Boutique de 3: as casamenteiras queridinhas das celebridades

Por  |  0 Comentários


Júlia Cerqueira
Responsáveis pelos casamentos das celebridades mais badaladas do paí­s, as sócias Edda Ugolini Martins, Elisa Tavares Bueno e Gizella Luglio fazem sucesso entre os clientes mais exigentes de São Paulo e do mundo. As três amigas se conheceram  enquanto ainda trabalhavam com uma das grandes pioneiras em assessoria para casamento, Vera Simão. Experiência que deu bastante bagagem para que em pouco tempo Elisa, Gizella e Edda abrissem seu próprio negócio, a Boutique de 3. 

Vera Simão foi uma grande apoiadora do negócio e indicou vários clientes para que as meninas pudessem começar, logo menos, a Boutique de 3 se transformou em sucesso.E hoje, há 12 anos no mercado, é referência em festas de casamento e as queridinhas das celebridades. No portfólio da Boutique de 3 está a realização dos casamentos de Preta Gil, Victoria Linhares, Helena Bordon, Gabriela Pugliesi, Helena Lunardelli, Juliana Carvalho, Alok e muitos outros!

Quer conhecer um pouquinho mais dos bastidores da Boutique de 3? Então confira aqui um pouquinho do bate-papo da Inesquecível Casamento com essas profissionais incríveis!

Vocês criaram uma empresa com um nome bem pensado, alinhado ao propósito de vocês. A Boutique de 3 faz casamentos no mundo todo e  não só em São Paulo. Como as tarefas são divididas entre vocês?
Boutique de 3: Cada uma cuida de um casamento por inteiro. A gente pode ajudar, a gente sempre bate bola. Estamos sempre juntas na mesma sala, então escutamos o que a outra está falando e damos pitaco (…)mas quem atende a noiva na primeira reunião é quem vai seguir com ela até o final do casamento(…)Em um casamento são muitos detalhes e não se pode perder informação. Quando é fora de São Paulo ou do Brasil, dependendo do tamanho do casamento, tentamos levar, além das meninas da nossa equipe, mais uma sócia junto. A gente também fica nervosa, e se acontecer algum imprevisto, tem a outra ali para apoiar e coordenar tudo!

A cerimônia é  o momento que realmente concretiza o casamento, ou seja, é importantíssimo! Cada vez mais as noivas então pensando nesse momento pra emocionar.O casamento do Alok por exemplo, foi emocionante com o nascer do sol no Cristo Redentor. Fala um pouco da cerimônia, do emocional e desse visual que as pessoas têm se preocupado tanto.

Boutique de 3: Quando passa essa parte de uma cerimônia ao ar livre que a gente conseguiu fazer bem feito por causa do tempo, quando acontece tudo perfeito, sai um peso das nossas costas (…) a gente fica com medo de não dar certo, então combinamos tudo previamente com o celebrante. Se começar a chover ou parecer que vai, discretamente a gente vai pedir pra alguém avisar pra acelerar(…) é um momento muito tenso. Está todo mundo focado no altar e tudo tem que sair perfeito(…) Tem muito a ver com o timing. Quando é ao livre, como esse do Alok que você citou, a gente tem tem q estar muito ligado no tempo e no horário. Tem noiva que quer tirar foto durante o pôr-do-sol, então não pode ter atraso da noiva, na maquiagem, na cerimônia para que as fotos sejam tiradas.

Eu vejo que no making off tem poucas fotos, acredito que seja por causa de atrasos. O que pode ser feito para noiva não atrasar tanto?

Boutique de 3: Hoje as noivas têm sido mais regradas. As igrejas em São Paulo por exemplo, têm muitos casamentos por dia, então não pode atrasar. Meia hora de atraso e não mais que isso(…) os profissionais também estão mais conscientes com os atrasos. Se percebemos que está demorando muito, a gente começa a ligar! Então para que isso não aconteça nossa dica é: tenha uma equipe de maquiadores e cabeleireiros para você e outra para suas madrinhas. Além disso, faça um cronograma com o maquiador, com a equipe de foto e de filme, calcule o trajeto até o local para fazer tudo com calma. Assim, você fica pronta com antecedência e faz toda as fotos que quer sem atrasar a cerimônia.

É muito importante o entrosamento entre vocês (assessoria) e o time de fornecedores. O que é indispensável na busca para a contratação deles?

