Repórter por um dia: IC Week RJ na visão de uma noiva

Por  |  0 Comentários


Com o casamento chegando, dei uma passadinha no IC Week e virei noiva-repórter por um dia. Vem saber, um pouco mais, de como foi!

Olhar de noiva ou de repórter? Será que é possível dissociar as duas coisas? Se o assunto é casamento a palavra é união. Então por que não juntar as duas características? A razão do olhar crítico e a emoção de quem fala de sonho, o desejo de encontrar o melhor para o meu casamento com a função de ajudar outras noivinhas. Noiva-repórter, por que não?

Nessa vida sem rotina de repórter, consegui tempo para dar uma corridinha no IC WEEK RJ. Não tanto tempo como gostaria, mas o suficiente para me encantar e relatar o que curti e o que não curti.

CURTI:

  • Cada estande não vende simplesmente um serviço, faz você passar por uma experiência e entender o perfil de determinado fornecedor. Mexe com o sentimento das noivas. Por exemplo, o espaço da Papel à la Carte com a Olenka Brownies passou a sensação de delicadeza e cuidado enquanto o da Carol Hungria evidenciou uma preocupação com detalhes, dando espaço para a irreverência e o glamour.
  • Os melhores fornecedores no mesmo local. Mesmo quem não pode fechar com tantos profissionais tops tem uma oportunidade real de tirar dúvidas e entender a opinião de determinado cerimonialista, estilista ou fotógrafo que admira através das mesas redondas e talk shows. Os bate-papos acontecem de maneira muito aberta a quem quiser participar.
  • Noivas costumam brigar contra o tempo e o IC Week permite que você economize dias preciosos na loucura que é organizar um casamento. Lá é possível analisar dois fornecedores ótimos ao mesmo tempo sem a necessidade de troca de e-mails e diversas reuniões. Por exemplo, estava em dúvida entre dois fornecedores de brownie, tinha marcado de buscar as provas de um dos fornecedores na mesma semana do evento. Acabei desmarcando porque lá consegui provar os dois juntos e decidi na hora. (Aliás, para as noivas de dieta a quantidade de comida gostosa é um problema. rs)
  • Adorei a ideia dos vestidos das capas na entrada. A recepção estava impactante e era uma amostra do que encontraríamos exposto. O contato com aqueles vestidos tornou uma “capa de revista” algo mais real. Ver os vestidos de perto é diferente de ver na foto, quebra aquele glamour inatingível. A sensação é que poderia ser o seu vestido ali. Aproxima a revista da gente.
  • O IC Week passa a certeza que se você contratar qualquer um daqueles profissionais estará bem servida. Fica claro que estão ali os melhores fornecedores do mercado.
  • A ideia de união de serviços em uma mesmo estande também foi muito legal. Por exemplo, um deles reunia grandes profissionais que trabalham com casamento na Serra (fotógrafo, decorador,…). Facilita muito a vida da noiva que já definiu o estilo do casamento e quer profissionais que tenham o mesmo perfil.
  • O evento reúne também as tendências de casamento. O contato com os lançamentos de cada profissional é evidente. Me chamou a atenção a quantidade de arranjos botânicos e um número menor de flores utilizadas.
  • Casal Garcia lançou o bolo de rolo enorme lindo e super diferente. As versões menores estavam disponíveis para prova e são deliciosas.
  • Adorei os porta-guardanapos da Papel à la Carte que são marcadores de livro. Ele se torna algo útil, uma lembrança para o convidado.
  • Muitos arranjos botânicos com poucas flores e muito verde. Uma tendência que permanece.
  • Na decoração vi uma espécie de painel de rosas brancas aparecer algumas vezes
  • Bolo de projeção do Antônio Maciel Cake Designer causando um impacto enorme. Lindo!
  • Moscow Mule era tendência, agora praticamente obrigatório nas cartelas de drinks dos casamentos.
  • Possibilidade de experimentar as grinaldas no estande da permite entender o modelo que quer e ganhar desconto ao fechar na feira
  • Desfile de noivas da Carol Hungria possibilitando vermos estilos diferentes em noivas de todos os tipos. O recado é que não devemos seguir uma tendência de moda, o vestido tem que ter o perfil da noiva ou ser da maneira que ela sempre sonhou
  • Móveis espelhados com losangos apareceram tanto como mesa de recepção como bares. São lindos, chamam a atenção e dão um ar de luxo. #quero

NÃO CURTI:

  • Achei que dois dias foi pouco. A consequência foi um evento lotado. Pelo menos um dia extra ou um segundo fim de semana daria mais uma opção para as noivas que não podem em determinada data e deixaria o evento um pouco mais confortável para andar e conversar com os fornecedores, já que estava bem cheio.
  • Pelo grande número de pessoa,s as vezes, é difícil ter o contato direto com o responsável pelo serviço. Seria interessante se pudéssemos marcar alguma hora de forma online com os fornecedores desejados em um local reservado, seja antes ou durante o evento. Assim quem realmente tem interesse em um trabalho ficaria mais perto de fechar e o próprio fornecedor iria lidar mais com pessoas que realmente querem contratá-lo.
  • Olenka Brownies também tinha lançamentos, mas não podíamos provar!

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someonePrint this pageBuffer this pageDigg thisShare on RedditShare on Tumblr