Forbidden

You don't have permission to access /ines/css on this server.

Additionally, a 403 Forbidden error was encountered while trying to use an ErrorDocument to handle the request.


Apache/2 Server at opmln.com Port 80
Envelhecer Com Saúde: Use A Cultura A Seu Favor - IC

Espelho, espelho meu…

Por  |  0 Comentários


Texto Tatiana Potrich

Envelhecer com saúde é uma arte e, nesse processo, a cultura pode oferecer uma ajuda em tanto. Pensando nisso, trago uma imagem de minha avó comemorando sobriamente seus 90 anos de idade. Parabéns, vovó!

Tem um trecho da música da banda O Rappa um tanto forte, mas que fará sentido ao texto, que diz assim: “se os velhos não podem criar suas rugas, o novo já nasce velho”. Lembrei-me de uma imagem impressionante da joalheria Amsterdam Sauer, que saiu na Vogue de dezembro de 2016.

A ousada propaganda de duas páginas traz na primeira delas a imagem do crânio de um boi sobre a mesa. Na segunda, uma senhora de figurino preto, inclusive o chapéu, com uma espiga com as palhas e os milhos bem tostadas ou ressecados nas mãos,  posando distintamente com brinco e anel de ouro e pedras preciosas em formatos geométricos.

A campanha da coleção TRIBES foi inspirada nos povos do mundo, desde as civilizações astecas às tribos africanas. As obras com o tema das paisagens semiáridas do New México, da artista norte-americana Georgia O’Keefe, foram referência para um cenário simples e rústico. A personagem e o figurino foram inspirados na artista que é reconhecida como a Mãe do Modernismo Americano e morreu aos 98 anos, em 1986.

Quem a interpreta nas fotos é a top model brasileira Vera Valdez, hoje aos 80 anos. Aquela visão foi mágica! Seu semblante refletindo um olhar sóbrio e concentrado reflete uma postura vívida, serena, lúcida. A estranheza das imagens fica a nos confundir sobre os paradoxos entre o belo e o velho, a vida e a espera da morte, a simplicidade e a experiência, o exótico e o comum, as cores e a ausência delas.


“A cultura é o melhor conforto para a velhice!” – Aristóteles


Reassisti recentemente o filme Branca de Neve e o Caçador (2012), com a bela Kristen Stewart. O enredo é uma bobagem, mas a fotografia e a trilha sonora o disfarçam bem, principalmente na canção para a antagonista – Breath of Life da banda inglesa “Florence and The Machine”.

A atuação da linda e não menos bela Charlize Theron rouba a cena, mas infelizmente é no personagem dela que enxergamos a dispersão da juventude pela ocupação da velhice. Nela, na Rainha Ravenna, é que sentimos as incertezas da beleza, da força, do poder. Para manter-se jovem e poderosa, ela faz um pacto com o espelho mágico e constantemente absorve a juventude de virgens, sugando seus anos de vida e as transformando em velhas.

Dessa maneira ela ganhara mais um sopro de vida, mais um ano de reinado, de poder, de juventude! Mas a que preço? Saber envelhecer bem é uma arte. Talvez a maior e mais sábia de todas. A beleza não está só no físico, mas na alma. Saber cuidar da alma é muito mais difícil e complexo do que ir ao salão de beleza, à clínica de estética ou à academia.

Cuidar da alma é um encontro com bons livros, com crianças, com a arte de toda cor. É o querer dançar, cantar, desenhar, criar, rir, amar. Saber olhar as rugas no espelho a cada dia e mesmo assim não pestanejar. Saber que a memória é um bem precioso e que as inesquecíveis lembranças não envelhecem jamais. Faça suas rugas valerem à pena. A juventude passa, mas os bons momentos continuam.

Quais os seus pensamentos quando o assunto é envelhecer com saúde?

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someonePrint this pageBuffer this pageDigg thisShare on RedditShare on Tumblr