Baixe
GRÁTIS
o seu
eBook!
x

DJ de casamento: Pimpo Contursi, talento que vem de berço

Por  |  0 Comentários


Advogado por formação e DJ de casamento por paixão. Conheça a história do profissional que traz no sangue e no sobrenome a paixão pela música!

O DJ Pimpo Contursi nasceu em Porto Alegre, e sua paixão pela música vem de longas datas: antes mesmo de começar a tocar como DJ, já brincava de discotecar com seu pai, o jornalista e radialista Antônio Carlos Contursi, o “Cascalho”. Famoso na década de 1970, ele era apresentador do “Cascalho Time”, programa da rádio Continental direcionado ao público jovem. Anos depois, na década de 1990, seu pai trabalhou em duas rádios em Porto Alegre, onde Pimpo o ajudava a selecionar o repertório musical. “Minha vida sempre teve uma ligação forte com a música. Cresci nesse universo de emissoras de rádio, e ser DJ aconteceu de forma natural”, relembra.

Começou a tocar como DJ nas festas da PUC-RS, onde se formou em Direito, e sua primeira experiência profissional foi em uma festa privada, promovida por sua própria turma da faculdade para arrecadar fundos para a formatura. “O repertório escolhido por mim agradou tanto que meus colegas logo me convidaram para animar outras festas. Desde então, tudo evoluiu de forma natural”. Das primeiras festas, promovidas basicamente por amigos e conhecidos, começou a marcar presença também nas casas noturnas da capital gaúcha, no início dos anos 2000. Mas era cada vez mais difícil conciliar as festas com o trabalho no escritório de advocacia, pois, por mais divertida que fosse, a “maratona” do DJ era cansativa e nunca esteve em seus planos deixar de exercer a advocacia. “Com o tempo, percebi que gostava de ser DJ não mais como uma brincadeira, mas sim também como uma profissão”, relembra. E foi aí o start definitivo em sua carreira musical!

Hoje, Pimpo toca principalmente em festas de casamento, como também em formaturas e aniversários, numa média de seis eventos por mês. “Eventualmente surgem convites para tocar em casas noturnas da capital e de algumas cidades do interior do RS, mas eu não escondo que minha preferência pelas festas particulares”. Com um nome cada vez mais forte no mercado, passou a ser convidado para tocar em muitos casórios pelo Brasil e exterior, como Uruguai, Estados Unidos, Itália e Suíça.

AGENDA E SERVIÇOS

  1. Como funciona para contratar o seu serviço? A contratação é feita diretamente comigo, através do meu site, e-mail ou telefone.
  2. Quanto tempo você normalmente toca na festa? Eu toco do início ao fim da festa (último convidado ou horário limite do local da festa), no mínimo por 6 horas na pista de dança. Já cheguei a tocar por 10 horas.
  3. O que está incluído na contratação do serviço de DJ? ​Apenas o serviço de DJ.
  4. Quais as condições de pagamento e preço médio do seu trabalho? Trabalha com algumas opções de pacote? Caso sim, quais? Um sinal para reserva da data e o restante do saldo próximo a data do casamento.

REUNIÕES

  1. Quantas reuniões costumam acontecer antes de fechar o contrato? Normalmente uma reunião apenas. Às vezes não é necessária reunião porque houve a indicação de outro casal.

ESTILO

  1. Você tem um estilo específico? Toca de tudo? Segue alguma linha? Meu estilo é eclético, não tenho um estilo específico, mas a base de tudo está no estilo “disco” da década de 70 e no pop dos anos 80, 90 e 2000. Até as produções atuais, inúmeras delas de sucesso, têm influências de lá. Todo ritmo do meu repertório, como o house, deep house, EDM terá uma influência dos anos 70, 80, 90 e 2000, como o pop rock, indie rock e hip hop. Tudo depende da leitura que eu faço do público, para agradar o maior número possível de pessoas. Como a música está disponível para quem quiser, só sobrou uma coisa para os DJs que é interferir nas escolhas e no momento em que elas são feitas. O DJ atualmente tem que saber sentir o que as pessoas querem ouvir para dançar.
  2. Se o casamento fosse seu, o que você tocaria? Só música boa para dançar até o amanhecer.

DICAS

  1. Pode dar uma dica para noivos que ainda não contrataram um DJ para o casamento? É importante o casal ter em mente que a festa de casamento é um momento único. Não economize e procure escolher um bom profissional, pois a música é a alma da festa. As pessoas vão se lembrar da festa pela atmosfera de alegria criada pela música.
  2. O que é importante perguntar antes de contratar o serviço? Se o DJ é flexível e aceita sugestões de música e estilos, pois uma festa de casamento é uma festa com convidados de várias faixas etárias e gostos diferentes.

Veja a matéria sobre os DJ’s tops de casamento do Rio Grande do Sul aqui!


CRÉDITOS

1. Everton Rosa | 2. Robson Nunes

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someonePrint this pageBuffer this pageDigg thisShare on RedditShare on Tumblr


ic indica

avatar

Uma sagitariana que tem a alegria como dom. É carioca, jornalista, tem 20 poucos anos e adora ser chamada de Duda. Como uma amante incurável de sorrisos e amores, espera que seu grande dia seja repleto deles. E que, assim como ela, você se torne uma multiplicadora fiel dessa dupla!