Baixe
aqui
seu
E-BOOK
x

Hot or not: o que era tendência no ano de lançamento da IC

Por  |  0 Comentários


Relembre o que era moda em 2002, ano de nascimento da Inesquecível Casamento, e saiba como essas “tendências” são vistas agora, 15 anos depois

Se você é nosso fã de verdade, desses que seguem no Instagram, curtem (e comentam) no Facebook e, é claro, está inscrito no nosso canal do You Tube já deve está sabendo que nesse mês a Inesquecível Casamento completa 15 anos. Pois é, nossa querida IC vai debutar e por aqui somos só nostalgia.

Já lemos e relemos edições antigas, relembramos muitas histórias, eventos que produzimos e casamentos que publicamos (cá entre nós, nossa parte favorita).

E se tem uma coisa que descobrimos nessa retrospectiva é como as coisas mudaram. Não só na revista e seu novo projeto gráfico, mas nos casamentos em si. Foi uma transformação tão grande que nos apaixonamos pela pauta logo quando chegou aqui na redação. Convocamos parceiros que viveram boa parte dessas “modas e comportamentos” de perto. Vamos lá?!

1. SAI O PROTOCOLO, ENTRA A DIVERSÃO

Para o cerimonialista Roberto Cohen uma das principais mudanças está no estilo da festa:

“A formalidade entrou em desuso. Por mais princesa que seja a noiva, ela quer se divertir e muito!” revela.

No lugar de jantares longos e demorados com serviços à francesa, os casais de 2017 querem mesmo é agregar diversão à comemoração. Não à toa os destinations weddings (com dias de festas), a coquetelaria de alto nível e gastronomia contemporânea estão vivendo o seu boom.

2. FOI MODA, MAS JÁ PASSOU

Quem nunca vestiu uma peruca metalizada ou usou um boá (aquelas plumas para colocar no pescoço) em uma festa de casamento que atire a primeira pedra! Os acessórios para pista de dança já tiveram seu apogeu, como lembra Cohen, mas hoje já não são mais descolados assim. Outros modismos que já tiveram seu lugar ao sol, mas hoje não passam de lembranças, como destaca o cerimonialista, são os padrinhos entrando coreografados e casamentos com missas.

 

3. MAIS CONFORTO (E BELEZA) POR FAVOR!

No quesito decoração, a transformação veio de onde menos se esperava: as cadeiras. Em 2002, as cadeiras de ferro estavam com tudo, como lembra o decorador . Hoje em dia, elas foram substituídas por modelos mais tradicionais feitos em madeira como: medalhão, dior, tiffany ou em formato de X.

“As cadeiras de ferro não ofereciam tanto conforto, além disso não eram tão bonitas quanto as atuais” ressalta Daniel.

4. FOCO NO MOBILIÁRIO

“O Mobiliário de 15 anos para cá, modificou todo o desenho das festas!”

A afirmação de Daniel é forte, mas perceptível até aos olhos leigos. Isso porque há uns quatro anos a “decoração com cara de casa” veio com tudo e parece que para ficar.  “Hoje podemos montar verdadeiras salas de estar com mobiliário” completa o decorador. Independentemente do estilo escolhido para a festa, esse item faz toda a diferença! E há infinitas possibilidades e estilos.

5. O NOVO CHIC

Há 15 anos os convites mais elegantes eram os modelos tradicionais, impressos com relevo francês grafite, em papel branco ou marfim, como relembrou o cerimonialista Ricardo Stambowsky, “Hoje os convites são mais criativos, coloridos, com estampas de flores ou do local do evento” destaca. E como sabe, de elegância ele entende, né! Então abuse da criatividade na hora de pensar nos convites.

6. ELETRODOMÉSTICOS X VALE DRINKS EM UMA PRAIA PARADISÍACA

Ainda tem gente que acha estranho dar cotas de lua de mel como presente de casamento. Segundo Ricardo Stambowsky, há 15 anos isto era impensável. Hoje você pode substituir aquele grill que vai ficar jogado no fundo do armário por bons drinks à beira-mar, por exemplo.

7. QUEM VEIO PRIMEIRO A DECORAÇÃO OU A FORMINHA DE DOCE?

Não se sabe ao certo o por quê, nem quando começou, mas é muito comum as noivas se preocuparem primeiro com as forminhas dos doces do que com o projeto da decoração como um todo (#vaientender). Talvez por isso elas tenham evoluído tanto nos últimos tempos. “As mesas de doces se encheram de forminhas em forma de flores e os decoradores se esmeram neste item” destaca Ricardo.

8. A DANÇA DOS NOIVOS – COM UP GRADE

Pode ficar tranquila, a valsa dos noivos ainda é in, mas ganhou uma versão mais profissional. Como revela Ricardo Stambowsky, muitos casais hoje em dia contrataram um coreógrafo para fazer bonito na pista. A trilha sonora também está mais diversificada e os noivos estão apostando em hits mais atuais. Nossa dica é escolher uma música que tenha a ver com a história dos dois.

9. OPENBAR PARA TODOS OS GOSTOS

“Em 2002 os espumantes eram o must da festa, sempre sugeria uma garrafa para cada 2 convidados” lembra Sylvia Sitnoveter, proprietária da Wines and Roses – empresa pioneira na comércio de bebidas consignadas no Rio de Janeiro. Entre os homens, o favorito era o whisky. Mas para quê se limitar quando há um mundo de opções, não é mesmo? “Agora os drinks com vodkas importadas e gin (hit de 2017) estão super na moda” revela Sylvia.

10. VESTIDO DE NOIVA

É óbvio que não íamos terminar essa matéria sem falar de um dos itens mais importantes do casamento: o vestido de noiva. E quanta mudança hein? Para a estilista Stella Fischer “antes as noivas preferiam modelos princesas e mangas bufantes, hoje gostam mais dos modelos clean e com corte semissereia”. As rendas e tecidos utilizados, entretanto, se eternizaram e mesmo hoje continuam praticamente as mesmas. A mudança é percebida diariamente em seu ateliê, mas adepta ao estilo clássico, a carioca ressalta que não abre mão do atemporal. Porque esse nunca sai de moda, passem 15 ou 50 anos. Vale o vestido que faz sentido pra você, não o que é moda!

Você lembra de algum item que ficou fora da lista? Escreve aqui nos comentários!


CRÉDITOS: 1. Aszmann e Rodrigo Sack  |2. Tulio Thome | 3. Leonardo Uzeda | 4. Rodrigo Sack | 5. Divugação Arte em Forminhas

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someonePrint this pageBuffer this pageDigg thisShare on RedditShare on Tumblr


avatar

Uma paulistana que quer conhecer o mundo e encontrou no jornalismo sua forma de transformar paixão em profissão. Adora histórias e não resiste a uma boa conversa. Prefere miniweddings mais descontraídos, mas promete ajudá-la a deixar seu casamento exatamente como sonhou.