Baixe
GRÁTIS
o seu
eBook!
x

Casamento na serra x casamento na praia: qual escolher?

Por  |  0 Comentários


Um casamento na praia, à beira mar, ou uma troca de alianças com clima europeu? Difícil escolher, mas nós te ajudamos!

O mar como plano de fundo ou o clima europeu sofisticado? Essa escolhe não é fácil para quem sonha com um casamento perfeito, retirado diretamente das inspirações do Pinterest. Muitas noivas sonham em se casar fora das metrópoles e se deparam com dois caminhos no destination wedding: casar na serra ou casar na praia. Convidamos diversos profissionais para ajudar e dar uma luz na hora da sua escolha.

A cerimonialista Elizabeth Amaral conquistou a serra do Rio de Janeiro, mais especificamente na cidade de Teresópolis. Com sua vasta experiência, presta assessoria total aos seus clientes, incluindo noivas e debutantes. Também para falar sobre se casar nas montanhas, convidamos a empresa Chiquê Mariages, a qual Maria Pia está à frente, para conversar. Ela atende no Rio de Janeiro mas agenda reuniões em Itaipava.

Para nos dar dicas em relação ao casamento na praia perfeito, convidamos quem é especialista em Búzios, Raquel Abdu Assessoria e CerimonialWallace Albuquerque, que prestou assessoria completa para um dos destination weddings mais famosos dos últimos tempos, do youtuber Whindersson Nunes e da cantora Luísa Sonsa, também é um de nossos convidados.

Ainda temos um plus! Uma entrevista com a estilista para falar sobre os looks das noivas tanto para quem quer se casar de frente para o mar quanto para aquelas que sonham em se casar em um local mais frio.

CASAR NA SERRA

QUAIS SÃO OS PRINCIPAIS CUIDADOS QUE OS NOIVOS DEVEM TOMAR AO ESCOLHEREM SE CASAR NA SERRA?

Elizabeth Amaral:

Algo essencial é contratar uma profissional de Assessoria e Cerimonial de confiança e com boas referências. Os noivos terão mais facilidade e tranquilidade com uma Assessoria, que irá acompanhar de perto o projeto e a produção do casamento, cuidando de todos os detalhes e garantir que tudo seja perfeito.

A escolha do local: Existem diversas opções, desde clubes, salões de festas e pousadas que abrem suas portas para esses eventos. Muitos já tem adequado suas instalações para isso oferecendo serviços excelentes.
Fornecedores: Devido a distância, bate sempre aquela insegurança sobre os doces, a ornamentação, buffet impecável. Sempre dê preferência para profissionais da região.

Chiquê Mariages

• Mandar o save the date com bastante antecedência (no mínimo 6 meses antes) para que os convidados tenham mais tempo para se preparar e organizar a viagem.
• Escolher um local que não tenha um acesso tão difícil, pensando nos convidados e, também, na própria organização e montagem do evento.
• Atentar para o clima, evitando marcar a data em períodos muito chuvosos, contratando aquecedores para celebrações à noite e deixando claro para os convidados as temperaturas da cidade na época do casamento.
• Planejar com cuidado quantos dias e qual a programação que vocês gostariam de curtir com seus convidados, lembrando que o foco é o casamento em si, o restante é apenas um complemento e uma extensão do grande dia! E preparar um guia com a programação planejada.
• Pesquisar e sugerir locais para a hospedagem dos convidados, caso o hotel, pousada ou fazenda onde será o casamento não comporte todos juntos. Vale tentar parcerias e descontos com os mais próximos!
• Fazer um mapa com as principais dicas de como chegar ao local do casamento e também contratar vans para o deslocamento dos convidados é uma boa opção para casamentos fora da cidade.
• Deixar o máximo possível de informações disponíveis no site do casal para os convidados!
• Se os noivos quiserem ter um casamento religioso, procurar escolher um local para a recepção próximo à igreja ou um local que possua uma capela dentro que permita esse tipo de celebração, como foi meu caso no Parador Santarém, onde pude levar o padre que casou meus pais para celebrar a cerimônia religiosa, já estando no mesmo local da recepção. Ou, o que é bem frequente, os noivos podem optar mesmo por uma celebração não religiosa com juiz de paz ou celebrante.
• Cuidar com o estilo do casamento, para que harmonize com o espaço escolhido e procurar adequar os trajes, cabelo, maquiagem e sapatos ao tipo de comemoração, geralmente mais rústico, mais dia, mais campestre mesmo, permitindo ousar na autenticidade e fugir do tradicional com mais liberdade.

POR QUE CASAR NA SERRA É TÃO SONHADO?

