Veja como está a reabertura dos eventos nas principais capitais

Por  |  0 Comentários


Algumas cidades estão retomando com os eventos, mas com restrições. Acompanhe pela IC para planejar seu casamento

Durante essa fase de flexibilização da pandemia, algumas das principais capitais do país estão reabrindo os bufês com certas limitações. Para quem vai comemorar em um município onde já está aderindo ao novo normal, o ideal é preparar algo ao ar livre e com menos convidados para que seja mais seguro realizar o sonho de se casar ainda este ano.

Rio de Janeiro (RJ)

A prefeitura do Rio anunciou no início de outubro a iniciação da fase 6B do plano de retomada durante a pandemia. Desde então se tornou possível a abertura de casas de show, música ao vivo em bares e restaurantes e festas comemorativas (sim, o casamento está liberado!). Tudo isso deve seguir as regras de limite de público, distanciamento social e higienização.

“É a última fase dessa retomada de atividades econômicas que iniciamos em junho. Em seguida, poderemos passar ao período conservador, e espero que as pessoas estejam conscientes da necessidade de usar máscara e manter higienização das mãos e evitar aglomeração, até que tenhamos a vacina contra a Covid-19”, disse o prefeito Marcelo Crivella de acordo com o site Brasil de Fato.

São Paulo (SP)

Recentemente, o esforço de entidades como a Abrafesta (Associação Brasileira de Eventos Corporativos e Sociais) resultou no início da retomada dos eventos com a assinatura do termo de compromisso a partir da fase verde pela Prefeitura de SP, em 24 de setembro. Elas pleitearam e conseguiram que a capacidade de público regularizada para cada espaço seja até o limite de 60% e, simultaneamente, à limitação de 600 pessoas em cada local no processo de retomada. 

Eventos com mais de 600 pessoas deverão requerer autorização especial perante a autoridade responsável da Secretaria Municipal de Licenciamento, a qual, fundada em parecer técnico da COVISA, decidirá de acordo com as características específicas de cada caso. Permanecem vedados eventos com mais de 2000 (duas mil) pessoas até que o Município evolua no combate à Covid-19.

Belo Horizonte (MG)

A reabertura ainda está um pouco distante na capital mineira. Até eventos no estilo drive-in foram proibidos, acarretando multa de R$ 20 mil e recolhimento do alvará aos locais. As regras valem para festas e exposições em áreas públicas ou particulares. As restrições também atingem condomínios da metrópole.

Goiânia (GO)

Apesar do comércio estar de portas abertas desde julho, os salões de festas estão entre o grupo de lugares ainda proibidos de receberem o público, assim como todos os eventos públicos e privados, clubes, parques aquáticos, cinemas, etc.

Curitiba (PR)

A Câmara Municipal de Curitiba (CMC) aprovou, na sessão plenária virtual do dia 25 de agosto, requerimento de sugestão ao Executivo para que sejam reabertas as casas de festas e bufês infantis. A medida ganhou apoio de vereadoras, que sugeriram a limitação de 30 pessoas autorizadas para permanecerem no espaço durante a comemoração.

“Os buffets infantis, em sua grande maioria, têm capacidade de oferecer estruturas seguras à realização de comemorações festivas, a exemplo dos restaurantes, bares e lanchonetes, os quais já contam com protocolos de segurança ativos e estão permitidos ao trabalho”, justifica o autor da sugestão, Mauro Ignácio (DEM).

Porto Alegre (RS)

Embora as igrejas já estejam liberadas, estão limitadas a, no máximo, 30 pessoas. Eventos grandes, como casamentos, ainda estão incertos de serem reativados. Assim que retomar a rotina das casas de festas, o melhor é focar em microweddings, com até 30 convidados, para evitar a propagação da COVID-19 num dia tão importante para o casal.

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someonePrint this pageBuffer this pageDigg thisShare on RedditShare on Tumblr


avatar

É apaixonada pelos casamentos ao ar livre regados a alto-astral e as melhores músicas – sem dúvida “Chocolate”, do Tim Maia, vai abrir a pista de dança do seu. Acredita que a sua hora vai chegar aos 30, mas enquanto isso adora transmitir as alegrias dos noivos através das suas palavras.