Noivos na Pandemia: Como os casais vêm lidando com a Covid-19

Por  |  0 Comentários


Texto Anna Clara Mellado

A IC conversou com duas noivas que enfrentaram de frente a Pandemia do Corona Vírus e tiveram que repensar em seus sonhos

Imagina planejar seu casamento com muita antecedência e quando finalmente a data se aproxima, uma Pandemia surge antes que ele aconteça? Foi o que aconteceu com alguns noivos na Pandemia aqui no Brasil – e certamente pelo mundo todo. A IC conversou com duas noivas que enfrentaram de frente a Pandemia do Corona Vírus e tiveram que repensar em seus sonhos. Uma delas, a Thaís Alvarez, ganhou até uma festa surpresa no dia em que seria o casamento e conversou com a IC para contar todos os detalhes. Já Beatriz Davilla, decidiu junto de seu noivo, realizar a cerimônia mesmo assim, de forma bem mais simples.

Thaís, Administradora de 33 anos e Leandro M. Bruno, Médico Urologista de 33 anos, ambos do Rio de janeiro, se conheceram em 11 de abril de 2015, mas nada aconteceu, exceto uma coisa: o amor à primeira vista. Depois desse “encontro”, passaram-se três anos, até que Leandro convidou Thaís para um jantar (totalmente inocente, segundo ele) e eles nunca mais se separaram.

O jantar “totalmente inocente” | Arquivo Pessoal

 

No dia 9 de maio de 2019, veio o pedido de casamento, que aconteceu em Nova York e, para a surpresa da noiva (claro, ela disse “sim”), o pedido já veio com data marcada, local da cerimônia e da festa, além do pré-wedding no Central Park e as fotos do dia do pedido, feitas por um fotógrafo profissional, amigo do noivo. Um sonho, não é mesmo?

O pedido de casamento, em Nova York | Paulo Basseto Photography

Foto: Paulo Basseto Photography

Foto: Paulo Basseto Photography

Foto: Paulo Basseto Photography

Foto: Paulo Basseto Photography

Foto: Paulo Basseto Photography

Foto: Paulo Basseto Photography

 

A partir daí, o casal começou a correr atrás de tudo para que o casamento acontecesse em 18 de abril de 2020. Em 9 de março, 70% dos convites já haviam sido entregues e a expectativa estava alta, até que uma notícia chegou para mudar tudo em nosso dia a dia: a Pandemia da Covid-19.  Segundo a própria Thaís, foi uma desconstrução de um sonho e uma decisão nada fácil. O adiamento aconteceu. A primeira coisa foi adiar a lua de mel – que seria em Maldivas, Paris, Nova York e Orlando (tipo a volta ao mundo, segundo a noiva) – já que as viagens já estavam sendo afetadas pela Pandemia, mas o casamento ainda estava marcado. Certo dia, Thaís chamou seu noivo e foram até o Mosteiro onde o casamento estava marcado. Chegando lá, eles pediram por um sinal e o que viram foi: o lugar onde se casariam estava todo em obras. Juntos, decidiram então adiar a data. No mesmo dia, ele começou a ligar para os fornecedores, tentando encaixar uma data para todos e conseguiram: 7 de novembro de 2020.

Logo após essa visita, escolas de todo o país fecharam por conta da Pandemia e noivos do Brasil todo passaram a, cada vez mais, adiar seus casamentos. Começou o processo de aditamento de contrato. Segundo os noivos, não houve nenhum estresse, já que quase tudo já estava pago. Apenas precisavam encontrar uma data favorável a todos. Como a quarentena se estendeu – e segue em andamento – eles começaram a perceber que, se o casamento acontecesse em novembro, corriam o risco de muita gente não ir, principalmente os idosos, além de terem que se casar de máscara e não poderem receber e dar abraços – realmente não era o clima que eles queriam. Repensaram e conseguiram achar uma data em comum entre todos os fornecedores, mas dessa vez, foi bem mais difícil, já que quase todas as datas para ano que vem já tinham sido preenchidas. Eles tiveram que contar com a boa-vontade do padre, que falou todas as datas disponíveis e finalmente conseguiram um dia em comum para todos: 1º de maio de 2021, com muita luta, ligação e choro – a noiva declarou que entrou em surto. Apesar de tudo, eles têm fé que vão conseguir se casar.

As negociações

Como ganharam mais tempo, Thaís e Leandro estão agora no processo de refazer os contratos. Eles já pagaram quase tudo, exceto algumas partes que são acertadas sempre próximo à data. A única questão que está em negociação, é um ajuste no preço das flores, que é normal acontecer. De resto, tudo está resolvido.

