Saiba por que você precisa conhecer Tóquio

Por  |  0 Comentários


Tóquio, além de capital do Japão, é uma das metrópoles mais ativas e seguras do mundo. Com um sem-fim de atrações, ela é nosso ponto de partida para um especial sobre o país

Se você está planejando seu roteiro para a lua de mel ou uma simples viagem a dois, comece a considerar a possibilidade de conhecer o Japão. Dono de uma cultura milenar, o país mescla hábitos marcados por tradição e honra a uma das sociedades mais modernas do oriente.

A rigidez e a simplicidade do povo japonês são proverbiais, em uma nação cuja trajetória se confunde com a história do budismo. Nas cidades e no campo, cenários repletos de força e poesia contam histórias fabulosas, permeadas por tradições tão antigas quanto o tempo.

Para dar start a um especial de duas semanas pelo Japão, falamos nesta quarta-feira sobre Tóquio. Mas fique ligado! No próximo post traremos curiosidades sobre Hakone e Kyoto.

POR QUE TÓQUIO?

Situada na Baía de Tóquio e limitada ao norte pela fértil planície da região de Kanto, a capital do Japão é o centro administrativo, financeiro e cultural do país, além de ser sua cidade mais próspera. Tóquio oferece inúmeras surpresas e descobertas que encantam tanto os visitantes quanto seus mais de 12 milhões de habitantes.

Com uma espantosa capacidade de sincronizar traços orientais e ocidentais, elementos novos e antigos, a cidade está em constante transformação. Vítima de incêndios e terremotos, além de bombardeios durante a Segunda Guerra Mundial, a capital japonesa renasceu das cinzas inúmeras vezes, pelas mãos obstinadas de seus cidadãos.

Embora muitas vezes desconcertante, a reinvenção contínua da cidade pode ser muito interessante e é o que move o compromisso de Tóquio com tudo o que é de ponta: da arquitetura à moda, passando pela tecnologia. Criatividade é a palavra de ordem por lá. Basta andar pelas ruas para ver as mais fascinantes invenções humanas, exibidas em maneiras totalmente inéditas de moradia, alimentação e diversão.

5 PASSEIOS IMPERDÍVEIS

1. Bairro Ginza: conhecido majoritariamente por suas mais de cinco mil lojas, o bairro também tem lindos cafés e restaurantes que vão do convencional e tradicional ao que seria exótico em qualquer lugar do mundo. Como se disputassem a atenção dos visitantes, os prédios têm arquitetura inovadora e enormes painéis luminosos.

Tóquio - Ginza - Foto iStock

2. Asakusa e Templo de Kannon (Sensoji): um dos bairros mais tradicionais de Tóquio abriga também o mais antigo templo da cidade – Sensoji, lembrança viva da era Edo (1600-1868), que guarda a imagem sagrada de Kannon, a deusa da misericórdia e da compaixão infinita.

Próximo ao templo, o comércio da Rua Nakamise oferece de tudo, desde artesanato tradicional japonês a biscoitos de arroz e perucas de gueixa. Sugerimos passeio de rickshaw – um meio de transporte típico da Ásia – para apreciar as cenas cotidianas de Asakusa, onde gueixas ainda frequentam as históricas casas de chá.

Tóquio - Asakusa - Foto

3. Bairro e Parque Ueno: famoso pelas cerejeiras em flor na primavera e pelos tons de vermelho e ocre que tingem suas paisagens no outono, Ueno é ao mesmo tempo um bairro, um parque (o maior e mais antigo do Japão) e um complexo cultural, proporcionando aos visitantes uma atmosfera autêntica e muitas descobertas.

Dentro dele está a maior concentração de museus da cidade, incluindo o Museu Nacional de Tóquio, o Museu Nacional de Arte Ocidental, o Museu Nacional de Ciências Emergentes e Inovação e o Museu Shitamachi – que representa aspectos da vida cotidiana de Tóquio entre o fim do século XIX e o início do século XX.

