Stella Fischer: em nome da moda

Por  |  0 Comentários


Texto Laura Siqueira

Modelos românticos saem a cada semana das mãos experientes de . Suas noivas – verdadeiras princesas, segundo ela – a procuram em busca de nobreza em uma releitura contemporânea do estilo clássico. E é esse o trabalho da estilista: realizar sonhos em forma de vestido.

Perfil setlla fischer capa - Foto: Divulgação

Natural de Recife, começou cedo na arte de costurar sonhos. Aprendeu com a mãe, uma grande costureira da cidade, e, já aos 22 anos, criava seu primeiro vestido de noiva para uma amiga. Quando se mudou para o Rio de Janeiro, em 1974, apesar de formada em Comunicação Social, continuou trilhando seu caminho na moda.

Hoje, é um dos grandes nomes da moda nupcial na Cidade Maravilhosa e tem em sua clientela fiel muitas famílias tradicionais. Por isso, não é raro, em alguns eventos, fazer não apenas o vestido da noiva, mas também da mãe, sogra, irmãs e madrinhas. Prova do prestígio e confiança que conquistou ao longo dos anos com seu estilo clássico e discreto.

Perfil stella fischer stella e noiva - Foto: John Kirchhofer

Há alguns anos, Stella fez de seu amplo apartamento no bairro de São Conrado o seu atelier. É lá onde ela faz o primeiro contato com as noivas, descobre seus desejos e mostra como pode realizá-los. “Com a internet, elas chegam com muitas opções e tendências na cabeça, mas a quantidade de informação também faz aumentar a insegurança”, afirma. É aí, então, que entra o trabalho da estilista, ao criar algo único e personalizado e também orientar, tranquilizar e passar confiança à noiva em um momento tão especial. “Corpo, peso, altura e estilo devem ser levados em conta para a criação do modelo que valorize os atributos de cada uma. Cabe à profissional analisar estes pontos, entender sua personalidade e ajustar os sonhos a uma realidade que a deixe feliz com o resultado”, finaliza.

Para que ao final o vestido fique como o idealizado, Stella segue algumas etapas de produção características da alta costura, sempre começando com um primeiro encontro para que ela mostre as características de seu trabalho, o corte e o caimento de suas roupas. Em seguida vem a parte mais difícil para quem está prestes a subir ao altar: a escolha do modelo, tecidos, rendas e acabamentos dentre um grande número de opções. Para a criação da modelagem e produção do vestido são precisos alguns encontros, mas o número depende da ansiedade de cada uma para vê-lo pronto. Cerca de três a cinco dias antes do casamento é feita a última prova para os ajustes finais.

Tanto cuidado e amor em cada trabalho é dividido pela estilista com uma equipe fiel que a acompanha há muitos anos. Alguns bordados especiais são feitos em Recife por uma unidade de bordadeiras sob a coordenação da irmã de Stella, Amara Fischer. Maio continua sendo o mês em que mais trabalham, o famoso mês das noivas, mas o clima ameno de outubro vem despontando com força no mercado casamenteiro.

A experiência de mais de mil vestidos no currículo – todos entregues com perfeição – não tira o brilho no olhar e a satisfação ao dar início a um novo projeto. Vale tudo para ver uma noiva sorrir. “Devemos é realizar seus sonhos. O que não pode é deixá-la infeliz no grande dia”, conclui.

Perfil stella fischer noiva ao vento - Foto: Renata Xavier

“Tenho uma relação de amor com as minhas noivas. Elas me adotam como uma segunda mãe, que as acompanha em alguns dos momentos mais importantes de suas vidas” finaliza Stella.


Créditos

1. Foto John Kirchhofer  |  2. Foto Renata Xavier

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someonePrint this pageBuffer this pageDigg thisShare on RedditShare on Tumblr