Quem sabe faz ao vivo

Por  |  0 Comentários



Não foi à toa que nos apropriamos da palavra inesquecível. Além de seu significado especial, ela é um mantra para tudo o que nos propomos a fazer. E na V IC Week Curitiba não foi diferente. Antes mesmo dos holofotes se acenderem e em meio a estandes inacabados, já nos orgulhávamos do que ainda estava por vir. Uma aposta certeira! Foi só abrirmos as portas aos parceiros e convidados para a premissa de que juntos somos inesquecíveis (#juntossomosinesquecíveis) vir à tona.

No dia 15 de maio, o vento de outono soprava sob o imponente Castelo do Batel, enquanto recebíamos para o coquetel de lançamento nossos roteiristas, ansiosos para a abertura oficial, onde as noivas – nossas atrizes principais – entram em cena no primeiro plano, longe de serem expectadoras. Afinal, o ponto-chave da IC Week é essa via de mão dupla, que proporciona uma troca direta através desse canal físico criado pela IC.

Prova de que o evento oferece retorno imediato é o fato de vários expositores já terem fechado os contratos para 2015. Esse ano, o que antes era chamado de Workshop ganhou nova conotação e se transformou na Inesquecível Casamento Week. Segundo o diretor executivo da IC, Fabiano Niederauer, a mudança de nome deu ao evento a dimensão que ele tem, com programações interativas, desfiles, novas tendências e mais de 60 expositores.

fernanda locatelli

 Para os profissionais

 Segundo o decorador João Callas o evento só acrescenta. “Muito mais do que um excelente retorno para todos os profissionais, a IC Week é um lugar para compartilharmos ideias, todos saem ganhando,” enfatizou. A produtora Rossana Lazzarotto faz questão de participar para fidelizar sua parceria com os melhores do mercado e conquistar novas clientes. Já Ilse Lambach, destacou a credibilidade da marca. “As noivas carregam a IC debaixo do braço, a revista é referência para elas. Além de tudo, é um veículo conceituadíssimo no ramo”. Estreando esse ano, a estilista Karla Vivian se surpreendeu com o glamour dos espaços. “Sabia que o padrão da IC era bem alto, mas  ver essa magnitude pessoalmente me arrancou suspiros”, comentou.

 NAMESTER

Interatividade e microfones abertos no Teatro IC

 As atrações do Teatro IC começaram a todo vapor comprovando o dinamismo da IC Week. Com passos delicados e muitos movimentos, a Dança dos Noivos abriu a programação e inspirou quem sonha dar um show no dia do casamento. Em seguida, Rossana Lazzarotto,CDAM DesignDulce MenezesMaria Flor e Me Movelaria debateram em uma mesa-redonda que girou em torno da pauta “Organização do casamento”. Alesandra Mendes, da CDAM, falou sobre a importância do convite, explicando porque ele dita o tom da festa. “Se os noivos capricham, os presentes são melhores, os convidados se arrumam mais e tudo fica alinhado”. Complementando-a Rossana comparou o primeiro projeto do casamento a um “brilhante sem polir”, dizendo que a partir de cada acerto ele ganha vida e as particularidades do casal. “Nossa função é construir uma casa onde os noivos vão receber seus convidados. É preciso sentir o que eles querem para dar o brilho exato”. Entrando nos preparativos, Dulce enfatizou que os noivos devem fazer dessa etapa um momento prazeroso. “O casamento começa nessa primeira fase, é preciso curtir! Contratando bons profissionais não há motivos para se estressar”. Alessandra Isfer, da Maria Flor, entrou nas particularidades desse universo, falando sobre tendências, espécies e contando como tudo funciona. “Hoje o sweet avalanche (rosa clarinho) é a cor da moda e quem promete subtituí-la é um tom mais leve do laranja”. Marieli Rondeau, da ME, finalizou pontuando as diversas possibilidades alcançadas através do mobiliário. “Foi o tempo em que casamentos eram feitos com mesas e cadeiras. Hoje é preciso investir em lounges, daí vêm as estantes, aparadores, mesas altas, poltronas e um visual diferente”. O bate-papo foi animado e ainda contou com uma noiva que recebeu dicas das profissionais.

