a coleção do espaço exibe, através de objetos de metal e cerâmica, o modo de vida dos Sa Huỳnh, um povo que viveu por lá entre o ano 1.000 a.C e 200 d.C.. Já no andar superior, dividindo o mesmo espaço com o Museu da Cultura, está instalado o Museu da Revolução, que conta a história dos heróis de guerra vietnamitas e expõe uma coleção de objetos bélicos da época, ideal para os casais que desejam entender um pouco sobre a famosa Guerra do Vietnã.

Outro museu que vale a pena visitar é o Museu da História e Cultura de Hoi An, localizado em um prédio de 1653. No acervo da casa estão diversas fotografias da cidade do início do século 20, além de outras relíquias culturais da região, como vasos e objetos que retratam mais de dois mil anos de história.

E se a pedida é dar uma esticadinha para fora de Hoi An, o Santuário de My Son – ou Mi-sön – pode ser uma boa escolha. Localizado a uma hora de carro da cidade, o templo é formado por pequenas torres que cultuam os deuses hindus, construções remanescentes da antiga capital do Império Champa, do povo Cham, que habitou a região durante os séculos 4 e 13. O estilo lembra em muito a arquitetura do complexo de templos de Angkor, no vizinho Camboja.

Old reiligous buildings from the Champa empire – cham culture. In my son, near Hoi an, Vietnam. World heritage site

E que tal conhecer o clima praiano de Hoi An? A cinco quilômetros do centrinho, na região de Cam An, a praia de An Bang revela seu cenário de coqueiros margeando areias brancas. O melhor é o que percurso até lá de bike propicia um ótimo passeio, já que atravessa alguns belos campos de arroz.

The popular area of An Bang beach near Hoi An in Vietnam

Mango Rooms, um restaurante diferente para conhecer na cidade

Duc Tran deixou Ho Chi Minh ainda criança e viveu durante anos nos Estados Unidos. No país se tornou um renomado chef e voltou ao Vietnã para consolidar sua elaborada e ousada mistura da culinária local com toques californianos. O resultado foi o Mango Rooms, um restaurante colorido, alegre e descontraído. Sua cozinha fica aberta no centro da casa e proporciona um show à parte. Já o terraço ao ar livre permite saborear os deliciosos pratos admirando o movimento dos pescadores no rio.

Onde ficar

Four Seasons Resort The Nam Hai

Instalado em um trecho particular da bela Ha My Beach e próximo à histórica cidade de Hoi An, o Four Seasons Resort The Nam Hai apresenta uma conexão autêntica com a cultura da região. Conexão, que começa pelo spa, instalado ao ar livre, onde tratamentos relaxantes são proporcionados. O clima de tranquilidade e excelência é estendido aos serviços, delicados e personalizados, e à gastronomia com restaurantes que privilegiam as gastronomias vietnamita e indiana. As villas do hotel, ideais para casais em lua de mel, têm vistas para o mar, piscinas particulares e acesso direto à Ha My Beach. 

Anantara Hoi An

Rodeado por cenários idílicos à margem do rio, o Anantara Hoi An propõe uma experiência sem igual na charmosa cidade que dá nome ao hotel. Para um mergulho na cultura local, há aulas de culinária além de produção de lanternas. As suítes têm decoração minimalista, contando com vistas para o rio ou para o jardim. Há cinco opções de gastronomia que variam entre restaurantes, bares e, dentre as experiências para os casais em lua de mel, um jantar privativo com pratos da culinária vietnamita moderna.

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someonePrint this pageBuffer this pageDigg thisShare on RedditShare on Tumblr


avatar

Com 28 anos, a Teresa Perez é especialista em criar roteiros personalizados. Os programas são preparados de acordo com os interesses de cada casal. Telefones (11) 3799-4000 | (11) 3390-9000 | (61) 3217-2300.