Havana: lua de mel pela capital de Cuba

Por  |  0 Comentários


Não é novidade que Cuba vem se transformando aos poucos. O país mais cativante do Caribe é também o que mais se destaca pela sua história e cultura singulares, e a capital Havana é o reflexo de tudo isso.

Cidade de contrastes, une a essência do país e transmite aquela sensação de que tudo parou no tempo. Seus monumentos do século 16 e 17, localizados principalmente no lado histórico de Habana Vieja – declarada Patrimônio Mundial da Humanidade pela Unesco -, se mantêm perfeitamente preservados, somados à arquitetura colonial sempre surpreendente. Com um charme clássico – e até romântico -, por toda a capital há influências mourisca, italiana, grega e espanhola, estilos que vão do art nouveau ao Modernista e edificações erguidas entre os séculos 17 e 20 em estilo barroco, como a Catedral de Havana. Mas o lado moderno não deixa de dar as caras: Vedado é o bairro mais recente e cosmopolita, onde novos restaurantes vêm chegando em conjunto com ótimos museus e a excelente hotelaria. Conheça um pouco dos atrativos que farão você se surpreender e se apaixonar pela capital de Cuba.

O que ver

O Centro de Havana é onde está a parte histórica da cidade. Por lá, vale a pena fazer uma visitinha pelo Museu da Revolução inclusive pela arquitetura: o prédio – palácio presidencial do general Batista -, datado de 1920, com seus ornamentos e cúpula, é tão fascinante quanto o acervo em si. O espaço conta a história da revolução cubana, dos tempos de guerrilha até os dias atuais e expõe quadros, pinturas e objetos que fazem parte da história de Cuba. Outro museu para se conhecer é o Museu de Belas Artes de Cuba, que é dividido em duas partes. Uma com arte universal que data desde a pré-história e outro somente com arte cubana. Se desejar visitar apenas um deles, escolha o último que é imprescindível, com obras de artistas cubanos renomados como Winfredo Lam e Raúl Martínez.Ainda pelo lado histórico de Havana, a Plaza Vieja, existente desde 1559, é o retrato da evolução da cidade. De cada um de seus quatro lados se erguem prédios de arquitetura surpreendente, construídos no decorrer dos últimos séculos. Um dos mais marcantes edifícios é o Palácio Cueto, obra de 1906 de arquitetura art nouveau. A Calle Mercaderes é outro exemplo de charme pela capital cubana. A rua de pedra onde os carros não passam contém pequenos museus, lojas, restaurantes e diversas opções de entretenimento. Entre os atrativos estão a bodega Mesón de la Flota com shows de flamenco ao vivo e o Museu dos Bombeiros, com exposições dedicadas aos bombeiros de Havana que perderam a vida em um incêndio na ferrovia da cidade em 1890.A Calle Obispo também não pode ficar de fora na hora de decidir o que fazer em Havana durante a lua de mel. Ela está entre as ruas mais famosas da cidade e onde a cena típica cubana acontece – mulheres vestidas as famosas batas cubanas – vestidos usados para dançar rumba -, homens sentados fumando charutos, e a famosa salsa sempre sendo tocada em algum restaurante ou estabelecimento. É uma rua de pedestres, por isso é bastante tranquila e uma caminha é a pedida ideal. Está repleta de lojas, algumas bem grande e outras com pequenas portas onde se vendem souvenires. Para aproveitar um dos cenários românticos de Havana, não deixe de caminhar pelo Malecón, uma avenida à beira mar e um dos lugares mais interessantes da cidade. Ela se estende até o bairro do Vedado e, ver o pôr do sol enquanto se caminha por ela é magnífico! Repleta de sobrados antigos e casarões coloridos de um lado e o mar batendo na mureta do outro, lembra, até mesmo, o cenário de algumas cidades litorâneas norte-americanas.

Onde comer 

La GuaridaInstalado em um prédio de arquitetura que remete a um palácio do século 20, o restaurante tem ambiente elegante e excelente serviço. No menu, pratos da gastronomia local e clássicos internacionais. O restaurante ficou famoso por ser cenário do filme “Fresa y Chocolate”.La GaleríaCom menu variado e bem apresentado, La Galeria é uma ótima opção aos amantes de carnes e peixes frescos. O terraço proporciona uma agradável vista da região, mas os lugares na parte interna do restaurante também possuem o charme e a tranquilidade da decoração local.Ivan Chef JustoUma pequena e estreita porta azul leva para as escadas que chegam no restaurante, no segundo e terceiro andar de um prédio antigo. A decoração elegante possui desde fotos antigas de Marilyn Monroe até fotos da cidade. A gastronomia local tem variedade de carnes e frutos do mar.

Onde ficar

Gran Hotel Manzana Kempinski La HabanaO Gran Hotel Manzana Kempinski La Habana ocupa o edifício (hoje renovado) de um antigo shopping de estilo europeu, construído entre os anos 1897 e 1917. Seus 246 espaçosos quartos e suítes mesclam a arquitetura colonial a elementos contemporâneos, compondo ambientes com elegância na medida certa. Em todas as acomodações, as amplas janelas francesas brindam os hóspedes com belas vistas da Velha Havana. Os bares e restaurantes são uma verdadeira ode à cultura cubana. No Confluencias, a gastronomia é diversificada, mas sua atmosfera aconchegante remete aos paladares cubanos, autênticos restaurantes da ilha.http://rusbankinfo.ru Срочные займы онлайн без справок и поручителей

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someonePrint this pageBuffer this pageDigg thisShare on RedditShare on Tumblr


avatar

Com 28 anos, a Teresa Perez é especialista em criar roteiros personalizados. Os programas são preparados de acordo com os interesses de cada casal. Telefones (11) 3799-4000 | (11) 3390-9000 | (61) 3217-2300.