Luciana Krizanowski: pequenas atitudes que podem mudar vidas

Por  |  0 Comentários


Júlia Cerqueira

Ao que tudo indicava, 2020 seria um ano promissor. Ninguém esperava que uma pandemia pudesse causar tantos estragos. Mas graças à atitudes de pessoas como Luciana Krizanowski, algumas ideias surgem e podem tornar esse momento menos doloroso para muitas famílias.

No início de junho, Luciana queria fazer uma campanha para o Première Valse e mandou a ideia no grupo de WhatsApp das mães debutantes do ano. A ideia inicial era fazer uma campanha para envolver as meninas em uma ação para que elas entendessem o real significado de ajudar o próximo. Além disso, Lu pensou que na quarentena todos estão mais tranquilos em casa e com mais tempo para divulgar e ajudar.

“Então uni essas duas situações: ajudar alguém e fazer isso na quarentena! Inicialmente a ideia era fazer cobertor, arrecadar alimento e procurar uma instituição para organizar as entregas”afirma, Luciana.”

Em uma entrevista pra sua websérie, tudo mudou. “ Fui entrevistar a Alessandra, da Maria Flor e ela comentou comigo que alguns floristas, garçons e maitres conversaram com ela que estavam em uma situação muito difícil.Nesse momento que eu ouvi que o nosso pessoal, que faz as nossas festas, estavam nessa situação, decidi que o Première iria destinar a campanha para o pessoal de eventos”.

Todos estão muito engajados nessa causa! Somente uma das estudantes do Première, Fernanda Juhnghaus, conseguiu arrecadar 57 cestas básicas! Para a campanha, estão sendo recolhidos cestas básicas, alimentos não perecíveis e algumas coisas diferentes, como biscoitos, pensando nas crianças das famílias. 

A distribuição está sendo feita para todos os colaboradores que trabalham com a taxa do dia do eventos (garçons, equipe de limpeza, montadores, floristas, seguranças, copeiras, entre outros). “Como estamos parados desde 16 de março, então esse pessoal está sem receber nada desde então. E não temos noção de quando voltaremos, então destinamos as contribuições para esses colaboradores”, comenta Luciana.

O ponto de distribuição e arrecadação das cestas é na loja da Maria Flor, que fica na Alameda Princesa Izabel, 1324 – Batel, Curitiba. Lá tem um estacionamento grande, coberto e bem ventilado.  

A campanha vai até o dia 13 de julho. Para doar, basta levar os alimentos na loja da Maria Flor em horário comercial, das 10h às 16h ou informar pelo Instagram do Première (premierevalse) ou da da loja (mariaflorcwb) que tem alimentos para doar e nós faremos o recolhimento.

Quem for levar suas doações não precisa nem entrar na loja. Os próprios colaboradores fazem o recolhimento no veículo. Todos estão usando máscaras e luvas. Tomando todos os cuidados de prevenção. 

Para quem for receber as doações, a equipe da Maria Flor está chamando os maitres e eles estão indo aos poucos fazer o recolhimento, para não ter aglomeração. 

Se todos fizerem sua parte, em breve sairemos dessa ainda mais fortes! 

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someonePrint this pageBuffer this pageDigg thisShare on RedditShare on Tumblr