Baixe
GRÁTIS
o seu
eBook!
x

Saint Barth, a mais francesa das ilhas do Caribe

Por  |  0 Comentários


Com influências arquitetônicas da Suécia e uma boa dose de tradições francesas, Saint Barthélemy é uma ótima opção para quem quer passar a lua de mel no Caribe. Confira as melhores dicas para esse destino paradisíaco!

Antiga terra de piratas e corsários, São Bartolomeu – também chamada de Saint Barthélemy e carinhosamente apelidada como Saint Barth – é uma das mais belas e a mais francesa de todas as ilhas caribenhas. Situado a cerca de duas horas de avião de Miami, o local é um desfile de paisagens inigualáveis, com praias intocadas que mesclam a imponência de rochas com águas cor de azul vívido. Alguns brincam que se trata da Saint Tropez das Américas. Isso é questão de opinião, sabemos, mas o que não se pode negar é seu expressivo potencial de proporcionar uma lua de mel paradisíaca a qualquer recém-casado.

Para os noivos que gostam de estar próximos à natureza ou aqueles que fazem questão de um destino com vida noturna agitada, essa é a pedida perfeita. Suas praias, na maioria desertas, são protegidas do vento por belas enseadas. À noite, vivenciar a boa gastronomia e esbarrar com alguma celebridade é praticamente inevitável. Ficou curioso? Então leia as dicas que a preparou para uma viagem a dois para lá de romântica.

PRAIA SAINT JEAN – BADALAÇÃO GARANTIDA!

Local para ver e ser visto, é sem dúvidas o ponto quente da ilha. Um recife de corais protege a baía, conhecida por suas águas calmas e ideais para a prática de atividades aquáticas como mergulho e windsurfing. Saint Jean também agrada seus visitantes pela qualidade de seus bistrôs e restaurantes.

♦ Nikki Beach: Neste lounge, por exemplo, a noite ferve ao som de badalados DJs, que colocam todos para dançar com os pés na areia. O local é palco de eventos de moda, encontros temáticos e festas exclusivas. Na cozinha são preparados sushis, saladas, massas, carnes, peixes e frutos do mar.

♦Hotel Eden Rock St Barths: construído sobre uma pedra que avança mar adentro, foi construído em 1962 e, originalmente, era a casa do primeiro perfeito de Saint Barth. Hoje, trata-se de um dos mais charmosos locais para hospedagem de toda a ilha. Dispõe de 34 quartos, suítes e vilas decorados individualmente e equipados com amenidades Bulgari. Seus restaurantes – The Sand Bar e On The Rocks – servem elaborados pratos da cozinha local e internacional.

GRAND CUL DE SAC – CONFORTO JUNTO AO MAR

As calmas e rasas águas turquesa da praia Grand Cul de Sac, protegidas por um recife de corais, também são perfeitas para a prática de esportes náuticos como o caiaque e o kitesurfing. Para os menos aventureiros, longos banhos de mar e uma paisagem de tirar o fôlego garantem a diversão.

♦ Hotel Le Sereno: os visitantes interessados em se hospedar na pitoresca Grand Cul de Sac podem optar por um refúgio elegante e intimista, com apenas 36 suítes e três vilas – tudo projetado pelo designer francês Christian Liaigre. A integração da arquitetura do Le Sereno com a paisagem local não cabe em palavras, mas o detalhismo de cada instalação certamente não passa batido. Com móveis de fabricação artesanal e iluminação especial para compor a atmosfera de tranquilidade, esta é uma pedida que agrada a gregos e troianos.

♦ Le Guanahani: outra opção que se adapta aos mais variados gostos é o Le Guanahani. Com décor moderno e alguns toques caribenhos, seus chalés mesclam tons pasteis às fortes cores da vegetação ao seu redor. O hotel possui completa infraestrutura para atividades esportivas e um Spa da marca Clarins para quem deseja relaxar. Entre seus restaurantes (no plural mesmo!), destaque para o Indigo e suas delícias das cozinhas francesa e crioula.

BAIE DES FLAMANDS – PALCO DO VÔLEI E DO FUTEBOL

Maior praia da ilha, Baie des Flamands é conhecida por sua areia extremamente fina e, como de costume em Saint Barth, águas lindas e pouco agitadas. Muito procurada durante o verão, quando a temperatura fica em torno dos 30°C, o local é ideal para quem quer jogar futebol ou vôlei de praia.