Boutique de 3:A gente tenta muito trabalhar com pessoas da região(…)o DJ é um profissional que a gente acha que pode levar da cidade de origem dos noivos, já que o estilo pode ter mais a ver. O fotógrafo e o vídeo também, porque tem muito depois para escolher as fotos e a edição(…) buffet e decoração, por exemplo a gente tenta usar o trabalho do povo da região. Quando é internacional, são culturas muito diferentes da nossa, já tiveram vezes de levarmos profissionais para ajudar-  não o buffet inteiro – para dar aquele pitaco brasileiro. São detalhes que fazem a diferença para cada um e isso varia muito de casal para casal.

Vocês gerenciam o casamento como um todo, assim como o decorador. Até que ponto vocês também precisam saber dos itens de decoração pra poder auxiliar no dia com que a coisa funcione na montagem?

Boutique de 3: A gente se envolve 100%. Até porque a noiva também quer saber se está tudo certo e para isso precisamos saber de todos os detalhes, unir todos os fatos para tudo acontecer da melhor forma. Afinal são duas cabeças – a nossa e a do decorador – trabalhando juntas para o objetivo da noiva.

Uma coisa que sempre gera confusão é a lista de convidados. Como montar a lista ideal?

Boutique de 3: Sempre falamos paras as noivas que a parte mais chata desses preparativos é fazer a lista de convidados e entregar os convites. Então a dica que a gente dá é que a primeira coisa que o  casal deve fazer é essa lista! (…)Sem visualizar, os noivos não tem noção do que são 200 convidados em um lugar por exemplo. E uma coisa muito importante é que cada convite vale para duas pessoas. Raramente uma pessoa vai a um casamento sozinha, então isso é muito importante de pensar (…) então faz a lista e põe TODO MUNDO e depois começa o corte.

Como calcular a quantidade dos doces?

Boutique de 3: Nós aconselhamos fazer seis doces por pessoa quando o casamento começa a partir das 19h. A partir das 16h, em fazenda por exemplo, a gente calcula oito doces por pessoa, pois nesses casos os convidados tem dois timings de ir na mesa de doces: após o jantar e durante a madrugada. Já os bem-casados, calculamos três por pessoa. Tem noiva que acha pouquíssimo e tem noiva que acha muito, mas esse cálculo sempre deu certo.

Como é a organização da mesa de doces. como manter a mesa de doces organizadas.

Boutique de 3: A primeira coisa a fazer é ter uma copeira para ficar ali do lado da mesa. Assim conseguimos manter ela sempre arrumada. Além disso, essa profissional precisa saber o sabor dos doces para informar caso alguém pergunte. A gente sempre fala que é bom ter duas copeiras, às vezes uma precisa ir ao toalete e a mesa fica sozinha; é nessa hora que dá algum pepininho. Outra coisa também, é que a copeira precisa saber cortar o bolo!(…) Então a gente sempre fala para a copeira que na hora que ela perceber que a mesa de doces está sendo atacada, é a hora de cortar o bolo(…) Se a pessoa chega ali na mesa e ele está todo cortadinho, a pessoa sente vontade de comer.

E o cálculo para a garrafa de Gin?

Boutique de 3: O consumo de Gin aumentou muito e isso fez com que o consumo de champanhe por exemplo, caísse. Nós calculamos uma garrafa para quatro pessoas. Mas nós gostamos muito de ter uma troca com os fornecedores, e nesse caso, a equipe do bar sabe muito mais do que a gente, então geralmente são eles quem definem.

A festa tem alguns pilares como alimentos e bebidas, a música, o local, a produção como um todo, a decoração e outros. Vocês costumam, no primeiro atendimento, observar o que a noiva valoriza mais?

Boutique de 3: Isso que leva o casamento ter a cara dos noivos. É nesse momento que vemos a importância de de cada elemento, o que eles gostam e o que é essencial para eles. É aqui que a gente consegue dividir muito bem o budget deles. Aqui selecionamos alguns momentos dessa entrevista maravilhosa com as meninas da boutique de 3. Aqui embaixo você pode acompanhar esse bate-papo na íntegra. Não deixe de assistir!

E se você quer saber sobre as mega produções, dicas e bastidores dos mega casamentos organizados pela Boutique de 3,  assessoria liderada pelas wedding planners Edda Ugolini, Gizella Luglio e Elisa Tavares , conheça o livro “Casando com Boutique de 3”, em mais uma publicação da 3R Studio. São 16 capítulos que dividem com noivas e profissionais todos os processos antes, durante e pós-execução. Compre agora!http://rusbankinfo.ru Срочные займы онлайн без справок и поручителей

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someonePrint this pageBuffer this pageDigg thisShare on RedditShare on Tumblr