Cenas de um sonho

Por  |  0 Comentários


Texto Danielle Sanches

Mais que uma simples lembrança, as fotos de casamento são uma forma de contar um pouco da época, dos costumes e do tempo que corre ao fundo da união de duas pessoas. Essa é a opinião da fotógrafa Carola Montoro, de 35 anos, que há oito se dedica a clicar casais apaixonados no momento mais importante de suas vidas.

Carola Montoro - Foto Erica FelipoNinguém acredita, mas Carola, formada em Artes Plásticas pela FAAP, começou sua trajetória como professora de educação infantil. “Passei anos como professora de artes para crianças”, revela. Amante da fotografia, ela começou então a bolar um plano para se dedicar a fotografar festas infantis. Trabalhando com crianças, ela pensou que seria fácil conseguir indicações e se dedicar à profissão de fotógrafa.

Carola só não contava com uma mãozinha do destino para fazê-la mudar de rota. “Em 2001, participei de um casamento como e me senti muito realizada, encantada mesmo”, lembra. Ela, que sempre foi romântica, se encantou com a possibilidade de captar as cenas tão especiais das histórias de amor. A partir de então, nunca mais parou e, em 2004, abriu seu próprio estúdio em São Paulo.

Tímida, reservada e dona de uma voz suave, Carola mostra seu lado mais falante com os noivos. “Gosto de conversar, dar atenção e perguntar aos noivos o que eles esperam das fotos”, diz a profissional. Por isso, a equipe de Carola – que conta com cinco fotógrafos freelancers para ajudar em seus eventos – aceita cerca de quatro ou cinco casamentos por mês, no máximo. Por isso, grande parte de sua clientela são amigos ou pessoas indicadas por quem já foi clicado por ela. “O mais interessante da minha carreira é acompanhar a vida deles: primeiro o casamento, depois a gravidez, a festa dos filhos, e por aí vai”, revela.

Esse envolvimento com os noivos, segundo Carola, é fundamental para passar a emoção do momento nas fotos. Um mês antes do grande dia, Carola envia um questionário para a noiva perguntando em detalhes o que elas esperam das imagens e também dá dicas para ter mais opções. “Sempre indico fazer as clássicas fotos posadas, pois elas retratam bem as roupas das madrinhas, os penteados etc.”, diz. “Tudo isso conta a história da época do casamento também”, acredita.

Mesmo com uma carreira tão dinâmica, Carola se esforça ao máximo para ter uma rotina regrada. Ela acorda cedo todos os dias, pratica pilates e musculação na academia (“para aguentar as muitas horas em pé nas festas”, diz ela) e segue para seu estúdio, onde faz reuniões e também confecciona os álbuns. Libriana, fã de Fernando de Noronha e casada há poucos meses no civil, ela prepara agora a festa da própria união, que será realizada em 2013 em Salvador. De tudo o que viu em tantos anos de experiência, uma coisa ficou marcada: cores. “Adoro colorido e quero uma festa iluminada e alegre”.

Clique da fotógrafa em um making of

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someonePrint this pageBuffer this pageDigg thisShare on RedditShare on Tumblr