Inovar é preciso! A hora do buquê

Por  |  0 Comentários



Casar está na moda. Há quem diga que nunca deixou de ser… O que é tendência, porém – fato! – é que as noivinhas estão incansáveis na hora de buscar novidades. Elas querem surpreender cada vez mais… E existe item mais tradicional em um casamento do que o buquê? Muitas vezes nem bolo a festa tem, mas o acessório nas mãos da noiva é indispensável, seja ele como for! O que dizer então do momento de jogar o buquê? Impagável para as convidadas solteiras.

Pensando nisso resolvemos dar uma ajudinha para as “amigas do peito” não saírem de mãos abanando da sua festa, afinal quem não quer encontrar seu príncipe encantado?

Na hora do buquê, Iris foi tradicional - Foto Marina Fava

O mais badalado de todos é o original – conforme a tradição quem o pegar é a próxima a casar. Algumas noivas apostam no segundo buquê, feito especialmente para a hora do arremesso. Também existem os habituais de Santo Antônio, sapos, fitas de cetim (esse só vale se você estiver de olhos vendados) e caixas de acrílico trancadas a chave. Porém, a cada nova celebração, muitas inovações vão surgindo e já podemos ver por aí, pimentas, corações, cupidos, super-heróis, lobo-maus e meninos sarados.

Noiva optou por não jogar o buquê que entrou na igreja - Foto RibasRoberta escolheu o Santo Antônio para desejar sorte às convidadas - Foto Lenine SerejoTassya escolheu as fitas para o seu buquê - Foto Emiliano Féo

Não esqueça!

Colocar os nomes de suas amigas na barra do seu vestido também dá certo…

Ana Paula não esqueceu das amigas na barra do vestido - Foto Daud Pacha

Até os homens estão dando os seus arremessos agora… Para eles, uma ótima opção é jogar a clássica caixa de uísque, quem pegar troca pela garrafa. Os convidados adoram e nem precisa ser solteiro para entrar na dança!!!

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someonePrint this pageBuffer this pageDigg thisShare on RedditShare on Tumblr


avatar

Jornalista, carioca, adora samba e acredita no amor. Recém-casada e leitora assídua da IC, se apaixonou por esse universo antes mesmo de marcar o seu grande dia. Uma vez noiva, sempre noiva! O que ela gosta é de compartilhar histórias.