Etiqueta ao convidar

Por  |  0 Comentários



Originada do francês étiquette, a palavra etiqueta, segundo o dicionário, é o conjunto de regras cerimoniais em eventos, públicos ou não. Elas passaram a ser escritas a partir do século XVI, na Europa, quando os franceses decidiram estabelecer regras para padronizar o comportamento dos convidados durante acontecimentos sociais. Séculos se passaram e, em meio a rotina acelerada do mundo moderno, a etiqueta não saiu de moda. Assim, em festas de casamento não poderia ser diferente. Desde o convite até a recepção dos convidados, valorizar pequenos detalhes e seguir algumas regrinhas podem fazer toda a diferença na arte de ser um bom anfitrião.

A hora de convidar amigos e parentes para o grande dia é um dos momentos mais aguardados pelos noivos. Além de listar nome por nome, escolher o convite, prepará-lo de acordo com a ocasião e distribuí-lo, não é fácil. Já foi o tempo em que a entrega era feita somente em mãos aos convidados. Hoje em dia a solução é contratar uma empresa que ajude na tarefa. Mas, segundo a organizadora de eventos Rossana Lazarotto, os noivos não estão dispensados e devem priorizar a entrega dos convites pessoalmente. “O ideal é entregar os convites em mãos e deixar para uma empresa, ou mesmo o correio, a entrega para quem mora fora da cidade dos noivos”, afirma. Ela ainda ressalta que, mesmo nos dias de hoje com o avanço da tecnologia, não se deve convidar ninguém pela internet. “O casamento é uma festa formal e precisa se tratado como tal”.

No quesito data de envio do convite e Save the Date, Rossana explica: “o Save the Date deve ser enviado com quatro a seis meses de antecedência. Já os convites, com dois a três meses antes da cerimônia. Isso dará uma margem de segurança para consertar problemas que venham a surgir”.

Para o clássico RSVP, a profissional lembra as noivas: “Peça ao cerimonial ou a uma empresa especializada para confirmar a presença dos convidados que não responderem até o prazo estipulado”.

Detalhes que fazem a diferença

Antes de ser grande ou pequeno, clássico ou contemporâneo, simples ou exuberante, o convite é informativo. Data, hora, endereço – cerimônia e recepção – são pontos básicos. Para quem tem dúvida se deve colocar ou não o traje, Rossana explica que depende da ocasião. “Quando os noivos querem oferecer uma festa à rigor, eles devem informar o estilo de roupa, caso contrário, todos já sabem como ir vestidos pelo estilo do convite e o local a ser realizado o evento”.

Por se tratar de um evento social, todos devem ser tratados forma que merecem. A organizadora de eventos afirma: “Pronomes de tratamentos são usados em eventos corporativos e só devem entrar no convite de casamento caso queiram manter a formalidade”.

Sobre a famosa e procurada lista de presentes, ao contrário do que muitos noivos pensam e fazem, não deve estar no convite, segundo Rossana. “Deixe esta informação para o cerimonial responder”, afirma. Hoje em dia ainda há a vantagem do casal montar seu próprio site, onde pode constar a lista e auxiliar, tanto os noivos como os convidados, para outras dúvidas. “Vejo o site como uma extensão do convite, com a finalidade de informações extras”, ressalta.

A internet pode ser muito útil na ocasião, mas a cerimonialista comenta sobre a exposição do casamento em redes sociais: “Não acho necessária essa exposição. O casamento deve ser compartilhado apenas com parentes e amigos”.

Atenção a cada convidado

A forma de subscritar o envelope vai determinar quem você quer convidar. Segundo Rossana Lazzarotto, usa-se o nome completo do marido e família, quando se quer incluir todas as pessoas da casa. Se já quiser restringir apenas o casal coloque o nome completo de cada um, ou ainda Sr. e Sra acompanhado do nome completo do homem.

No caso de casais do mesmo sexo, o correto é colocar o nome completo de ambos. Divorciados devem receber convite individual, com o nome completo de cada um. Casais de namorados recebem o convite com o nome completo, iniciando pelo o que lhe é mais próximo, independente de ser homem ou mulher.

Aos que tem dúvida se devem ou não convidar chefe e colegas de trabalho, lembrem-se: “Tudo depende da relação. Eles devem ser convidados somente se forem bem próximos”, finaliza Rossana.

Convite Danielle Arte CDAM Convites e Papelaria FinaCDAM Convites e Papelaria FinaCDAM Convites e Papelaria FinaCDAM Convites e Papelaria FinaConvite Danielle Arte

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someonePrint this pageBuffer this pageDigg thisShare on RedditShare on Tumblr