Silvia Lopes Eventos Especiais: sinônimo de elegância e bom gosto em casamentos

Por  |  0 Comentários


Texto: Júlia Cerqueira

Silvia Lopes sempre trabalhou com projetos de design de interiores, e realmente se encontrou na produção de casamentos.Especialmente no Paraná, sua empresa Silvia Lopes – Eventos especiais, oferece a parte de projetos, com planta baixa e 3D, assessoria completa e, para uma experiência completa dos noivos, também entrega a parte de cerimonial do dia. Uma experiência completa que vem amadurecendo ao longo dos anos junto com a Inesquecível Casamento. 

Essa profissional incrível bateu um papo muito legal em mais uma #LivedoNied. Confira.

FN: Por onde começa a produção do casamento?

SL: A primeira conversa com a noiva, independente do segmento que o profissional trabalhe, e principalmente aqui no Paraná, é entender o que essa noiva pretende, qual o perfil dela, o que ela espera dessa festa, quanto ela quer investir naquela festa. Você tem que entender ao máximo aquele casal e o que ele espera de você.

Quanto mais personalizado for o serviço do produtor, mais maravilhosa vai ser essa relação do planejamento, mais satisfatório vai ser o resultado final, mais satisfatória vai ser essa experiência. Então na primeira conversa a gente quer ouvir o casal.

FN: Nessa conversa com a noiva, você já deve ter algumas perguntas definidas para entender o que ela quer. É aí que já começa o projeto para decoração?

SL: Não… todo projeto de decoração tem que vir com um amadurecimento do casal, porque às vezes o casal chega para você com uma ideia e na hora que ele começa a viver o processo do projeto do casamento, ele também vai mudando de opinião, vai tendo outros entendimentos, vai identificando seu estilo enquanto noivo e noiva.

Então o primeiro exercício, que eu acho obrigatório, e que nós fazemos com os nossos casais é o moodboard e inspiration board, para que eles nos enviem todas as referências do que eles acham bonito, do que agrada, do que encanta… junto com isso também mando um questionário para eles perguntando o que é importante na festa. A primeira fase é de estudo.  

FN: Como você faz a montagem do seu time de fornecedores?

SL: Eu tenho alguns critérios de seleção de fornecedores com quem eu trabalho. Eu sou muito conservadora porque nós temos muita responsabilidade na indicação. E entre a contratação e o dia da festa, nós temos meses pela frente. Então essa empresa precisa estar saudável para fazer essa entrega na data da festa. Então nossos fornecedores atendem a esse requisito. São fornecedores sólidos no mercado, pessoas que comprovadamente sabem fazer festa, empresas sadias financeiramente. Isso é muito importante pra gente. O segundo ponto é se essa empresa tem timing de casamento. E terceiro, que esse fornecedor seja meu parceiro e parceiro do meu cliente.

FN: Como você concilia com a sua agenda profissional às necessidades pessoais da noiva?

SL: Hoje casamento não é mais para amadores. Está cada vez mais profissional e a tendência é ficar ainda mais. A questão é a seguinte: a gente tem um sonho e a gente precisa criar ferramentas para que ele possa acontecer… então, por exemplo, todos os nossos agendamentos são feitos pelo Google Calendar, ou seja, fez o agendamento já entra na agenda do casal. Ele já sabe que vão ter aqueles compromissos na semana. Em paralelo a isso, também oferecemos a parte de gerenciamento financeiro. Nas primeiras reuniões eles já recebem um panorama de toda parte financeira da festa. E em terceiro, desenvolvemos um check list exclusivo e personalizado para as nossas noivas deixarem na bolsa. Assim, nós conseguimos deixar nossas clientes menos ansiosas (…) uma das nossas funções durante a produção é otimizar e estruturar o planejamento do casamento de torme que não se torne um peso para a noiva.