Elizabeth Amaral:

É fácil ficar apaixonada por essa ideia. Clima frio, contato com a natureza, paisagens lindíssimas em meio as montanhas, o céu de um azul inigualável, sem falar da gastronomia maravilhosa. Tudo isso faz com que o clima de romance esteja presente em tudo. Por isso é um destination wedding tão procurado.

Sem falar que até pela distância, são cerimonias menores e super aconchegantes. E acaba sendo uma oportunidade de reunir os familiares e padrinhos começando na sexta se hospedando em uma pousada e só terminando no domingo com um belo almoço.

Chiquê Mariages:

Acredito que o desejo dos noivos de sair do comum e de ter um casamento bem diferente, uma comemoração prolongada em outra cidade, que seja realmente memorável, como as viagens são! No meu caso foi tentar prolongar a festa de casamento que costuma durar poucas horas aqui no Rio, para um final de semana inteiro de muitas alegrias, amizades, amor e pura celebração! A escolha da serra vem muito da necessidade de contato com a natureza, de fugir da correria da cidade, de buscar a tranquilidade, o ar mais puro e as belas paisagens para uma ocasião tão importante como o casamento. Alguns escolhem a serra outros a praia, mas vai mesmo da personalidade, dos hábitos, do gosto e sonho de cada casal! Eu e meu noivo, por exemplo, éramos veterinários de fazenda e o campo tinha tudo a ver com a nossa vida, apesar de sempre termos morado na cidade!

CASAR NA PRAIA

QUAIS SÃO AS PRINCIPAIS DIFERENÇAS DE SE CASAR NA PRAIA X CASAR EM UM LOCAL FECHADO?

Raquel Abdu Assessoria e CerimonialA leveza de um casamento na praia , o poder escolher uma decoração mais integrada à natureza , sem exageros porque já temos um cenário natural que favorece , os trajes podem ser mais informais.

Wallace AlbuquerqueSão estilos muito diferentes. Em um local fechado, geralmente são feitos casamentos no horário noturno onde pede uma festa mais formal, em uma praia os estilos podem ser mais básicos (sem perder a elegância), assim os convidados podem ficar mais à vontade para escolher seus looks e podem optar por fazer passeios durante sua estadia aproveitando para explorar a região e descansar.

“ESCOLHI CASAR NA PRAIA! E AGORA?” QUAIS SÃO AS PRIMEIRAS COISAS QUE A NOIVA PRECISA RESOLVER?

Raquel Abdu Assessoria e Cerimonial

• Ir à cidade para conhecer e escolher o local
• Escolher a data
• Contratar assessora
• Definir budget
• Partir para um incrível planejamento!

Wallace AlbuquerquePrimeiramente os noivos devem escolher um bom profissional que possa auxilia-los com assessoria. Em seguida pense no perfil do casal pra saber que tipo de local com praia é melhor para você e seus convidados. Existe uma grande diferença em casar em uma metrópole com praia ou uma cidade do interior que tem praias mais desertas. Depois de escolhido o local, defina a data para saber sobre condições climáticas neste local. No Ceará por exemplo, venta muito no mês de setembro, fazendo com que a cerimonia na beira da praia seja um pouco mais desconfortável do que nos outros meses do ano.

ESCOLHEU A SERRA? FIQUE DE OLHO NAS DICAS!

Elizabeth Amaral:

  • Decida o número de convidados. Essa será a principal referência para suas decisões.
  • Contrate uma cerimonialista com ótimas referencias.
  • Escolha o local. Existem diversas opções entre sítios, pousadas, salões e clubes.
  • Faça tudo com a maior antecedência possível.

Chiquê Mariages:

  • Antes de tudo, pergunte-se: “por que eu quero me casar na serra? Faz sentido para mim e para o meu noivo? O que a gente quer que seja a comemoração do nosso casamento?” Você não deve escolher casar na serra porque é a tendência ou porque você acha bonito nas fotos que você vê ou porque sua amiga casou lá e disse pra você que foi a melhor coisa que ela podia ter feito. O casamento é seu e do seu noivo e será comemorado com a família de vocês e os seus amigos! A opção do casamento na serra precisa estar de acordo com o seu caso e vocês precisam pesar juntos os prós e os contras para tomar essa decisão de forma acertada. Estabelecer o objetivo e o motivo de uma decisão tão importante quanto o casamento ajuda a evitar possíveis estresses que podem surgir pelo caminho. Definir o “quê” e o “porquê” é tão ou mais importante do que o “como”, que são os preparativos propriamente ditos.
  • Se você gosta de animais, aproveite! Um casamento no campo pode ser a chance de ter todos aqueles que você ama, mesmo se não forem gente, presentes no seu grande dia compartilhando com vocês momentos mais do que especiais! E os registros, com toda certeza, serão demais!
  • Aproveite que irão se casar na serra para pesquisar fornecedores da região que podem oferecer um ótimo custo benefício! Frequentem as feiras de noiva da serra e busquem referências para contratar os realizadores do seu casamento!
  • Se você gosta de frio, opte pelo outono e inverno, mas lembre de contratar aquecedores para o ambiente! As chances de chuvas são bem menores e o clima frio trará um ar ainda mais marcante para o seu casamento! Aí um bom vinho e um rodízio de fondue serão muito bem-vindos entre as comemorações do fim de semana!
    Já se vocês não são tão chegados ao frio e/ou se estão em busca de enxugar o orçamento, o verão é uma opção melhor, pois os hotéis e pousadas serranos são menos procurados nessa estação. O clima não é tão quente e a noite geralmente tem temperaturas bem amenas, comparando às regiões litorâneas!
  • Se for casar ao ar livre, quanto à chuva, não se preocupe se ela chegar! Basta estarem preparados para isso, o plano B tem que estar pronto para ser posto em prática. Então, recebam com alegria e amor a água dos céus abençoando sua união, que os convidados irão curtir também e os fotógrafos saberão como registrar esse momento mágico da melhor forma possível!!! O mais importante é que nada pode estragar o seu dia e qualquer contratempo que possa acontecer deve ser encarado da forma mais positiva possível, tornando seu casamento ainda mais único e inesquecível!

A SUA ESCOLHA FOI A PRAIA? TEMOS MAIS DICAS!

Raquel Abdu Assessoria e Cerimonial:

  • Busque informações sobre o período escolhido, se é ou não um período mais propicio a chuva, vento, feriados… Assim , vale a pena avaliar e escolher uma data onde a predominância seja do tempo bom, clima mais ameno e um lindo Sol, e no caso de ser em outra cidade, em baixa temporada, pois isso trará mais conforto aos convidados que irão se deslocar para curtir com vocês.
  • Veja se o espaço tem bom acesso, e se a área destinada a realização da cerimônia e/ou recepção também é de fácil circulação e se comporta o número de pessoas que deseja convidar .Em relação ao piso, temos opções de colocar piso ou até um deck, o que dá um charme e enriquece o local.
  • Procure saber como é a questão da vizinhança, isso é bem importante por conta do som, saber realmente se poderá ter sua festa invadindo a madrugada no caso de fazer no fim do dia a cerimônia. Não é nada agradável ter uma vizinho ligando para policia para terminar com seu evento.
  • Para se casar ao ar livre não podemos esquecer, infelizmente, do tempo. É importante verificar se o local possui área coberta que comporte seus convidados em caso de chuva ou já incluir no budget o orçamento de um toldo. Desta forma, a torcida para o Sol comparecer, principalmente na hora da cerimônia será imensa, mas se a chuvinha insistir, sua festa irá transcorrer de forma confortável e linda do mesmo jeito! Vale pensar realmente em toda estrutura , passagens para banheiro, saída da cozinha ate o espaço da recepção , trajeto dos garçons… E não esquecer nessa situação de excelentes guarda chuvas.
  • Contrate gerador, ele poderá garantir o trabalho de inúmeros fornecedores, e é serio! Se faz um investimento grande para no caso de um pico de energia , ou ate mesmo a incerteza se a estrutura do espaço (casas mais antigas) comportará a potencia de tudo que é levado pelas empresas de luz, som, e ate o Buffet com fornos e lavadoras de louças. E Contratar uma boa empresa de sonorização e iluminação…. Geralmente espaços ao ar livre, precisam de um suporte muito maior , a área é extensa e temos muito mais elementos a iluminar , por isso uma boa empresa irá fazer toda diferença nesse quesito, e o som, em lugar aberto também merece uma atenção toda especial, assim teremos sua pista bombando , em meio a natureza bem iluminada! As velas são muito bem vindas, dão um toque bem acolhedor , mas nesses casos não são suficientes.
  • A decoração precisa ser bem característica para atender e ajustar a escolha do local, analisar se é um espaço que costuma ventar , pois se for , arranjos altos devem ser naturalmente substituídos por arranjos mais baixos , não menos elegantes , mas com outra proposta! Os lounges também pensados de forma a atender confortavelmente os convidados, e sempre, sempre personalizar.
  • Escolha do buffet: outro item bem importante. Quando se realiza um casamento em um salão, as 5 horas de festa se tornam lei, e pronto. Já num espaço ao ar livre, campo, praia, independente geralmente são pousadas, sítios, você acaba tendo uma flexibilidade muito maior no tempo de festa, chegamos ater 8 horas de festa, sem contar com 1 horinha de cerimônia, e para atender com excelência seus convidados o Buffet e o cardápio deverão ser cuidadosamente escolhidos… Pois num universo de 8 horas de festa, a variedade nos itens, o fato de se ter um jantar, ou ate estações fixa, são primordiais, precisamos garantir que todos sairão da festa satisfeitos e não irão direto numa pizzaria ou pararem para comer um hambúrguer.
  • Tenha muita atenção ao serviços de manutenção da festa: limpeza de toaletes, limpeza da pista de dança e salão, valet , são itens de suma importância no universo conforto e cuidado. Lembrar que trouxemos as pessoas única e exclusivamente para seu casamento, e o mínimo que podemos oferecer é carinho, atenção, e cuidado, em forma de um banheiro super limpo, um vallet que a deixe no espaço da festa e a busque depois…
  • São inúmeros detalhes e como á última dica e pode ter certeza a que fará toda diferença neste processo de planejamento: contrate um profissional, uma cerimonialista, ela irá te pontuar cada detalhe, as prioridades e principalmente cuidar de tudo para que o casamento seja inesquecível para você e todos os convidados!