Tóquio - Parque Ueno - Foto

4. Meiji Jingu Shrine (Santuário Meiji): um dos mais belos e plácidos refúgios de Tóquio, o Santuário Meiji é dedicado ao Imperador Meiji, considerado o pai do Japão Moderno, que reinou de 1868 a 1912. O prédio atual data de 1958, tendo sido reconstruído depois da Segunda Guerra Mundial. O parque que cerca o memorial está repleto de árvores ancestrais, criando um bosque exuberante em plena metrópole. Em junho, um extenso campo de íris floresce e encanta os visitantes.

Tóquio - Santuário - Foto iStock

5. Tsukiji Fish Market (Mercado de Peixe): este é o maior e mais extraordinário mercado de peixes do mundo, comercializando aproximadamente 2,2 milhões de quilos de pescados por dia. É recomendável iniciar a visita às 5h da manhã, horário em que acontece o leilão de atum.

Depois de assistir (em silêncio) a este exótico espetáculo, o melhor é simplesmente observar a variedade e a incrível organização do mercado, atentando para as regras locais que exigem aos visitantes se portar de maneira discreta, quase invisível. O mercado Tsukiji oferece ainda o melhor “sushi breakfast” de Tóquio.

Tóquio - Mercado de peixe - Foto iStock

RESTAURANTES PARA INCLUIR NA AGENDA

Ishikawa: original em suas criações, ele é tão consagrado que sua cozinha é chamada de ‘estilo Ishikawa’, pois não se pôde encontrar descrição em que se encaixasse. Logo se vê que as três estrelas Michelin não são à toa. Tanto a qualidade dos ingredientes quanto a apresentação dos pratos são elaborados à perfeição. O próprio chef Ishikawa ajuda a servir alguns dos clientes e gosta de aparecer para cumprimentá-los durante o jantar.

Narisawa: com duas estrelas no guia Michelin, é comandado pelo aclamado chef Yoshihiro Narisawa. A culinária principal é a francesa, mas o cardápio também contempla mescla das gastronomias do Ocidente e do Oriente, que resulta em pratos inovadores e surpreendentes. Também há a opção de harmonizar o menu degustação com saquês e vinhos.

Sukiyabashi Jiro: ele se tornou um dos mais aclamados e disputados sushis de Tóquio. O dono e sushiman Jiro Ono, hoje com mais de oitenta anos, começou a praticar a arte quando tinha apenas nove. Sua história e a do restaurante já renderam inclusive um documentário, Jiro Dreams of Sushi (O Shushi dos Sonhos de Jiro, 2011). Com menus preparados na hora e feitos pacientemente pelo próprio dono, o restaurante conta com três estrelas no guia Michelin.

PARA NÃO ERRAR: HOTÉIS DE QUALIDADE ÍMPAR

Palace Hotel Tokyo: um genuíno tributo à tradicional hospitalidade oriental, o ele se localiza no coração da capital japonesa, próximo ao Palácio Imperial. Seus quartos e suítes são equipados com janelas do chão ao teto, rendendo vistas para a cidade e para os incríveis jardins do palácio. Outro de seus destaques é o serviço de ponta, personalizado para cada hóspede.

Tóquio - Palace Hotel - Foto Divulgação

Gostou do nosso roteiro completo por Tóquio? Fique ligado que, na próxima quarta-feira, a traz novas dicas sobre o Japão!


Créditos

1, 3 e 4-  |  2, 5 e 6- iStock  |  7 e 9- Divulgação

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someonePrint this pageBuffer this pageDigg thisShare on RedditShare on Tumblr


avatar

Com 28 anos, a Teresa Perez é especialista em criar roteiros personalizados. Os programas são preparados de acordo com os interesses de cada casal. Telefones (11) 3799-4000 | (11) 3390-9000 | (61) 3217-2300.