Um casamento em cima dos trilhos

Por  |  0 Comentários



Fotos Camila Ferraz

Sabe aquela vontade de sair do lugar comum? De fazer algo mais do que especial em uma data que deixará recordações não só para os noivos, mas para todos os envolvidos na sua história? Pois é, o casal Pricila e Paulo (diga-se de passagem de muita personalidade) ousou na proposta e com o auxílio de Sofia Nieto, da W Events, convidou um seleto grupo para viver uma experiência inesquecível…

zz

Acreditem, durante a primeira reunião apenas uma coisa estava certa, eles queriam muito verde no grande dia. Para a odontopediatra  abrir mão da igreja não estava nos planos, já segundo as palavras do publicitário “Por mim, desceríamos na semana seguinte para casar na praia”. E foi então que a brincadeira (casual, pode apostar!) veio à tona.

“Quando Paulo sugeriu que eles “descessem” para a praia eu ainda estava com o desejo de um casamento em meio à natureza na cabeça, então, brinquei que descessem de trem a Serra do Mar… Não preciso dizer que eles se encantaram com a ideia na mesma hora, né? Presenteei o casal com um passeio pela litorina de luxo para que tivessem certeza de algo tão diferente e após a volta iniciamos os preparativos”, conta Sofia.

wedding-40

Voilà, mudança no script

Decididos então a surpreender o grupo de cinquenta parentes e amigos, os dois meses seguintes reuniram muita expectativa e, é claro, correria. Afinal, organizar um casamento em cima dos trilhos foi uma missão de peso, brilhantemente executada e com uma programação superespecial.

O ponto de encontro? A estação de trem de Curitiba. O horário? 9h, em ponto. E dessa vez nem mesmo a noiva pôde se atrasar… Esbanjando alegria e beleza em um modelo com transparências, lá estava ela, ao lado de seu amor, recepcionando a todos ao som de violinos. Um coquetel de boas vindas deu início à viagem, que teria como destino final a charmosa igrejinha de 1979, em Antonina.

sfasfa

Durante as três horas seguintes sorrisos não foram economizados nos dois vagões. A descontração foi a pedida e dentro e fora do trem maiores belezas não poderiam ser vistas. Com uma decoração clássica e luxuosa, cada detalhe do mobiliário recebeu o enquadramento em fotos e para além da janela a Mata Atlântica conquistou pessoalmente cada um.

Chegada à estação, o clássico momento da troca de vestidos separou os noivos, para então aumentar ainda mais a emoção na hora doe dizer o tão esperado sim. Já na igreja, a bênção contou com lágrimas e uma chuva de felicidade e boas vibrações banhou-os porta à fora. Programado com o máximo carinho, o almoço na Cantina Casa Verde contou com comidas tradicionais e ao longo da tarde brindes entoaram em coro  um só desejo aos apaixonados: felicidade!

wedding-17tremmmmwedding-10-Mediumwedding-22wedding-27wedding-43wedding-44wedding-30wedding-31wedding-75wedding-57zxcwedding-76wedding-63wedding-69dadcscvawedding-28wedding-78

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someonePrint this pageBuffer this pageDigg thisShare on RedditShare on Tumblr


avatar

Uma jornalista que associa escrever a pensar em voz alta, ambiciona abrir seu coração para o mundo e viu nos casamentos um tempero especial para a profissão. Para o seu grande dia? Pôr do sol e pés descalços.