Lua de Mel em Bali, Indonésia: dos templos às maravilhas naturais

Por  |  0 Comentários


A Ásia está repleta de encantos e isso não é segredo para ninguém. Dos templos sagrados às praias idílicas, o continente guarda uma série de atrativos que podem tornar uma viagem de honeymoon para lá de épica. Bali, na Indonésia, é um desses lugares. A começar pelo cenário de belezas naturais que vão além do oceano – há montanhas, arrozais, florestas e vulcões (alguns deles ainda ativos). Dentro d’água, as paisagens também surpreendem com os recifes de corais e a vida marinha diversificada. E não é só isso: Bali é a única ilha hinduísta do país, o que por si só já garante experiências culturais únicas.

Nesse contraste de paisagens, entre a arquitetura dos templos e suas maravilhas naturais, entre as tradições preservadas e a chegada da modernidade, o destino estampa os cartões-postais mais bonitos da Indonésia e ainda garante aos casais em lua de mel memórias que ficarão gravadas na cabeça para sempre.

A atmosfera espiritual de Bali também parece percorrer cada canto da ilha, já que os templos roubam a cena e marcam o horizonte do destino. O Templo Uluwatu, por exemplo, é um dos mais antigos e merece uma visita dos casais. Projetado no topo de uma montanha e medindo mais de 70 metros de altura, o templo tem vista para o mar e ainda, de acordo com a fé dos hindus, é responsável por proteger a ilha contra os maus espíritos e agouros. Vale também encaixar no roteiro uma parada no Templo de Pura Besakih, um complexo com mais de 20 templos e considerado o maior de toda a ilha, o Tirta Empul, onde as pessoas realizam rituais de purificação em suas águas, e o
Pura Lempuyang Luhur, localizado a quase 1200 metros acima do nível do mar.

Mas, indo um pouco além dos templos, o passeio dos recém-casados não estaria completo sem uma visita ao Tirta Gangga, também conhecido como Palácio das Águas. Localizada no extremo leste da ilha de Bali, a atração, construída em 1946 pela realeza da época, é formada por vários jardins e lagos, além de fontes e esculturas representando as divindades hindus. Esse antigo palácio real sofreu danos catastróficos graças a uma erupção vulcânica em 1963, mas hoje, após uma cuidadosa restauração, é um dos pontos de interesse mais procurados pelos viajantes na ilha. E, para muitos, um dos mais bonitos também!

E por falar em belezas, há também muitas naturais para se explorar. As praias são algumas delas, emolduradas por mar turquesa, areias brancas e coqueiros às margens. Para quem procura agito e badalação, vale conferir a Praia de Kuta, com bares e restaurantes espalhados nas suas proximidades. Na lista também não podem faltar a Karma Beach, Nusa Dua, a inspiradora Padang Padang – que serviu de palco para as gravações do filme Comer, Rezar e Amar – e a Uluwatu, paraíso dos surfistas.

Padang Padang Beach, Bali – the white sand and blue sky

Mas não são só as praias que estampam os cartões-postais naturais do destino. No vilarejo Ubud, situado na região central da ilha, as paisagens se destacam com as florestas tropicais e as plantações de arroz, que formam campos verdejantes e permitem ao viajante um contato mais íntimo com a natureza. Ubud ainda guarda diversos santuários e templos hindus, além de ser reconhecido pelo artesanato (o Ubud Market reúne artigos feitos à mão de todos os tipos) e pelas performances de danças tradicionais balinesas.

Onde ficar

Four Seasons Resort at Jimbaran Bay

No Four Seasons Resort at Jimbaran Bay, as villas particulares se inspiram na autêntica arquitetura balinesa, projetadas de frente para o oceano e ostentando, além do design, conforto e elegância, piscinas e terraço individuais – o que evidencia ainda mais a sensação de privacidade dos hóspedes. Na gastronomia, o restaurante à beira-mar Taman Wantila celebra as culinárias asiática e ocidental em cozinhas abertas, enquanto o Jala, sob o comando do premiado chef Dayu, investe em receitas locais com um menu dedicado exclusivamente a pratos de frutos do mar. Há ainda o casual Alu para apreciar o café da manhã de frente para a piscina e o beach club Sundara, que vira restaurante no período da noite. Para relaxar, os hóspedes têm à disposição os tratamentos de bem-estar proporcionados pelo spa do hotel, além de ioga e rituais de limpeza inspirados nas tradições ancestrais.


Four Seasons Resort at Sayan

O hotel está imerso em áreas verdes, proporcionado, desde as acomodações, um contato mais estreito com a vegetação endêmica de Bali. As villas particulares estão em perfeita harmonia com a natureza ao redor, projetadas com design inspirado nas belezas da ilha e privilegiando o bem-estar e a privacidade do hóspede – cada uma delas conta com piscina e terraço individuais. No spa, as tradições autênticas de Bali são utilizadas para restaurar o equilíbrio através de tratamentos de cura, terapias relaxantes e rituais energéticos. Há ainda as experiências gastronômicas, marcadas pelos restaurantes Ayung Terrace e Riverside, além do Jeti Bar que serve chá da tarde e lanches leves. O hotel ainda proporciona uma gama de atividades, como rafting, passeios de bike nos campos de arroz, trekking e visita aos agricultores locais para conhecer de pertinho o dia a dia dos balineses.

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someonePrint this pageBuffer this pageDigg thisShare on RedditShare on Tumblr


avatar

Com 28 anos, a Teresa Perez é especialista em criar roteiros personalizados. Os programas são preparados de acordo com os interesses de cada casal. Telefones (11) 3799-4000 | (11) 3390-9000 | (61) 3217-2300.