Cupido-folião, em 2015 o alvo pode ser você

Por  |  0 Comentários


Amor de carnaval é fantasia. E dura pouco, só dois dias. Jorge Ben Jor até tentou fazer os foliões desistirem de encontrarem o grande amor no meio da multidão, mas ele não conseguiu. Em uma onda de que “ninguém é de ninguém”, eles se conheceram e se apaixonaram na época mais festeira do ano.

O amor foi muito além do carnaval e o passo para o altar era certo! Alguns, não começaram a namorar na época, mas a troca de olhares nas festas à fantasia foram suficiente para sentirem o que o destino estava dizendo. O cupido chegou em cheio nesses corações e estamos aqui para mostrar que não importa a época, quando a flecha acerta, não há “Bola Preta” que resista.

E esse ano o sábado de carnaval é ainda melhor: os apaixonados ganham a ajuda do São Valentim, que lutou pela não proibição do casamento durante a Idade Média e que hoje é homenageado no hemisfério norte como Valentine’s Day. Vai perder essa chance? Curtir o carnaval agarradinho também é bom!

Para provar que o amor não tem hora e nem lugar, entramos no clima do carnaval e fomos a fundo em nossos arquivos para encontrar casais que se descobriram no meio da folia. Vem ver:

♥ Da folia para o topo do bolo

O casal Ana Lúcia e Cristian se conheceram em uma sexta-feira de carnaval. Amor à primeira vista. Em meio a multidão em uma festa no Jockey Club do Rio de Janeiro, ele se apresentou beijando a sua mão. Um lord né? Não teve como não se apaixonar.

Em 2013 eles subiram ao altar e para certificar que o momento da primeira troca de olhares nunca fosse esquecido, usaram no topo do bolo noivinhos, que remetiam à fantasia usada pelos dois e o momento em que Cristian beijou a mão de Ana Lúcia.

Ana Lúcia e Cristian

♥ Bem-vindo a Salvador. Coração do Brasil

Em 2005 o casal Ana Paula e Carlos se conheceram no carnaval de Salvador, por meio de uma amiga – que ficava com um amigo de Carlos – e estavam hospedados no mesmo hotel: “Em um dia de trio, o amigo dele veio ao nosso quarto pedindo para eu ir no quarto deles vê se animava o Carlos. Ele tava doente e não queria sair. Quando nos olhamos, logo rolou uma empatia e rapidinho ele ficou bom!”, diverte-se Ana Paula.

No meio do trio eles ficaram. Romântico, Carlos convidou Ana para jantar – em pleno carnaval -, mas por incrível que pareça isso ainda não fez os dois namorarem. Apenas em 2012, eles se reencontraram e começaram a se relacionar, mas a paixão foi interrompida por outro carnaval! Ana Paula já tinha comprado uma viagem para Jurerê com as amigas e Carlos queria ficar no Rio. Ela foi, mas voltou antes da folia acabar, quando o futuro marido pensou em desistir da relação e para prová-lo o quanto gostava dele, ela pegou o primeiro voo de volta para Rio de Janeiro, onde – nada mais justo – foi pedida em namoro. Em 2014 eles disseram o tão esperado sim no altar.

Ana Paula Teixeira e Carlos-Augusto - Foto Daud Pacha

 ♥ E Floripa não pode esperar

Na última noite de carnaval de Florianópolis, em 2004, em uma balada, Juliana e Fábio se conheceram. Os olhos se cruzaram e logo já estavam ficando. Em uma troca de telefones, eles ficaram dias e dias falando… falando. Até que três meses depois ele a pediu em namoro – pelo falecido ICQ. Vivendo um ano à distância, Juliana se mudou para São Paulo e depois de um ano juntos, eles passaram quatro anos entre idas e vindas.

Casados há um ano e agora na espera de Antônio, eles tiveram certeza de que o carnaval valeu muito a pena!

 ♥ Carnaval na Bahia, oitava maravilha

Salvador é um destino certo para os foliões nesta época do ano. Para Maria Luiza e Marcio não foi diferente. Eles se conheceram em um cruzeiro de carnaval para a Bahia em 2006, mas nada aconteceu e se tornaram apenas bons amigos. Quando Marcio descobriu que os dois tinham amigos em comum, logo depois da viagem, tratou de pedir a uma amiga que marcasse com encontro com a Maria Luiza. Eles se reencontraram, mas só depois de seis anos que o namoro engatou e em 2014 eles subiram ao altar!

Maria Luiza e Marcio

♥ We are the world of Carnaval

A Ilana e o Adhemar se conheceram no domingo de carnaval de 2006. Através de amigos em comum. Eles tinham a certeza de que tudo não passaria de um flerte. Se enganaram. Depois de uma semana de encontro, toda a família já estava envolvida tamanha a flecha do cupido! E valeu a pena. Depois de sete anos e sete meses de namoro, eles subiram ao altar em 2013.

Casamento Ilana e Adhemar

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someonePrint this pageBuffer this pageDigg thisShare on RedditShare on Tumblr


avatar

Jornalista, fotógrafa e pisciana. Como ser essas três coisas e não amar casamentos? Sonha em um dia dizer "sim" para aquele que entende seus defeitos e se apaixona pelas suas qualidades.