IC Responde: a diferença entre véu e mantilha

Por  |  0 Comentários


Lucélia Caldatto nos ajudou na missão e apresentamos a vocês a diferença entre véu e mantilha. Veja!

O wedding world é maravilhoso e não tem como negar. Mas não se deixe enganar: nem tudo serão flores até chegar ao altar – principalmente para as novatas, que até dominaram as tendências e preferências, deparam-se com muitas interrogações. A diferença entre véu e mantilha, por exemplo, causa burburinho e dispara como uma das dúvidas mais recorrentes entre as noivas e futuras noivas.

Pensando nisso, lançamos agora o IC Responde: com o apoio da estilista Lucélia Caldatto, te explicamos de forma simples e prática a função e as características de cada um. Quer ver só?

QUAIS AS PRINCIPAIS DIFERENÇAS ENTRE O VÉU E A MANTILHA?

Lucélia: ambos servem pra dar acabamento ao look da noiva. O véu pode ser de vários tamanhos e modelos, e geralmente é feito de tule liso ou de camadas, podendo ter borda de cetim ou sem acabamento mesmo. Já a mantilha pode ser rendada ou de tule com as bordas em renda (fazendo um contorno). Pode ser longa ou na altura do cotovelo.

QUAIS OS TIPOS DE VÉU? COMO SÃO UTILIZADOS CADA UM?

Lucélia: listamos alguns modelos principais. Veja:

Véu catedral: é aquele usado na maioria dos casamentos em igrejas. Mais longo, com vários metros de tecido (de 3 a 6 metros), além de alongar a silhueta é o que melhor combina em diversos modelos de vestido. Hoje em dia já podemos ver alguns modelos mais elaborados, bordados com cristais ou pérolas – mas cuidado para não deixar o visual muito carregado. O comprimento deverá ser sempre maior que a cauda do vestido.

Diferença entre véu e mantilha: véu catedral - Foto Meliess

Véu capela: ele é um longuete e fica na altura do joelho ou tornozelo – portanto é mais curto que do que o catedral. Tem um ar mais bucólico, ideal para usar com vestidos mais languidos.

Diferença entre véu e mantilha: véu capela - Foto Pinterest

Véu curto: pode ser na altura dos ombros ou até a ponta dos dedos, liso ou de camadas, bordado ou não. É um véu mais discreto e pede um pouco de cautela. Atenção: se a noiva for baixinha ou estiver acima do peso, deve evitar esse modelo, combinado?

Diferença entre véu e mantilha: véu curto - Foto Nikolas Prado

Voillete: Ele nada mais é do que uma telinha que cobre o rosto da noiva até a altura do nariz, trazendo um ar vintage ao look. Ideal para casamentos diurnos, ele pode estar preso a um chapéu, casquete, fascinator, flores naturais ou artificiais e/ou tiaras.

Diferença entre véu e mantilha: véu voillete - Foto Agnaldo Teixeira

E A MANTILHA, QUAIS OS TIPOS E A MELHOR FORMA DE USAR? 

Lucélia: normalmente as mantilhas remetem a renda, podendo ser trabalhada nela ou somente no contorno. Por se tratar de um véu mais pesado, pode ser usado rente ao rosto da noiva, ou abaixo do coque em cerimônias mais formais. Para as mais descoladas, podem usar como uma bandana cobrindo todo o topo da cabeça.

Fica ótimo para casamentos ao ar livre e vestidos mais sequinhos!

Diferença entre véu e mantilha: mantilha - Foto Image Motion e reprodução

Já escolheu qual seu preferido? Conta pra gente nos comentários!


CRÉDITOS

1. e 5. Agnaldo Teixeira | 2. Meliess | 3. Pinterest | 4. Nikolas Prado | 6 e 7 .Image Motion | 8. Reprodução

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someonePrint this pageBuffer this pageDigg thisShare on RedditShare on Tumblr


avatar

Uma sagitariana que tem a alegria como dom. É carioca, jornalista, tem 20 poucos anos e adora ser chamada de Duda. Como uma amante incurável de sorrisos e amores, espera que seu grande dia seja repleto deles. E que, assim como ela, você se torne uma multiplicadora fiel dessa dupla!