Baixe
GRÁTIS
o seu
eBook!
x

Destination wedding: como impulsionar a carreira de fotógrafo no segmento

Por  |  0 Comentários


Reunimos 23 dicas de fotógrafos que fazem bonito e entendem (muito bem!) de destination wedding e o resultado foi incrível! Clique e confira – você não pode perder!

Não é novidade para ninguém que cada vez mais os casais que estão com o pé no altar abraçam o conceito do destination wedding – e não é pra menos! A ideia de oficializar a união em um lugar diferente do que moram, muitas (e na maioria) das vezes em um cenário paradisíaco, com o bônus de prolongar o casório por mais alguns dias (inclusive de festa!), é um chamariz e tanto.

Mas precisamos falar também que o formato tem atraído não somente aos noivos, como aos fotógrafos especializados no ramo. É que configura como uma experiência única pessoal – afinal, há de se enfrentar muitos desafios para exercer o trabalho fora de suas zonas de conforto – e profissionalmente, porque o portfólio se transforma em outro. E não só por trazer trabalhos em diferentes cidades ou países, mas principalmente por estimular o olhar para o novo, a capacidade de se reinventar – e consequentemente a habilidade de se virar nos 30.

Então você, fotógrafo das antigas ou da geração mais moderninha, que vislumbra passear com as câmeras por alguns destination weddings, se liga nas dicas que reunimos com a ajuda da KDimagem, Anna Quast e Ricky Arruda, Alexandre Rechtman e Giovani Garcia para impulsionar sua carreira no segmento. A gente promete conteúdo único e muito valioso. Vem!

Mostre o seu talento! Você precisa expor para os noivos o seu valor, para que eles queiram te escolher sem nenhuma dúvida, pois sempre existe concorrência – principalmente a local, onde eles podem contratar outro profissional com um preço melhor e também sem precisar pagar os custos/despesas de viagem. (Giovani Garcia Fotografia)

Exponha seu método de trabalho. Eu, por exemplo, sempre tento mostrar o melhor que posso fazer – planejo um roteiro de lugares, busco os melhores horários e mostro que as fotos podem sim ser um ótimo investimento. (Giovani Garcia Fotografia)

Propaganda é a alma do negócio. Tenha um portfólio bacana, um álbum bonito e bem feito, para mostrar aos noivos que, vendo o resultado final, terão mais segurança na contratação. (Anna Quast e Ricky Arruda)

Destination wedding: como decolar a carreira de fotógrafo com Anna Quast e Ricky Arruda - Foto Anna Quast e Ricky Arruda

Estude outros idiomas! Isso é fundamental para o seu futuro como fotógrafo de destination weddings. (Alexandre Rechtman)

Networking é fundamental. As redes sociais estão aí e podem ser exploradas! Faça contato e amizade com fotógrafos, wedding planners e profissionais de todas as partes do mundo – essa relação traz intercâmbios culturais incríveis entre vocês. (Alexandre Rechtman)

Aproveite a oportunidade para investir em divulgação. Pense que é uma forma de um material diferenciado ser visto. Por isso acho de extrema importância a divulgação – seja em portais de casamentos, revistas, blogs e por aí vai.  (Alexandre Rechtman)

Procure novos desafios. Ainda que não seja fácil quando colocamos isso em prática, principalmente quando estamos em outro país e em uma cultura diferente da nossa. (Giovani Garcia Fotografia)

Não tenha medo! Confie em você e no seu olhar. Fotografia é fotografia em qualquer lugar do mundo! Acredite no seu sonho porque o céu é o limite! (Alexandre Rechtman)

Ambiente favorável para as fotos. E quando falo em “ambiente”, não me refiro apenas ao lugar, ao cenário (claro que são superbacanas e podem ser explorados), mas falo também dos próprios noivos e convidados. Via de regra, os noivos que buscam se casar em lugares paradisíacos têm maior disposição e disponibilidade para fotos. Então a confluência desses dois fatores é muito boa para os fotógrafos. (Anna Quast e Ricky Arruda)

Destination wedding: como decolar a carreira de fotógrafo no segmento - Foto Giovani Garcia

Planeje-se para o depois. Ofereça aos clientes um ensaio pós-casamento, aproveitando também a lua-de-mel do casal. Sugiro negociar custos com eles ou até mesmo bancar sua ida para iniciar um portfólio de fotos fora do Brasil. (Alexandre Rechtman)

Converse com os noivos sobre as expectativas que eles têm em relação às fotos. Há noivos com estilos diferentes. Clássicos, alternativos, mais despojados, mais discretos…  Por isso é importante ter em mente as características deles e o que eles esperam de você ao escolher locações e elaborar os ensaios. (KDimagem)

