Lua de mel no Peru: Lima, Vale Sagrado dos Incas, Machu Picchu e Cusco

Por  |  0 Comentários


A América do Sul também tem muito do que se orgulhar quando o assunto é lugares incríveis para passar a lua de mel. Uma das provas disso é o Peru, com suas heranças de antigas civilizações, aura de mistério e cenários naturais que impressionam. Em uma viagem combinando quatro destinos do país, que reabriu as suas fronteiras para brasileiros, a garantia de momentos a dois para lá de especiais é certa. Na capital Lima, um legado arquitetônico que preserva as heranças coloniais do século 17 rendeu o título de Patrimônio Cultural da Humanidade à cidade. No Vale Sagrado, monumentos arqueológicos estampam alguns dos cartões-postais mais interessantes do país, enquanto a enigmática Machu Picchu é dona das ruínas incas mais famosas do continente e os tesouros históricos de Cusco são considerados o berço do antigo Império Inca. Essa mistura de influências coloniais com as raízes indígenas dos primeiros povos habitantes fazem do Peru um destino marcado pela autenticidade cultural, ideal para quem busca experiências marcantes e viagens que ficarão gravadas na memória para sempre. 

Abaixo, dicas para uma lua de mel no Peru:

Lima

Declarada Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco, a capital do Peru preserva, como nenhuma outra cidade hispano-americana, um legado arquitetônico que é retrato do estilo colonial do século 17. No centro histórico, as influências espanholas se fazem presentes principalmente na arquitetura, marcada por bairros charmosos e monumentos emblemáticos que compõem a história do destino. Atrações como a Catedral de Lima, o Palácio do Governo e a Plaza Mayor são capazes de nos transportar às épocas antigas com suas construções icônicas que mantêm vivas na cidade as heranças da Espanha. 

E por falar em museu, os casais que buscam conhecer a história do destino mais de perto não podem deixar de visitar lugares como o Museo da História Natural, o Museu de Arqueologia e História do Peru, o Museu do Ouro e das Armas e o Museu Larco, esse último responsável por reunir um acervo com mais 11 mil peças sobre a história do país e coleções raras. Na cena artsy, Lima também não fica nada a desejar. São paradas obrigatórias o Museu de Arte Contemporânea, o Museu Pedro de Osma e o Museu de Arte de Lima, além de inúmeras galerias de arte que se espalham pela cidade. 

Lima também leva fama por sua prestigiada gastronomia: alguns dos seus restaurantes figuram no topo da The World’s 50 Best Restaurants e roubam a cena na cidade quando o assunto é cozinha de alto padrão. Além dos restaurantes, vale encaixar uma visita ao Mercado Municipal de San Isidro, onde especiarias, frutas e até pratos mais típicos, como o ceviche, podem ser apreciados pelos visitantes. 

Outros pontos superinteressantes para estreitar mais o contato com a cultura local são os bairros de Miraflores e Barranco. O primeiro é considerado um dos lugares mais famosos do destino entre os viajantes, já que é perfeito para realizar compras, apreciar a gastronomia, conhecer bares e curtir a vida cultural animada. Por lá, construções coloniais dividem espaço com a modernidade e, além das vistas belíssimas para o Pacífico que se tem do bairro, atrações como o Parque do Amor e o calçadão Malecón, calçadão são o que dão os ares charmosos ao lugar. Já Barranco tem um estilo mais boêmio e descolado, e é considerado o lar de muitos artistas. Suas ruas são marcadas por muros coloridos, responsáveis por transformar o bairro em uma galeria a céu aberto, e casarões coloniais contornados por belas palmeiras. Um passeio de bike para conhecer as belezas desses dois lugares é uma opção superconvidativa – e romântica – para explorar a dois o que há de mais bonito na capital peruana.

Vale Sagrado dos Incas

Nos Andes peruanos, o Vale Sagrado dos Incas é dono de algumas das paisagens mais bonitas do continente. Com rios, vales e diversos monumentos arqueológicos, além das qualidades climáticas e geográficas, o destino é repleto de atributos considerados sagrados e que serviram como base para algumas das construções incas que até hoje impressionam e surpreendem. Verdadeiro museu a céu aberto, o Vale Sagrado dos Incas é o destino perfeito para quem deseja conhecer de pertinho as heranças e o legado deixado por essas civilizações.

No roteiro dos casais, são paradas obrigatórias Chinchero, Maras e Moray. Chincero é daqueles povoados que dão a impressão de terem congelado no tempo, mantendo as tradições incas praticamente intocáveis. Por lá, mulheres e crianças continuam a vestir trajes típicos da cultura e ainda se dedicam à produção de artesanatos, além de preservarem a antiga arte de tecelar. Suas ruelas de pedra trazem a sensação de viagem no tempo e atrações como a catedral do povoado e os mercados locais são ótimas opções para conhecer de pertinho os costumes locais. 

Em Maras estão localizadas as mais importantes minas de sal, exploradas desde os tempos dos incas e responsáveis por garantir uma paisagem única – há quem diga que são as salinas mais lindas do mundo. Já Moray é dono de um complexo arqueológico arrebatador: um planalto formado por admiráveis e enormes terraços que se sobrepõem concentricamente tomando a forma de um gigantesco anfiteatro. A 3500 metros acima do nível do mar, esse sítio arqueológico foi construído pelos incas como um laboratório agrícola e hoje ainda estampa os belos cartões-postais do país. 

