Baixe
aqui
seu
E-BOOK
x

A opinião de uma noiva sobre seu chá de panela

Por  |  0 Comentários


Para Aline Nastari, que há algum tempo contou para a gente como foi visitar o IC Week RJ 2017, o grande desafio do chá de panela era organizar um evento do seu jeitinho, mas sem gastar muito. Leia a crônica da jornalista sobre este momento!

“A primeira coisa que pensei quando comecei a organizar o chá de panela foi: o que fazer para não gastar muito? Afinal, o objetivo é ajudar montar a cozinha com os utensílios que ganhamos. Queria um evento legal e, há séculos, já tinha fotos no meu celular separadas para ele. O meu maior desafio era economizar – o que é fundamental nessa fase pré-casamento, já que o foco é o grande dia.

Para isso contei com a ajuda das madrinhas. Elas foram as responsáveis pelas comidinhas e cada uma preparou uma coisa. Fizemos um grupo para organizar e evitar que levassem pratos repetidos. Eu fiquei com a mesa do bolo, assim poderia fazer do jeitinho que eu queria, e o noivo se responsabilizou pelas bebidas. Ou seja: tudo certo com a comida e um check no quesito economia.


Queria um chá para todo mundo, homens e mulheres. Essa história de chá de cozinha só para mulheres está superultrapassada! Juntamos coisinhas de cozinha com outras de bar e chamamos o encontro de ‘chá de casa nova’


Chá de panela: chalkboard - Foto Bel Junqueira Fotografia

ESCOLHENDO A DECORAÇÃO DA FESTA

Em relação à mesa do bolo, eu escolhi a identidade visual de chalkboard e uma caricatura minha e do meu noivo feita pelo artista Armando Caricaturas. A ideia surgiu por causa do painel. Queria um quadro negro que contasse a nossa história. Foi dentro da ideia de “desenho” que cheguei à caricatura e acabei usando em tudo.

Fiz copos (vale mais a pena do que comprar descartáveis e as pessoas podem levar de recordação), adesivos para as panelinhas que serviram de suporte para os brigadeiros (elas foram compradas pela internet), etiquetas redondas para colocar nos mini  (não fazemos uma festa que não tenha, são maravilhosos!), coloquei nos doces (cupcakes e pirulitos de chocolate) e tags para as lembranças.

Também comprei alguns utensílios de cozinha que foram baratinhos e fizeram o maior sucesso: colheres de pau e, principalmente, mini raladores (todo mundo queria um). Seguindo a ideia do chalkboard, fizemos umas plaquinhas para as fotos. Para quebrar o preto do quadro, tudo foi bem colorido. Comprei forminhas coloridas e usei muitas plantas na decoração!

Chá de panela: plaquinhas - Foto Bel Junqueira FotografiaChá de panela: naked cake - Foto Bel Junqueira FotografiaChá de panela: doces finos - Foto Bel Junqueira FotografiaChá de panela: docinho de Santo Antônio - Foto Bel Junqueira FotografiaChá de panela: doces finos - Foto Bel Junqueira Fotografia

E AS BRINCADEIRAS?

Algumas madrinhas organizaram as brincad​​eiras para animar o chá. Nada de pintura e adivinhação tradicional! A adivinhação de “quem deu” e “o que era” foi feita através de charada, uma breve descrição para que o utensílio servia. Tínhamos que escrever a resposta em um quadrinho e, quem errasse mais, pagava uma prenda. Fizeram também aquela gincana entre os noivos sobre a história do casal.

Ficou tudo lindo, do jeitinho que queríamos! Conseguimos economizar, montar nossa cozinha e nos divertir. Mais um dia inesquecível nessa fase de preparação para o casamento. E que venha a festa, pois faltam menos de 15 dias!”

Chá de panela: brincadeiras - Foto Bel Junqueira FotografiaChá de panela: dicas - Foto Bel Junqueira Fotografia

Gostou de ler a opinião de uma noiva sobre seu chá de panela? Escreva para a gente contando a sua experiência durante os preparativos do casamento! Quem sabe o próximo post não é assinado por você? Nosso e-mail de contato é jornalismo@3rstudio.com.br ♥

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someonePrint this pageBuffer this pageDigg thisShare on RedditShare on Tumblr