Baixe
GRÁTIS
o seu
eBook!
x

Lua de mel em Munique: além da Oktoberfest

Por  |  0 Comentários


A Alemanha é o país das florestas exuberantes e vilarejos românticos que dividem o território com metrópoles vanguardistas: uma nação onde o clássico e o moderno convivem em plena harmonia. Há uma cidade que reflete bem o jeito alemão de ser e viver – conhecida pela Oktoberfest, Munique tem muito mais a proporcionar do que a famosa festa da cerveja. Uma lua de mel em Munique tem muito a oferecer!

A capital do estado da Baviera possui quase mil anos de história, o que deu à charmosa cidade motivos de sobra para visitá-la – principalmente durante a lua de mel – e conhecer sua cultura e tradições que remontam à Idade Média. É a terra natal de um dos reis mais famosos da História alemã, Ludwig II, que governou a Baviera entre 1864 a 1886. Preservado, o passado de Munique pode ser admirado nas ruas. À primeira vista, os casais que desembarcam na metrópole notam de cara a sua arquitetura clássica, que mais parece ter saído das páginas de um conto de fadas. Suas catedrais, palácios, monumentos, museus e castelos estão presentes aqui mais do que em qualquer outra cidade alemã. Orgulho de seus habitantes, Munique valoriza a arte e mantém até hoje tradições que começaram há séculos – é envolta, inclusive, por certa musicalidade. Durante os meses de verão, é possível apreciar os concertos de ópera ao ar livre que acontecem em locais como a Praça Max-Joseph-Platz, um presente aos fãs do gênero e ótima maneira de aproveitar um ícone da tradição da Alemanha. Munique é arte, é cultura, e esbanja romance. Selecionamos alguns highlights para uma lua de mel inesquecível na cidade. Te mostramos agora porque você deve considerar (e muito) uma lua de mel em Munique!

O que ver

Marienplatz

Palco de torneios durante a Idade Média, a Praça Marienplatz hoje faz parte do Centro Histórico de Munique. É praticamente o “hall” de visitas da cidade, e fica localizada em uma zona reservada para pedestres cercada por importantes construções históricas. Dentre elas está a Altes Rathaus, antiga prefeitura que foi reconstruída e restaurada no fim do século 19 seguindo o estilo original do século 15. Outro edifício de destaque é o Neues Rathaus, erguido entre 1867 e 1909 em estilo gótico, é onde funciona a Nova Prefeitura. Sua fachada possui 100 metros de altura e exibe estátuas de duques, reis e eleitores da Baviera, além de santos, figuras míticas e gárgulas, inspiradas em crenças medievais. Mas a Marienplatz não é um local apenas para se apreciar o visual – há também diversas lojas, cafés e restaurantes ao redor da praça, além de ser palco de festividades culturais durante o ano.

Castelo de Nymphenburg

Este é, sem dúvida, um dos mais belos palácios da Europa. Erguido em 1663 para a princesa Henriete-Adelaide, o castelo cresceu em volta de uma linda casa de campo italiana, e foi dedicado à deusa da flora e suas ninfas, dando nome ao local. Dentre os destaques do palácio está o Fetsaal, um salão de baile em estilo rococó – reprojetado do original barroco -, o Jardim Botânico e uma das mais antigas fábricas de porcelana do país. No pavilhão central do palácio, que ocupa mais de três andares, está a Steinerner Saal (Galeria de Pedra), com afrescos pintados por Johan Baptist Zimmermann – um pintor alemão do século 17 -, e com decorações de François de Cuvilliés, arquiteto e decorador belga. O palácio já foi cenário para o filme “Último Ano em Mienbad”, de 1961, de cineasta francês Alain Resnais.

Palácio Residenz

O Palácio Residenz é uma das maiores joias de Munique, um verdadeiro marco da arquitetura alemã. Este é um passeio imperdível para os casais descobrirem como a realeza bávara viveu – com mais de 130 cômodos, foi a residência dos reis da Baviera entre 1508 a 1918, e hoje funciona como museu dono de um rico acervo. Destaque para o salão Nibelungensäle, nome que deriva dos afrescos com cenas do épico medieval “A Canção dos Nibelungos”, e a Schatzkammer V, onde estão expostas as insígnias reais. O palácio é envolto por um dos jardins mais bonitos da cidade, o Hofgarten, bastante famoso pela construção central chamada Templo de Diana. É um lugar romântico e ótimo para ser aproveitado durante os dias quentes de verão.

Brandhorst Museum

Fugindo do visual clássico dos famosos edifícios de Munique, o Museu Brandhorst foi fundado em 2009 e possui arquitetura contemporânea. O local está dividido em três áreas, que abrigam exposições de pinturas, esculturas e fotografias que discutem e analisam obras de artistas do pós-guerra, como Cy Twombly, Andy Warhol (são mais de 100 obras do artista norte-americano), Pablo Picasso, Joseph Beuys, Mario Merz e John Chamberlain, todos parte permanente do acervo do museu. A partir de maio de 2019 o Brandhorst Museum iniciará uma exposição comemorando seu aniversário, a “Forever Young – 10 Years Museum Brandhorst”, que fará parte de uma série de atrações durante o verão europeu.