 


 


 

 

A tomada de decisão e a esperança

Não foi fácil fazer essa alteração. Foi realmente a desconstrução de um sonho. Porém, Thaís e Leandro sabem que não estão sozinhos nessa. Quantos casais não tiveram seus sonhos interrompidos pela Pandemia? O importante é manter a esperança de que o grande dia vai chegar e seguir todos os protocolos para que esse vírus não afete mais ninguém.

Surpresa especial no dia em que iriam se casar

No dia 18 de abril – data em que aconteceria o casamento esse ano – Thaís preparou algumas surpresas: um café da manhã caprichado e um jantar especial, porém, Leandro chegou às 16h da tarde com um vestido branco, mandou ela se arrumar em 5 minutos, porque tinha um casamento surpresa lhe esperando no condomínio. Quando chegou lá, a noiva se deparou com grande parte de seus amigos e familiares numa live e até um padre, ao vivo, para dar uma bênção especial aos noivos. A pequena cerimônia foi feita num espaço aberto, apenas com os dois presentes. Além disso, mais de 30 pessoas enviaram vídeos para o casal, deixando tudo mais especial.

 

Ao fim da bênção, uma festa online com o mesmo DJ que tocará na festa, aconteceu de forma remota, onde todos puderam dançar de suas casas. “Isso é até uma dica para o pessoal que está nessa angústia de: será que vamos conseguir fazer? No dia, faça alguma coisa especial, não deixe passar em branco. A data que a gente escolheu não é a data que Deus escolheu pra gente, mas a gente aceita e o importante é fazermos algo juntos, nem que seja a dois”, disse Leandro.

 

 

 

 

 

 

O casamento do civil será em julho – o casal achou melhor não cancelar para não perder dinheiro, já que não está fácil para ninguém. No fim, são várias datas que ficarão marcadas em suas vidas: 18 de abril de 2020 (data original e casamento surpresa), 7 de novembro de 2020 (data que o casamento foi remarcado), 22 de julho de 2020 (casamento no civil) e 1º de maio de 2021, a nova data do casamento, que acontecerá no Mosteiro de São Bento, no Rio de Janeiro, com festa marcada na Ilha Fiscal. Após nossa conversa, o noivo assegurou que, em novembro, ele chegará com um vestido branco novamente para celebrar a data. Um casal que, em meio à tantos transtornos, soube usar a alegria e o humor a favor deles, que saíram satisfeitos com o resultado dessa “aventura”.

Quando a Pandemia não interfere tanto assim nos planos

Beatriz (33) e Rogério Araújo (46) se conhecem há 9 anos. Ela, Guia de Turismo, ele, Funcionário Público, já se conheciam e, em 2018, em uma viagem para a Disney com a filha, a ficha caiu e eles perceberam que precisavam um do outro. Quando retornou após 12 dias fora, o pedido de casamento aconteceu. O casal, muito pé no chão, nunca sonhou com festa ou algo grandioso. Preferiram gastar o dinheiro com algo mais duradouro ou com o lazer de seus filhos – uma menina de 13 anos por parte dela e uma de 15 anos e um de 11 anos por parte dele.

Foto: @fotografothiagodpereira

Foto: @fotografothiagodpereira

Foto: @fotografothiagodpereira

 

No mês seguinte à viagem (janeiro de 2019), eles foram morar juntos e começou então a ideia de se casarem oficialmente. A saga começou: a procura pelo vestido ideal – e o adiamento, 2 vezes, da data no cartório por não encontrar o mesmo, já que para a noiva, o que importava mesmo, eram as fotos e o vestido.

Com a Pandemia, muitos casais tiveram que repensar sobre seus casamentos, mas nem todos adiaram. “Quando conseguimos essa data para o mês das noivas e em meio à pandemia, refletimos e decidimos enfrentar, pois seria o motivo ideal para pular a parte da festança. Apenas as pessoas que realmente importavam estavam presentes e, em casa, fizemos uma decoração bem minimalista para as fotos de recordação. Simples e perfeito”. O casamento aconteceu no cartório da Barra da Tijuca (RJ), no dia 14 de maio, sem festa. O pós foi um almoço em casa, apenas com os filhos e padrinhos.

 

Fotos: Arquivo Pessoal

 

A Pandemia certamente chegou para mudar muitas coisas. Algumas pessoas adiaram seus sonhos para o próximo ano, outras escolheram enfrentar esse momento e realizá-los de uma forma – bem – diferente. A única coisa que não muda, é o amor. Desejamos às noivas e a todos os noivos que estão lendo essa matéria, muita força para enfrentarem esse momento da forma mais positiva possível, com a certeza de que o grande dia virá, assim que possível.

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someonePrint this pageBuffer this pageDigg thisShare on RedditShare on Tumblr