♦ Hotel Saint Barth Isle de France: nesta praia paradisíaca, a melhor opção de hospedagem é o Saint Barth Isle de France. Com 40 quartos, suítes e vilas, cada um decorado individualmente e com vista panorâmica para a praia ou para os jardins tropicais do hotel. Seu restaurante La Case de L’Isle oferece uma leitura contemporânea da cozinha tradicional francesa. Vale a pena conferir!

Lua de Mel no Caribe - Hotel Saint Barth Isle de France - Foto: Divulgação

OUTRAS IDEIAS IMPERDÍVEIS…

♦ Le Ti – Um cabaré francês em pleno Caribe! Os casais mais descolados não podem deixar de conhecer o Le Ti, que convida os visitantes a uma experiência única. Com decoração inspirada em um típico cabaré francês, o local é uma mistura de restaurante, bar, lounge e club, ideal para quem quer esticar a noite após o jantar. O cardápio não deixa a desejar e inclui pratos de ponta de diversas partes do mundo.

Lua de Mel no Caribe - Le Ti - Foto: Divulgação

♦ Hotel Le Toiny: de marcada beleza e tranquilidade, a propriedade fica no sul de Saint Barth, em Anse de Toiny. O hotel é composto por 15 vilas em estilo colonial na encosta da montanha, todas com piscinas privativas e um grande terraço com vista para o mar. No restaurante Le Gaiac, o Grand Chef Relais & Chateaux Stephane Mazieres elabora pratos que combinam a cozinha francesa com sabores regionais.

Lua de Mel no Caribe - Le Toiny - Foto: Divulgação

♦ Anse du Grand Colombier – Exclusividade na medida certa! A mais isolada praia da ilha e também uma das mais belas. Assim é Anse Du Grand Colombier, que esbanja exclusividade devido a seu difícil acesso. Só se chega a esse paraíso de barco ou a pé, em uma caminhada que pode variar de 15 a 30 minutos dependendo do ritmo de cada casal. A água calma favorece a prática de mergulho e é importante saber que, uma vez lá, a única opção de sombra disponível está em uma caverna.

Lua de Mel no Caribe - Anse Du Grand Colombier - Foto: Saint Barth Tourisme

CURIOSIDADES

♦ Colonização: embora misture a beleza caribenha com uma sofisticação vinda da França, Saint Barth foi colônia da Suécia por mais de 100 anos. Desse tempo a ilha guarda vestígios em sua arquitetura e o nome da capital Gustavia, em homenagem ao rei sueco Gustavo III. Vale a pena conferir o porto da cidade – sempre repleto de barcos e iates de luxo, além de lojas, restaurantes e o museu municipal, que expõe cliques fascinantes sobre a história local

♦ Moeda: com o estatuto de coletividade ultramarina francesa desde 2007, a moeda oficial de Saint Barth é o euro, mas a maioria dos estabelecimentos aceita dólares

♦ Língua: embora o francês seja a língua oficial, na ilha também se utilizam dois dialetos locais, o normando e o crioulo. Mas não se preocupe, a maioria dos habitantes fala inglês, facilitando a comunicação de turistas em hotéis, restaurantes e lojas

Lua de Mel no Caribe - Saint Barth - Foto: Saint Barth Tourisme

♦ Invasão de portugueses: dos aproximados 8 mil habitantes de Saint Barth, quase metade é composta por portugueses vindos especialmente de Braga, Guimarães, Barcelos e Monção

♦ Destination wedding diferenciado: em várias ilhas caribenhas é tradição o noivo e a noiva saírem de suas casas e irem a pé até o local da cerimônia, ao som de badalos de sinos, convocando a comunidade a celebrar sua felicidade. Embora muitos casais ainda enviem convites em papel, é hábito que mesmo desconhecidos sejam bem-vindos às comemorações – que vão até de manhã, embaladas pelo som de tradicionais tambores de aço

Gostou das ideias da para uma lua de mel em Saint Barth, a extensão da França no Caribe? Conta para a gente nos comentários!

Texto editado por Ana Siqueira

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someonePrint this pageBuffer this pageDigg thisShare on RedditShare on Tumblr


avatar

Com 28 anos, a Teresa Perez é especialista em criar roteiros especializados. Os programas são preparados de acordo com os interesses de cada casal. Telefones (11) 3799-4000 | (11) 3390-9000 | (61) 3217-2300.