Lenbachhaus Gallery

Munique sempre foi uma cidade importante para a arte e para o desenvolvimento da cultura artística. Um bom exemplo disso é a galeria Lenbachhaus, que renovou seu espaço para exibir o seu acervo. Está instalado em um edifício declarado monumento histórico, construído entre 1887 e 1891 e ampliado nas décadas de 1920 e de 1970. O museu exibe obras dos pintores que moravam em Munique entre os séculos 18 e 19, como Jan Polack e Christoph Schwarz. Além da cena clássica, um dos conceitos abordados pelo museu atualmente é a “Arte após 1945”, exibindo trabalhos através das novas mídias, focando na fotografia, videoarte e land art.

Teatro Cuvilliés

Um dos principais palcos da cultura alemã, o Teatro Cuvilliés foi construído em meados do século 18 por François Cuvilliés para ser Residência Real. O edifício possui estilo clássico e cenário ornamentado em ouro, e foi completamente restaurado após ser destruído na Segunda Guerra Mundial. O Teatro é notável pelos principais concertos de ópera que ainda entram em cena na cidade.

Englischer Garten

O jardim possui 5 quilômetros de extensão, um local perfeito para fazer agradáveis caminhadas, andar de bike ou simplesmente para descansar à sombra das árvores centenárias. Uma das curiosidades do Englischer Garten é que, no rio Isar, é possível até praticar surf devido às suas fortes ondas.

Onde comer

Tantris

Com duas estrelas no Guia Michelin, o Tantris tem decoração é luxuosa e serviços excelentes. Há a possibilidade de se sentar no terraço ou no jardim. Responsável por um menu autêntico contemporâneo, o restaurante propicia uma experiência criativa com pratos da culinária japonesa influenciados por elementos da gastronomia sul-americana. Alguns raros tipos de saquê, vinhos selecionados e coquetéis são ótimas pedidas para aprimorar ainda mais o sabor dos ingredientes servidos.

Acquarello

Dono de uma estrela no Guia Michelin, é um dos melhores restaurantes italianos da Baviera com foco na culinária do sul da Itália. Dentre os destaques do menu estão o carpaccio de lagosta com maionese de laranja e óleo de manjericão, o ravióli recheado com ricota e nozes servido com manteiga derretida, e o peixe sob crosta de alho-poró com molho de mostarda servido com nhoque de beterraba. Para a sobremesa, ravióli de chocolate com sorvete de menta regado ao molho de laranja.

Kafer-Schanke

Este é um ótimo local para um jantar casual com estilo elegante, em um cenário que evoca um chalé. A cozinha percorre o mundo em busca de inspiração – desde a Lombardia até a Ásia. Apesar de mudar constantemente, pratos com salmão, enguia, veado, codorna e galinha da Guiné estão usualmente no menu.

Shane’s Restaurant München

O estúdio-cozinha Shane’s Restaurant München proporciona um estilo moderno e internacional de cozinhar, influenciado por uma fusão das cozinhas europeia e asiática contemporâneas. O chef Shane McMahon e sua equipe servem pratos inovadores, preparados com a melhor seleção de ingredientes frescos. Qualidade, criatividade e sofisticação, chaves para o sucesso deste restaurante.

Onde ficar

Mandarin Oriental, Munich

Situado do centro histórico da cidade, o Mandarin Oriental, Munich é um sofisticado refúgio neorrenascentista que proporciona a seus hóspedes o mais alto nível de serviço. Entre as opções gastronômicas destacam-se o restaurante Mark’s, estrelado pelo Guia Michelin e o China Moon Roof Terrace, localizado no último andar do edifício, com uma vista de 360º de Munique. Com decoração exclusiva e layout único, suas suítes proporcionam o máximo de conforto e vista privilegiada de diversos pontos da cidade.

The Charles, A Rocco Forte Hotel

O The Charles Hotel conta com localização privilegiada, no centro de Munique e próximo ao Antigo Jardim Botânico. O hotel reflete a paixão pela arte em sua decoração, exibindo pinturas originais do século 19 do renomado artista local Franz Von Lenbach. Instalado no terraço, o The Charles Restaurant Davvero proporciona uma bela vista da cidade e pratos inspirado na cozinha italiana. Além de realizar cerimônias de casamento sob medida, o hotel proporciona uma série de serviços personalizados e exclusivos para fazer da lua de mel uma experiência ainda mais romântica aos casais. As elegantes suítes misturam design contemporâneo com detalhes típicos da Bavária, propiciando o máximo de conforto aos casais.

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someonePrint this pageBuffer this pageDigg thisShare on RedditShare on Tumblr


avatar

Com 28 anos, a Teresa Perez é especialista em criar roteiros especializados. Os programas são preparados de acordo com os interesses de cada casal. Telefones (11) 3799-4000 | (11) 3390-9000 | (61) 3217-2300.