Depois foi a vez de uma palestra com a produtora Silvia Lopes sobre “Etiqueta no Casamento”. A plateia ficou atenta e interagiu totalmente. Lista de convidados, crianças, trajes e confirmação de presença foram alguns dos assuntos abordados. No final, ela foi convocada para estar no time da IC Week Rio, realizada em agosto, no Royal Tulip, em São Conrado.

_MG_4258apaccini

No sábado, a cerimonialista Lela Eventos, do Rio de Janeiro, explicou o passo a passo dos preparativos no talk show “Vou Casar, e agora?”.  No primeiro momento ela instruiu os noivos a definirem data, local, lista de convidados, orçamento, prioridades e a contratação de uma cerimonialista (é claro!). Para ela, esse intercâmbio profissional é essencial para conhecer novas empresas e trocar contatos. “Vi fornecedores de grinaldas aqui que com certeza indicarei para minhas noivas no Rio. E além disso, sempre é um prazer estar junto com a Inesquecível Casamento”, completou.

Depois, uma mesa-redonda sobre “Produção de Eventos”, com Ilse Lambach, Natalie Chris, Nizo Gomide, Lela Eventos e Marieli Rondeau (Me Movelaria), abordou temas ligados à polêmica “menos é mais” e aos novos protocolos do casamento, como subscrições com o apelido do convidado.

 _MG_2371apaccini

O chef Hermes Custódio, do Buffet Castelo do Batel assumiu o controle do nosso palco discursando sobre a escolha do cardápio. Além de conhecer o perfil dos noivos, ele ressaltou a extrema importância de saber as limitações dos convidados, pois sempre há crianças, veganos ou vegetarianos que precisam ser bem servidos da mesma maneira. A tendência de servir sobremesas mais elaboradas, sinalizando o término do buffet, também foi apontada. “Isso não compete com a mesa de doces, são propostas totalmente diferentes. A maioria das noivas que atendemos têm investido nessa aposta”, garantiu.

O clima continuou quente quando Reynaldo Cavalcantti, da empresa paulista Foto Studio Equipe, subiu ao palco acompanhado de um drone que sobrevou todo o teatro e os corredores da IC Week. Novidades como transmissão do casamento ao vivo pela internet e ângulos inimagináveis foram algumas das pautas que acompanharam as imagens arrebatadoras trasmitidas durante o talk show. Para finalizar, outra mesa-redonda sobre moda e beleza com as disputadas profissionais Mahara Alberttoni, Graciella Starling (SP), Olga Pellanda, Neusa Almeida e Katja Guimarães (Spa Tereza Zanchi). O encanto da chapelaria começou a ser abordado com o frescor que Kate Middleton deu a temática. As maquiadoras conversaram sobre agenda, tendências e a sensibilidade da noiva no dia do sim. Massagens, relaxamentos e projetos feitos especificamente para cada noiva também rodearam a mesa.

 _MG_2577apaccini

Domingo, os encantos da “Pista de Dança” ganharam o contorno da Arte Holográfica e do DJ Kaique Fernandes. Como deve ser o lugar que é o coração da festa? E o tamanho? A Iluminação?… Kaique sugeriu confiar no feeling de quem está contratando. Thaisi Fernandes, da Arte Holográfica, destacou a linha de adesivos texturizados, produzida com material importado para a pista de dança, que pode ganhar as paredes da futura casa depois. No final, ainda rolou um sorteio de uma pista completa para as noivas da plateia.

 Depois foi a vez da cerimonialista carioca Raquel Abdu arrebatar os corações curitibanos em sua palestra sobre “Destination Wedding em Búzios”. O estilo dos noivos e a importância de oferecer comodidade aos convidados foram as principais pautas. Para Raquel, a oportunidade de mostrar um universo diferente da realidade das noivas clássicas do Sul, em um evento com o padrão da Inesquecível Casamento, não poderia ter sido mais prazerosa. “A interação da plateia foi muito bacana. Até profissionais me indagaram! O retorno das noivas foi imediato, elas queriam saber muito mais sobre como funcionava tudo. Acho que plantei a sementinha de ‘casar em Búzios’,” comentou.

