Baixe
GRÁTIS
o seu
eBook!
x

Luz, câmera… Emoção!

Por  |  0 Comentários



Estúdio Fotográfico Maria Célia Siqueira (2) (Medium)Fotos Estúdio Fotográfico Maria Célia Siqueira

Eles reúnem técnica e sensibilidade, receita que há nove anos acompanha os cases de sucesso da Frame Vídeo. Para Cássio Castiñeiras, Daliene Teixeira e sua equipe o especial está em transmitir o amor pura e simplesmente, e para isso eles não medem esforços. Com equipamentos de ponta, além de um olhar aguçado, os momentos mais discretos e profundos são captados. Tcharã! Na hora de assistir ao vídeo, até mesmo os protagonistas saem surpreendidos com as cenas vividas. A promessa é tentadora: um romance da vida real com fotografia, enquadramento e composição exatos. Quem vê acha até que é coisa de filme…

Inesquecível Casamento – Quando você iniciou a carreira com filmagem de casamentos?

Cássio Castiñeiras Acreditem, comecei a trabalhar com filmes em 1994 e tinha apenas doze anos. Desde pequeno fui incentivado pela minha mãe a apreciar fotos, consequentemente tomei gosto pelos equipamentos, bastidores de produção e me apaixonei pela filmagem. Diga-se de passagem, quando a porta de entrada foi aberta eu não quis mais sair!

Já imerso nesse mundo você buscou cursos de especialização para chegar ao que hoje é a Frame Vídeo?

Uma das coisas que eu e minha esposa, Daliene Teixeira, que trabalha comigo, mais valorizamos é a necessidade dos profissionais se atualizarem. Quando percebemos que o vídeo estava perdendo espaço, sentimos a necessidade de mudar o nosso conceito de filmagem. E para isso ingressamos em congressos e workshops nacionais e internacionais. Hoje, utilizamos uma linguagem contemporânea que nos posicionou como referência no mercado. Os profissionais não devem investir apenas em equipamentos, mas também em conhecimento.

E qual é o conceito utilizado pela empresa?

Nós apostamos em filmes de cinema, onde contamos a história do casal através de uma linguagem dinâmica e artística ao mesmo tempo. Com as câmeras DSLR, que nos permitem usufruir de lentes cambiáveis, obtemos profundidade de campo e uma qualidade de imagem em alta definição. Mas a nossa maior busca é pela emoção e sensibilidade, por isso dispomos de técnicas cinematográficas (fotografia, enquadramento, composição cênica e posicionamento). Ninguém mais quer assistir a vídeos longos, pelo contrário, o que se procura é conteúdo.

Quando os noivos contratam o seu serviço como ocorre a definição do conteúdo do vídeo?

Desde a primeira reunião com o casal buscamos conhecer mais sobre a sua história. É nesse momento também que eles nos passam todas as referências e informações sobre como imaginam o filme, assim, com o briefing em mãos, traçamos um perfil. Algumas semanas antes do casamento, verificamos se ocorreram alterações na programação, então fazemos os acertos finais para no grande dia tudo sair como o planejado.

Então, os noivos podem chegar tanto àcerimônia quanto à recepção certos de que não precisam se preocupar com nada, porque vocês planejam todos os detalhes?

Sem dúvida! Quando não conhecemos o local escolhido para a recepção, por exemplo, agendamos uma visita técnica antes, pois assim podemos nos posicionar melhor, verificar a iluminação e até mesmo opinar a tempo caso alguma mudança seja necessária. Evitar surpresas é o melhor conselho que podemos dar.

Estúdio Fotográfico Maria Célia Siqueira (3) (Medium)

Atualmente, quantos profissionais integram a sua equipe e como funciona a divisão de funções durante o evento?

Nós contamos hoje com cinco filmmakers e destinamos três ou quatro a cada evento, dependendo de seu tamanho. Embora, muitas vezes, datas de casamentos coincidam a nossa opção é por não realizar mais de uma filmagem por noite, assim conseguimos atender melhor aos clientes. Fazemos questão de acompanhar todos os preparativos, desde a montagem até o makign of dos noivos, então cada um dos profissionais têm a sua função específica. Até porque quanto mais completo for o vídeo, mais interessante será contar e assistir sua história. Mas uma coisa é importante lembrar, como optamos por essa exclusividade de data a contratação de nosso serviço deve ser feita com, no mínimo, um ano de antecedência.

E quanto aos outros profissionais envolvidos na organização do casamento. É necessário um diálogo para que no grande dia a filmagem ocorra com o máximo de qualidade em sua captação?

Isso é um assunto primordial, pois dependemos muito dos outros fornecedores, em especial dos responsáveis pela iluminação. No casamento não há espaço para falhas e, muitas vezes, encontramos dificuldades, porque a luz transforma os ambientes. Um conselho que damos é investir em profissionais capacitados estabelecendo um vínculo entre eles e os fotógrafos e filmmakers. Um trabalho realizado em sintonia é a chave do sucesso.

Ao longo desses noveanos de trabalho experiência é o que não falta. Quais conselhos você daria para as noivas que estão escolhendo agora o responsável pelo seu vídeo de casamento?

Em primeiro lugar, pesquise! Hoje em dia há inúmeras opções de foto e vídeo no mercado, então, é necessário conhecer as diferentes linguagens para descobrir aquela que mais agrada ao casal. Outro ponto fundamental é verificar a credibilidade do profissional através de conversas com clientes anteriores e com seus outros fornecedores. Faça também um bom contrato, o que quer dizer: estipule todos os serviços a serem prestados, juntamente com os equipamentos e prazos de entrega. E, por último, desconfie de descontos elevados para pagamentos à vista! Para a filmagem é necessário apenas um valor pequeno de entrada na assinatura do contrato, o restante pode ser feito próximo ao evento, quando as despesas realmente vão acontecer.

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someonePrint this pageBuffer this pageDigg thisShare on RedditShare on Tumblr


avatar

Uma jornalista que associa escrever a pensar em voz alta, ambiciona abrir seu coração para o mundo e viu nos casamentos um tempero especial para a profissão. Para o seu grande dia? Pôr do sol e pés descalços.