Aconselhe a noiva sobre sua produção. Lembre a ela que maquiagem e cabelo mal feitos podem comprometer a apreciação do álbum de fotos. Se para ela é muito importante essa produção, é válido se certificar que existem profissionais bons no local, ou, se for o caso, levar os quais confie. (KDimagem)

Dress code perfeito. Preocupe-se com o look que o casal está levando não só para o casamento, como também em outros momentos que serão fotografados. Eles fazem toda a diferença no resultado final. ()

Conheça bem o local escolhido. Além de fazer uma pesquisa cuidadosa na internet, o ideal é que tenha tempo para fazer um tour e visualizar de antemão o potencial dos cenários, antes de começar de fato a fotografar. (KDimagem)

Planeje sua logística com viagens, deslocamento e hospedagem, levando em conta possíveis imprevistos. Chegue um dia antes, conheça o ambiente, estude locais para as fotos, entenda onde o sol nasce e se põe.  Preveja eventuais questões problemáticas, já buscando soluções para elas. Lembre-se que os noivos nem sempre têm conhecimento técnico ou de fotografia para pensar nisso – afinal, eles pensaram foi no lugar bonito e gostoso para aproveitarem o casamento e um tempo a mais com os amigos e familiares. (Anna Quast e Ricky Arruda)

Destination wedding: como decolar a carreira de fotógrafo no segmento - Foto Anna Quast e Ricky Arruda

Leve equipamento reserva e faça backups. Não corra o risco de ficar na mão com a quebra de algum equipamento. Leve muito cartão de memória e faça mais de um backup, em HD e no computador. O ideal é mandar antes as fotos para um servidor, também para não correr o risco de perder nada durante a viagem. (KDimagem)

Evite o retrabalho. Baixe e passe as fotos de imediato para notebooks e cartões, pois é uma forma mais fácil de organizar as pastas e também de evitar que esse processo se acumule no futuro. ()

Disponibilize-se para cobrir os eventos menores. No destination wedding, além da cerimônia e festa, é comum acontecerem outros eventos menores – como o welcome drink ou outros que envolverão os convidados. Coloque-se à disposição para fotografar esse tipo de festa também. Essa é uma forma de conhecer melhor os noivos, seus familiares e amigos, e estreitar os vínculos, deixando todos mais à vontade com a sua presença. (KDimagem)

Faça ensaios com os noivos. Use um fim de tarde na véspera, ou no dia seguinte, para isso. Ensaios são sempre momentos bons, com noivos descontraídos, sem a pressão e a emoção do grande dia. (Anna Quast e Ricky Arruda)

Entre no clima – e traga o clima para as fotos. Quando viajo para fotografar, sempre gosto de me misturar aos convidados, porque quanto mais próximo deles, me pareço mais com eles, ficando “invisível” e, com isso, conseguindo resultados mais bacanas. (Anna Quast e Ricky Arruda)

Esteja a postos! Em destination weddings, toda hora é hora de fotografar. O casal pode chegar e tomar um café da manhã superlegal, por exemplo, que rende boas fotos. Mesma coisa em almoço, passeios de barco, caminhada… Então estar atento e com os equipamentos à mão é imprescindível! ()

Fotografe muito! As fotos no contexto do destination wedding assumem uma importância ainda maior. Os noivos escolheram um local especial, buscaram sair do comum e querem um profissional capaz de captar essa diferenciação nas imagens. Vá, então, preparado para fotografar muito, para esgotar as possibilidades de fotos incríveis! Proponha para o casal fotografar ensaios muito além do casamento. (KDimagem)

Não se limite apenas ao casamento. Tire fotos do ambiente, das coisas “laterais”, “paralelas”. Conte uma estória trazendo tudo isso para a cobertura. Contextualize as coisas, onde e como elas estão acontecendo! (Anna Quast e Ricky Arruda)

Destination wedding: como decolar a carreira de fotógrafo no segmento - Foto Alexandre RechtmanDestination wedding: como decolar a carreira de fotógrafo no segmento - Foto Alexandre Rechtman

E aí, curtiu as dicas sobre como impulsionar a carreira de fotógrafo em destination wedding? Comenta aqui embaixo!


CRÉDITOS

1, 4, 5, 13, 16. Anna Quast e Ricky Arruda | 2, 10, 12. KDimagem | 3, 7, 8, 9, 18. Giovani Garcia | 6, 17, 19, 20, 21. Alexandre Rechtman | 11, 14, 15.

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someonePrint this pageBuffer this pageDigg thisShare on RedditShare on Tumblr


avatar

Uma sagitariana que tem a alegria como dom. É carioca, jornalista, tem 20 poucos anos e adora ser chamada de Duda. Como uma amante incurável de sorrisos e amores, espera que seu grande dia seja repleto deles. E que, assim como ela, você se torne uma multiplicadora fiel dessa dupla!