Feira Hippie de BH: palco criativo para ensaio fotográfico

Por  |  10 Comentários


Alguma vez você já viu um ensaio fotográfico – de recém-casados! – em uma feira hippie? Muito provável que não, mas a ideia é o máximo e rendeu cliques inesquecíveis. Vem ver!

Tradição, artesanato e cultura: tudo combinado para propiciar aos recém-casados Luana de Oliveira, 29, e Arisvaldo Martins, 36, uma experiência memorável – além de fotos únicas e cheias de personalidade, é claro. A Feira Hippie de Belo Horizonte foi o cenário escolhido por eles para o ensaio pós-wedding comandado por , que prontamente acatou o desafio de transformar em imagens artísticas essa bela história de amor.

Tudo começou em 2010, por pura obra do acaso. O casal tem áreas de atuação bem distintas (ele é advogado e ela, administradora) e o local onde se conheceram é mais curioso ainda – um samba da capital mineira. É como dizem, o amor não tem hora nem lugar para acontecer. Luana estava com sua família e “Ary”, acompanhado de amigos. Bastou que seus olhares se encontrassem para que a sintonia virasse protagonista e os embalasse durante toda a noite.

 Ensaio fotográfico - Foto:

Ary aproveitou o momento em que ela foi ao caixa pagar sua conta para se aproximar e logo engataram em uma conversa daquelas que parecem eternas. E talvez fosse, até serem interrompidos pelo Sr. Divino, um amigo da família de Luana. Nada tímido, ele logo disparou: “É seu namorado?”. E mesmo com a rápida negativa, ele dedicou alguns minutos para explicar ao futuro casal a importância da cumplicidade e respeito mútuos.

Mal sabiam eles que a primeira noite, que se resumiu ao primeiro beijo e um telefonema, se estenderia pelo resto de suas vidas. As coisas foram fluindo e, embora tenham demorado alguns meses para admitir, se transformaram em eternos namorados. A data exata do início do namoro foi 19 de julho, dia do aniversário de Luana, e o casamento aconteceu em abril de 2016.

Ensaio fotográfico - Foto:

Neste meio tempo, o relacionamento foi posto à prova quando ela recebeu uma proposta de transferência para o Rio de Janeiro. Profissionalmente, o pedido era incrível. Pessoalmente, um interminável motivo para saudades. Mas Ary foi seu apoiador incondicional e, no final, o sim na Igreja Messiânica Mundial do Brasil (de origem japonesa) selou a união com muita alegria.

AFINAL, POR QUE A FEIRA HIPPIE?

“Não queríamos fazer nossas fotos externas apenas em um local bonito, queríamos um cenário que tivesse a nossa identidade e que representasse algo para nós. Estar em um encontro tão tradicional da cidade de BH, desfilando nosso amor em publico, foi fantástico e original como queríamos. Foi um ensaio autêntico de nós dois”, conta Luana.

Ensaio fotográfico - Foto: Ensaio fotográfico - Foto: Ensaio fotográfico - Foto: Ensaio fotográfico - Foto: Ensaio fotográfico - Foto: Ensaio fotográfico - Foto: Ensaio fotográfico - Foto:

DEPOIMENTO DO FOTÓGRAFO

“Eles se esbaldaram em meio a uma multidão de pessoas, muitas incrédulas. Enquanto algumas perguntavam se eram fotos para novela, outros tiravam selfies ou aplaudiam a alegria daquele novo casal. Até uma roda de samba tradicional, ao final do quarteirão da Avenida Afonso Pena, acolheu os noivos. Terminamos o ensaio no Mirante das Mangabeiras, com a cena urbana da capital aos nossos pés”, relembra Sergio.

OUTRA VISÃO

“Estávamos passeando na Feira do Hippie em BH quando avistamos um casal de noivos […] a caminho de uma sessão de fotos, elogiamos e desejamos toda a felicidade do mundo, mas algo muito lindo e sincero aconteceu. Perguntamos se eles já haviam dançado sua primeira dança depois de casados e a resposta deles foi não. Nos propomos a ensiná-los alguns passos de zouk e a dividir um pequeno momento de ternura e de amor através da dança. Eles não se negaram e tivemos como resultado está linda foto, que fica no meu coração […] por representar que o amor de um casal pode ser transmitido a partir de simples passos de dança de salão e que este universo da dança pode ser algo magnífico e sincero”, disse Kássio Loureiro, membro de um grupo de dança de Manaus que estava na capital mineira para um seminário.

ensaio-fotografico-luana-e-ary-feira-foto-sergio-luiz-castroEnsaio fotográfico - Foto: Ensaio fotográfico - Foto:

CURIOSIDADES TÉCNICAS 

Quanto tempo durou? 5h, de 11h às 16h

Quando? 40 dias após o casamento

Repeteco: foi preciso encomendar outro buquê, o que a ex-noiva adorou! Ela também ficou superempolgada com a possibilidade de usar o vestido mais uma vez

Timidez: os dois ficaram um pouco acanhados no início, mas contam que a experiência do fotógrafo logo os fez ficar à vontade

Ensaio fotográfico - Foto: Ensaio fotográfico - Foto: Ensaio fotográfico - Foto:

E aí, curtiu a originalidade dos noivos ao pensar nesse ensaio fotográfico? Nós adoramos!

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someonePrint this pageBuffer this pageDigg thisShare on RedditShare on Tumblr


avatar

Nascida em Minas, criada em Recife e apaixonada pelo Rio. Viajar o mundo é seu sonho, o que torna luas de mel e destination weddings um caso de amor à parte. Escolheu o jornalismo pela inquietante vontade de transformar em palavras histórias que mereçam ser contadas.