Baixe
GRÁTIS
o seu
eBook!
x

Quanto do seu budget vai para os convites de casamento?

Por  |  0 Comentários


Você sabe qual a média de preço do convite de casamento? Decidimos acabar de uma vez por todas com as duas dúvidas. Confira!

Não é novidade para ninguém que a definição do orçamento costuma tirar o sono de qualquer casal de noivos, principalmente nas etapas iniciais do planejamento. Afinal, como saber o preço das coisas se você nunca casou? O medo de calcular errado e se atrapalhar nesta matemática é frequente, por isso nós resolvemos ajudar. O assunto da vez é o convite de casamento. Você sabe qual o preço médio deste item?

Nós não sabíamos, é preciso admitir. Afinal, existe uma variedade tão grande de opções que fica difícil precisar o quanto se costuma gasta para produzi-los. Ainda mais difícil do que falar de custo é falar de valor, pois este trabalha um elemento intangível: a importância de mostrar aos seus convidados, logo no primeiro contato, como será a proposta do seu evento.

“Convites menores e com papéis de baixa gramatura transmitem ao convidado a ideia de um casamento simples, da mesma forma que os maiores e com papéis mais rígidos, passam a noção de casamentos mais luxuosos. É com o convite que as pessoas vão decidir como será o planejamento delas. Influencia no traje, na maquiagem e até na importância da presença ao evento”, afirma Fernando Toribio, proprietário da empresa Papel e Estilo.

Por isso, na visão dele, a escolha do modelo deve ser coerente com o perfil do evento. Em termos práticos: se você está organizando um casamento low-cost, economize no convite também. Por outro lado, caso se trate de uma comemoração luxuosa, mantenha o padrão e opte por convites mais rebuscados.

QUAL O ESTILO DE CONVITE MAIS BARATO?

Acredite se quiser, peças clássicas costumam ser as mais em conta. É o que nos explica Claudia Haddad, proprietária da Papel a La Carte. Isso acontece porque, em geral, esses convites não precisam de muitos processos gráficos. Outras dicas para um orçamento bem enxuto são diminuir a gramatura do papel e optar pela impressão digital, que costuma ser a mais barata.

No que se refere a cores e procedência dos materiais, Fernando opina que os papeis nacionais e em cores claras (como branco, off-white e marfim) são aqueles com custo mais acessível. A ideia é buscar um fornecedor com um portfólio bem vasto, assim não será difícil encontrar uma opção que tenha tudo a ver com vocês. Só é preciso tomar cuidado para não abrir mão da qualidade em prol do preço.

Na Papel a La Carte, por exemplo, a gramatura mínima de qualquer convite é 250g. “Ele, na verdade, acaba sendo um dos itens mais em conta que você tem no casamento”, afirma a profissional, acrescentando que essa conta muda se considerarmos os demais itens de papelaria. Estes podem ir do cardápio ao kit toalete, variando muito de acordo com a demanda de cada casal.

Dica extra: embora não seja sua preferência pessoal, Claudia conta que, antigamente, os convites não eram fechados com nada. “O fechamento é um charme, mas ele não é estritamente necessário. Há envelopes, chamados de canguru, que se fecham neles mesmos. Essa é a maneira mais em conta”, explica.

CONVITES MAIS REBUSCADOS

Perguntamos aos dois profissionais o que encarece um convite e as respostas foram quase unânimes. “Papéis importados e outros materiais, como acrílico, lacres especiais e trabalhos exclusivos de impressão”, afirmou Fernando.

Já Claudia reforçou a questão da gramatura (quanto mais rígido o papel, mais caro o convite) e pontuou que itens brilhantes e fechamentos especiais, com mateis folhados a ouro, também encarecem a peça.

UM POUCO SOBRE A IMPRESSÃO DO CONVITE

Segundo explica Fernando, geralmente o maior custo está no material, e não nas impressões utilizadas. Ainda assim, deixamos uma sugestão para baratear essa etapa também:

“Uma solução é imprimir todos os elementos do convite em uma leva só. Por exemplo: se uma noiva quer elementos florais, podemos imprimir isso junto do texto. Tudo em uma lâmina só, ao invés de imprimir a flor no envelope e a flor no convite”, sugere Cláudia.

Atenção: lembre-se de imprimir os convites com uma margem de segurança de 25%, para eventuais erros. Ou seja, se você iria imprimir 120 convites, imprima 200. Isso porque o custo unitário costuma ser bem mais elevado e precaver-se acaba ajudando o seu bolso!


Leia mais

+ Inspire-se com lindas decorações de casamento

bg-divisoria

+ Home wedding:
um dos mais lindos que já passaram por aqui

bg-divisoria

+ 10 situações desconfortáveis que todos os noivos passam


DIRETO AO PONTO: UMA NOÇÃO DE VALORES

Com uma ampla gama de estilos, Claudia costuma trabalhar com peças a partir de R$ 16 a unidade. Já Fernando dividiu o universo de convites em três faixas de valores, todas praticadas por sua empresa. Confira:

  • R$ 3,50/convite: linha rápida e econômica
  • R$ 12 a R$ 20/convite: faixa de valores com maior saída na Papel e Estilo
  • R$ 50/convite: peças mais rebuscadas, com materiais e impressões especiais

De acordo com uma pesquisa realizada pela empresa Quem Casa Quer Site em 2015, a média de valor gasto pelo brasileiro em convites de casamento era R$5/unidade no ano em questão.

Vivemos em um grande país, com muitos profissionais disponíveis e uma variedade incrível de preços. Existem até sites que elencam opções mais em conta, como o Elo7.

A dica é encontrar o fornecedor que mais tenha a ver com a proposta do seu casamento e pesquisar bastante sobre sua reputação antes de fechar o contrato.


Créditos

1, 3 e 5- Divulgação/Papel a La Carte  |  2 e 4- Equipe Papel e Estilo

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someonePrint this pageBuffer this pageDigg thisShare on RedditShare on Tumblr


avatar

Nascida em Minas, criada em Recife e apaixonada pelo Rio. Viajar o mundo é seu sonho, o que torna luas de mel e destination weddings um caso de amor à parte. Escolheu o jornalismo pela inquietante vontade de transformar em palavras histórias que mereçam ser contadas.