Wallace Albuquerque:

  • Defina se quer casar em praia em metrópoles ou praia em cidades do interior
  • Cuidado com as condições climáticas da região no período (vento, chuva, muito calor, etc.)
  • Procure saber se na região existem empresas que oferecem passeios turísticos e ofereça esses contatos aos seus convidados.
  • Liste restaurantes e locais para lanches também é uma excelente informação para ser repassada para os convidados, afinal todos precisarão destes serviços.
  • Para que não haja atrasos no dia do casamento, não marque nenhum passeio turístico no dia. Assim todos os convidados se programarão para estarem no local no horário marcado.

AGORA… O SEU VESTIDO! 

VESTIDOS PARA LUGARES MAIS QUENTES x VESTIDOS PARA O CLIMA MAIS AMENO

falou sobre as maiores diferenças nos looks das noivas. Mangas, tecidos, fendas, decotes e a relação dos penteados com as peças. Leia atentamente cada dica preciosa da estilista que transforma qualquer sonho de vestido em realidade:

“A principal diferença entre o vestido praiano e o vestido para casar na serra são as mangas. Na serra geralmente faz frio e por isso as noivas querem se proteger um pouco mais. A gente mantém todo um clima praiano de usar tecidos esvoaçantes e rendas mais delicadas com um bordado mais discreto e mais leve, já que os casamentos na serra, assim como os da praia, são no fim da tarde e pegam uma luz do dia. Mas tem essa diferença de temperatura, que costuma ser mais fria que na praia. Às vezes a noiva opta por mangas removíveis, ou mangas na festa toda já que vai anoitecendo e vai esfriando mais, ou às vezes até confeccionamos uma pelerine, ou uma capinha, ou alguma coisa sobreposta de veludo ou de uma pelezinha falsa para dar uma esquentadinha de madrugada.

Uma outra diferença é que os vestidos praianos geralmente possuem fendas, ou transparências na pele, que para serra eu acho lindo, mas pela questão do frio as vezes as meninas optam por não fazer nenhuma abertura de fenda ou de transparência justamente para se proteger mais. Além disso, os casamentos na praia geralmente são mais úmidos, ventam bastante, então mesmo tendo o sonho de casar de cabelo solto, muitas vezes as noivas não usam (pelo menos não a festa toda) porque o cabelo começa a ficar todo desarrumado, úmido, por isso podem até começar com o cabelo meio preso meio solto, mas depois elas costumam prender para a festa. Já na serra, como o clima é geralmente um pouco mais seco e venta menos dependendo do local, as meninas tendem a ficar com esse cabelo meio preso meio solto a festa toda, porque o cabelo funciona mais, ele segura por mais tempo, já que não tem tanta umidade.

Tirando essa parte da temperatura, nas duas ocasiões os vestidos têm um clima muito parecido. Apostar em referências mais leves, mais dia, combina muito com a serra e com a praia”, concluiu.

CRÉDITOS

1.2. 3. Felipe Rezende Fotografia  |  4. 5. 6. Lentes Claras  |  7. Estudio Mega Zap  |  8. Hugo Carneiro  |  9. Rafael Santana  |  10. V Rebel

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someonePrint this pageBuffer this pageDigg thisShare on RedditShare on Tumblr


avatar

Ela é pequena, mas tem o coração enorme. Já tem dono! É apaixonada por contar histórias. Não se imagina fazendo outra coisa, escolheu ser jornalista desde que veio ao mundo.