Roupa do noivo: ela também é importante!

Por  |  0 Comentários


Texto: Alessandra Pereira 

É verdade que a maior expectativa dos presentes numa cerimônia de casamento é a entrada da noiva e de como será o seu vestido. Mas isso não significa que a roupa do noivo deve ficar em segundo plano, afinal os dois são os personagens principais desse momento tão especial e precisam estar impecáveis.

A escolha da roupa do noivo segue o mesmo parâmetro da noiva, optando por um modelo mais agradável e que combine melhor com seu estilo pessoal. Pensar em conforto não é algo encontrado somente em casamentos mais informais, já que é possível se sentir muito bem dentro de um fraque ou um terno. O importante é que favoreça o corpo e estilo do homem, tenha um bom corte e que possa, inclusive, estar alinhado com as tendências da moda. 

A roupa do noivo deve combinar com a da noiva?

Sim, a roupa de ambos deve combinar e criar uma sintonia com a cerimônia para que os dois se destaquem. É importante que ambos estejam adequados a proposta e vestidos de acordo com o tema. Dessa forma, uma noiva com um vestido longo, bordado e com véu, deve ser acompanhada de um noivo com uma vestimenta mais clássica. Assim como um casamento na praia indica mais descontração para ambos. 

Antes de adquirir a sua vestimenta, o noivo deve atentar para alguns detalhes que o ajudarão a escolher a melhor opção. A primeira delas é saber como será a celebração, ou seja, se será um casamento na igreja, no civil, numa casa de festas, em sítio ou praia, assim como o tom do evento que vai do mais elegante ao descontraído.

Em seguida é pertinente pensar no tipo de traje que pode ser usado. Há opções mais clássicas como o terno, mas há noivos que se casam com uma bermuda e camisa de linho e mantém a elegância do princípio ao fim. A lista inclui ternos, fraques, smoking, calça e camisa, terno e bermuda e o que mais a imaginação permitir.

Foto: Monjardim Noleto

Foto: Produtora 7

Foto: Matheus Coutinho

Foto: Andrei Mihalache

Outra questão que deve ser avaliada é se vale a pena comprar ou apenas alugar o traje. A compra pode ser uma ótima opção para quem deseja algo mais personalizado, feito sob medida  e com total encaixa. E muitos trajes ser usados em outras situações. Já o aluguel é mais acessível financeiramente, principalmente se só for usado para esse momento. Mas seja qual for a escolha, a roupa precisa estar ajustada ao corpo do noivo, sem aparentar larga ou apertada demais, assim como fora do comprimento certo. 

A difícil escolha do traje ideal

Muitos noivos permanecem com dúvidas até a hora de se decidir, já na alfaiataria, fazendo com que acabem escolhendo os clássicos. Os ternos são as opções mais comuns para a maioria dos noivos, sem erro de sair de moda. É também uma opção segura para casamentos em qualquer hora do dia, formais ou informais e até mesmo ao ar livre como campo ou praia.

A diferença é a cor escolhida para o terno. Os mais tradicionais são os cinzas, chumbo e azul marinho, mas há também muitas saídas para o preto e de cores mais destacadas como outros tons de azul, verde, vermelho, amarelo, rosa etc. Uma boa dica para escolher a cor certa é pelo horário da cerimônia: casamentos realizados de manha são perfeitos para ternos claros como cinza claro, bege, off-white, azul claro entre outros tons. De tarde, as cores mais escuras como cinza e azuis mais marcantes, enquanto a noite o preto, azul e grafite são perfeitos. 

O fraque é uma opção clássica de traje para noivos, muito comum em casamentos ingleses e importado para terras brasileiras. Usado em casamentos noturnos, o traje de paletó cinza escuro com calda longa, colete, um lenço branco liso, camisa branca e calça risca-de-giz-, se popularizou mais pela sua versão semi fraque, sem a calda. Já o smoking são ainda mais clássicos e normalmente não é indicado para casamentos, mas SIM para recepções de gala. Quando usados, são voltados para casamentos noturnos e tradicionais, sempre com gravata borboleta, colete, cinta de cetim na cintura, lapela de cetim e camisa branca.

Enquanto a gravata borboleta é peça essencial para o smoking, o fraque requer uma gravata, plastrão ou gravatão de cetim e cm um alfinete com uma pérola no meio. Para os ternos a variedade é bem maior, podendo ser usada a gravata tradicional mais comprida e um pouco larga, um modelo mais estreito, gravatas borboleta colorida ou até mesmo a sua ausência. Para não errar com a gravata, evite as de cores muito berrantes, tão compridas que ultrapassem a fivela do cinto, frouxas na gola e muito largas.

Foto: Monjardim Noleto

Foto: Juliana Pessoa

Foto: Salamonde fotografias

Para não errar, combine sempre as cores do sapato com o cinto. As meias também devem combinar com a cor da calça, logo se for uma calça preta, elas devem também ser pretas, se a calça for marrom, as meias ideais são da mesma cor ou em tons de bege, assim como calça azul pedem meias azuis. Evite usar meias brancas ou muito curtas. 

Mas o bom das regras é que muitas podem ser quebradas. Em casamentos na praia, por exemplo, o noivo pode ficar com o pé no chão, sem nenhum calçado ou usando uma sandália. O chapéu também é um acessório diferente que pode ficar um charme nessa ocasião. Há noivos que usam tênis na cerimônia e ficam um verdadeiro charme, enquanto outros escolhem um colete com uma padronagem diferente. O importante é manter sua autenticidade e a elegância do protagonista da festa. 

 


Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someonePrint this pageBuffer this pageDigg thisShare on RedditShare on Tumblr