Machu Picchu

O sítio arqueológico mais conhecido de todo o continente é Machu Picchu, cidadela enigmática localizada a 2500 metros de altitude na Cordilheira dos Andes. As ruínas dessa antiga cidade inca impressionam principalmente pelo estado de conservação e complexidade, além da tecnologia e intrigante arquitetura utilizada pela civilização inca para construí-la em um terreno quase inacessível à época. Não à toa, Machu Picchu é considerada uma das 7 maravilhas do mundo moderno. Praças, templos, muralhas e recintos cerimoniais são atrações que não podem ficar de fora do roteiro, incluindo lugares como o Palácio Real e o Inti Watana, também conhecido como Relógio Solar e famoso por possuir um alto poder energético graças às suas rochas formadas por quartzo. 

Mas nem só as paisagens de Machu Picchu chamam a atenção. O destino também é bastante procurado para os amantes de aventuras, que costumam fazer trilhas em percursos do destino ou subir a íngreme montanha Huayna Picchu localizada a 2720 metros acima do nível do mar. Ao atingir o topo da colina, a vista panorâmica que se tem é deslumbrante, podendo apreciar a cidade de vários ângulos diferentes e sob uma perspectiva do alto capaz de mudar, literalmente, a visão que se tem do destino para algo ainda mais inesquecível. 

Cusco

Cusco é tida como a Capital Arqueológica das Américas e foi declarada Patrimônio Cultural da Humanidade em 1983. Berço do Império inca, o destino guarda tesouros inigualáveis, como os complexos arqueológicos de Puka Pukara e Sacsayhuaman. A Fortaleza de Sacsayhuaman é considerada um dos maiores pontos de energia do planeta, enquanto a Fortaleza de Puka Pukara, também conhecida como Fortaleza Vermelha, proporciona um visual panorâmico da natureza ao redor. Em Cusco, também é bacana tirar um tempo para conhecer o centro religioso Kenko, um complexo arqueológico antigamente considerado um santuário de extrema importância à civilização inca.

As ruas estreitas do destino também são superconvidativas para passeios e observação dos velhos casarões, além dos muros de pedras incas. O bairro de San Blas é o lugar perfeito para explorar algumas dessas melhores construções e paisagens, muito conhecido como o bairro dos artesãos e ainda por proporcionar as mais belas vistas de Cusco. Para conhecer ainda mais de perto as construções históricas da cidade, uma visita à Praça das Armas e aos seus edifícios não pode ficar de fora da lista de atividades. Vale também aproveitar para conhecer a Catedral, que guarda em seu interior um diversificado acervo de pinturas, e o Convento de Santo Domingo, construído sobre as ruínas de Qoricancha, ou Lugar de Ouro em quéchua, importante templo inca dedicado ao culto do deus Sol.

Onde ficar

Belmond Miraflores Park

Lima

Situado em uma das áreas mais elegantes de Lima, no bairro Miraflores, o Belmond Miraflores Park é cercado de área verde e tem como vista o Oceano Pacífico. O hotel, considerado um dos melhores da capital peruana, combina serviço personalizado com cozinha excepcional e muito conforto. Seu spa utiliza produtos indígenas naturais da Amazônia peruana em tratamentos voltados para o bem-estar, além de aulas de yoga e meditação. Além de estar próximo das cenas artísticas, culturais e gastronômicas de Lima, o hotel ainda proporciona aos hóspedes piqueniques a dois e passeios de bike pela região. 

explora Valle Sagrado

Vale Sagrado dos Incas

Projetado em perfeita sintonia com a natureza ao redor, o explora Valle Sagrado é ponto de partida ideal para quem deseja desbravar as belezas icônicas do Peru, espalhadas entre Cusco, Vale Sagrado dos Incas e Machu Picchu. As acomodações privilegiam o conforto e privacidade do hóspede, além de contarem com vistas panorâmicas dos campos verdejantes ao redor e das montanhas. A lista de atividades do hotel é toda configurada para que os hóspedes consigam explorar o que há de mais interessante na região: são mais de 30 opções de passeios, acompanhados por guias especialistas, entre caminhadas, passeios de bike e etc. Para relaxar, há ainda o Spa Casa Pumacahua, com tratamentos de bem-estar, piscina e hammam. 

Belmond Sanctuary Lodge 

Machu Picchu

A localização é um dos principais destaques do Belmond Sanctuary Lodge – único hotel vizinho à mística cidadela de Machu Picchu, que possibilita fácil acesso às ruínas. Mas a propriedade também encanta com suas instalações: confortáveis e ecologicamente corretos, muitos dos seus apartamentos e suítes possuem vistas inigualáveis para as belezas ao redor. No restaurante, além da premiada gastronomia peruana, os visitantes também apreciam as deslumbrantes vistas das paisagens que cercam a propriedade.

Belmond Hotel Monasterio

Cusco
Construído sobre antigas muralhas incas e em uma propriedade cercada por belos jardins, o Belmond Monasterio é um monumento nacional do século 16 localizado a poucos passos de interessantes atrações de Cusco. Em seu interior, antiguidades e pinturas da época compõem o design clássico e elegante, que também privilegia o conforto e a privacidade do hóspede. Na gastronomia, destaque para os restaurantes Illariy, inspirado por influências do Mediterrâneo, e El Tupay, dedicado à culinária internacional com ingredientes locais. As experiências ainda podem ser complementadas por uma lista de atividades organizada pelo hotel, que inclui passeios para observar o nascer do sol na cidade dos incas e aulas de culinária.

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someonePrint this pageBuffer this pageDigg thisShare on RedditShare on Tumblr


avatar

Com 28 anos, a Teresa Perez é especialista em criar roteiros personalizados. Os programas são preparados de acordo com os interesses de cada casal. Telefones (11) 3799-4000 | (11) 3390-9000 | (61) 3217-2300.