 O produtor João Callas discursou sobre “Casamentos de Luxo”, ressaltando o equilíbrio do projeto e como o exagero pode transformar o luxo em brega. No decorrer da programação, surpresa no Teatro IC: uma homenagem a Fernando Rondeau, da ME Movelaria, pelos 20 anos trilhados com dedicação e profissionalismo.

 Para finalizar, uma mesa-redonda sobre “A fotografia do casamento” com a pauta livre e os microfones abertos entre alguns dos melhores do mercado: Anderson Miranda, Marlise Sapiecinski, Reynaldo Cavalcanti (Studio Equipe SP), Roman Fotografias, Guto e Fran Turesso (Studio One), Silvestre Laska (Namester) eUlisses Vidal (Brasa Foto e Vídeo). No show de encerramento com a animada Banda Nobre Arte, a certeza de mais um ano afirmando o compromisso da IC com o mercado e com as noivas.

 _MG_2826apaccini

Na passarela…

Uma das melhores vitrines da moda curitibana estreou em grande estilo a passarela do Teatro IC, abrilhantando o coquetel de lançamento. Aplaudida de pé pela plateia, a estilista Denise Leal abusou de sua originalidade e ao invés de modelos profissionais, convidou suas próprias noivas para o desfile. Tão real quanto os vestidos era a satisfação de cada uma delas ao compartilhar peças feitas sob medida e exatamente como sonharam.Segundo a estilista, o desfile mostrou as últimas tendências da Bergdorf Goodman, uma das lojas de departamento mais sofisticada e charmosa de Nova Iorque.

No segundo dia, a leveza peculiar das peças de Solaine Piccoli ganhou uma conotação inspirada na palavra amor, misturando estilos românticos com elementos contemporâneos. Satisfeita com o resultado do desfile, Gabriela Piccoli disse que a coleção deu ênfase as pedrarias, bordadas com cristais swarovski e pedras naturais brasileiras. O trabalho com rendas, os decotes e detalhes nas costas também estamparam a proposta com toques especiais, além de saias volumosas confeccionadas com cetim duchese e o modelo sereia valorizando a sensualidade feminina.

 3 RETANGULOS

Sábado foi a vez de Karla Vivian mostrar seu talento através de transparências, aplicações e detalhes em tule ilusion trabalhados com renda francesa. A calda removível para dar dois looks ao vestido também foi vista em muitas peças e apontada como tendência pela estilista.

 gessoni_MG_5510apaccini

Seguindo o ritmo da passarela moda-noiva mais fotografada, Gesoni Pawlick abalou a noite de sábado na IC Week. As expectativas para seu desfile já eram grandes. Afinal, só os modelos expostos no estande eram de tirar o fôlego. E quando a primeira modelo entrou em cena, ninguém mais abaixou as câmeras, os vestidos eram – no real sentido da palavra – de arrepiar. A explicação para tamanho sucesso veio de um breve e profundo discurso após o desfile: “Meus vestidos só ficam prontos quando tocam a alma. A vida tem que ter alma”, ressaltou Gesoni. Convidado para o IC Week do Rio de Janeiro 2014 e com presença garantida na próxima edição do IC Week Curitiba, ele já prometeu uma coleção exclusiva para nosso evento em 2015.

 E no domingo, quem encerrou com chave de ouro a passarela do Teatro IC foi a Maison Julyo Borck, que contou com a participação especial da atriz Dig Dutra. Bordados, pedrarias, transparências e alguns detalhes coloridos remetiam à inconfundível e criativa assinatura de Julyo. Suas peças clássicas ganharam toques modernos, que variam de acordo com o sonho da noiva e evidenciam o bom gosto da marca.

_MG_3129apaccini_MG_1949apaccini_MG_1825apaccini_MG_1842apaccini_MG_1913apaccini_MG_1956apaccini_MG_1969apaccini_MG_2068apaccini_MG_2149apaccini_MG_2446apaccini_MG_2441apaccini

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someonePrint this pageBuffer this pageDigg thisShare on RedditShare on Tumblr


avatar

Jornalista mineira, dona de uma coleção de sonhos e apaixonada pelo o que é leve. Nunca subiu ao altar, mas nutre a certeza de chegar lá com seu amor da vida. Adora combinar palavras para contar histórias e assume ter uma queda por casamentos ao ar livre.