FN: Silvia, fala um pouquinho do timing do casamento…

SL:Logo no início a gente já decide o cronograma do casamento. Claro que não é um cronograma tão rígido, e ele é definido de acordo com o tempo que a gente tem para organizar o casamento e de acordo com o tempo disponível dos noivos. Eu sempre sugiro que a gente faça primeiro a contratação de serviços exclusivos: se você quer muito um serviço, é esse serviço que precisa ser contratado primeiro. A segunda etapa é a de projeto. É importante que o casal vivencie um pouco desse planejamento do casamento para que ele chegue mais maduro quando a gente chegar na parte de projeto.Em paralelo segue a assessoria e mais próximo do dia, trabalhamos a gestão.

FN: Falando de alimentos e bebidas, qual a quantidade (por pessoa) de doces em uma festa?

SL: Aqui no Paraná, a gente recomenda, em média, oito doces. Se você tiver entre 10 e 12 tipos de doce, a gente recomenda oito doces por convidado. Se você tiver uma mesa com 20 doces, é de bom tom que você aumente esse número.

FN: E no buffet, como você trata essa questão de quantidade com a noiva?

SL: Hoje, a gente não pode mais trabalhar com um número inferior de convidados. A gente não pode ir para um casamento com uma quebra de 30%, por exemplo. Cada convidado tem um custo efetivo (…) então é importante os convidados confirmarem a presença ou avisar se não puder ir.

FN: Como você lida com a questão dos convites? Você incentiva a ter convite impresso?

SL: Meu cabelo fica em pé quando não tem um convite impresso! Eu acho que o convite impresso, independente do estilo e casamento, ele é mais que obrigatório, afinal o casamento é o maior compromisso social! Eu entendo toda a flexibilidade de hoje, mas o convite é o primeiro contato físico que os convidados têm com o casamento!

FN: Como você lida com a fotografia?

SL: Uma coisa que eu penso e que às vezes os noivos não conseguem vislumbrar em relação à fotografia e que é muito importante: o bom fotógrafo de casamento tem timing. É uma lágrima que corre, é uma cena bonita… o fotógrafo de casamento tem que estar muito atento ao que está acontecendo. Ele é arrojado, é um profissional diferente porque ele não vai perder o timing do casamento. A entrada da noiva por exemplo, é uma das cenas mais deslumbrantes do casamento, E quantos segundos dura essa entrada? Esse profissional não vai perder esse momento.

FN: Com relação a decoração, o que o mercado tem disponível?

SL: Todo mundo que vai fazer uma festa, precisa entender que o pilar de uma festa, quando a gente fala de projeto de decoração envolve: fechamento (tudo o que envolve tecido), mobiliário (tudo que envolve móvel estrutural), floral e paisagismos, os enxovais (louça, toalhas, guardanapos, bandejas) e personalização.São vários pilares que compõem um projeto de decoração, mas é claro que nem todo fornecedor vai ter todo material, ou vai conseguir absorver (dentro do material dele) novidades a todo tempo. É aí que entra a figura do decorador ou produtor para extrair o melhor e personalizar da melhor forma para evidenciar a personalidade do cliente.

Foto Adalberto Rodrigues

Foto Fred Kendi

Foto Adalberto Rodrigues

Foto Fred Kendi

Foto Adalberto Rodrigues

Foto Fred Kendi

Foto Adalberto Rodrigues

Foto Fred Kendi

Foto Adalberto Rodrigues

Foto Fred Kendi

Foto Adalberto Rodrigues

Assista na íntegra esse bate-papo enriquecedor e não perca nenhum detalhe desse encontro maravilhoso!

 

Ver essa foto no Instagram

 

#livedonied #juntossomosinesqueciveis #inesquecivelcasamento #ic18anos #clubeic

Uma publicação compartilhada por Inesquecível Casamento (@inesquecivelcasamento) em

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someonePrint this pageBuffer this pageDigg thisShare on RedditShare on Tumblr