6 dicas para fazer o discurso de casamento perfeito

Por  |  1 Comentário


Texto: Alessandra Pereira 

O nervosismo dos noivos antes do casamento é natural diante da emoção que os espera. Mas é na preparação do discurso de casamento que o desespero costuma bater com mais intensidade. Afinal, a proposta é que a mensagem permaneça na lembrança de ambos para sempre e sele a celebração de amor

Para quem gosta de escrever e fazer declarações é bem mais fácil pensar nos votos de casamento, mas aos mais tímidos e avessos as palavras pode ser um verdadeiro drama. Mesmo para profissionais não é fácil encontrar as palavras certas que definam a história de amor que está entrando numa nova fase naquele momento, assim como resumir uma imensidão de sentimentos e sonhos com o ser amado.

Será que os votos são importantes?

Os votos de casamento são muito comuns em filmes românticos, que emocionam os noivos, convidados e claro, o expectador. No Brasil essa prática não era muito comum, mas vem crescendo nas cerimônias religiosas e cíveis atualmente. O mais comum é que frases como “na saúde e na doença, na alegria e na tristeza…” seja apenas uma repetição do que o celebrante diz. 

A mais antiga lembrança dos votos de casamento é de 1542, como confirmação do juramento de fidelidade, respeito, honra e união entre os noivos. Era uma forma de conscientizar os noivos de que a vida também teria dificuldades, mas que o fundamental é que estivessem juntos para superá-las através de um compromisso diante de Deus. Esse significado permanece até os dias de hoje e é a base do que se entende como matrimônio, não importa com que circunstâncias o casal decidiu se casar, nem mesmo a religião ou o tipo de cerimônia.

O conteúdo dos votos de casamento foi muito alterado com o passar dos anos, muitas vezes se resumindo a frases padronizadas. Atualmente os votos vêm ganhando espaço e sendo incentivados para que os próprios noivos escrevam o discurso que farão um ao outro durante a cerimônia. 

Não há dúvidas que a inclusão dos votos de casamento deixa a cerimônia mais pessoal e emocionante, mas nem sempre há sermões religiosos que permitem essa interrupção romântica. Algumas igrejas só permitem que os noivos leiam passagens bíblicas e reprimem expressões autorais da relação entre eles, tornando os votos mais comuns em casamentos mais informais. 

Se esse é seu caso, não se preocupe porque vamos te ajudar a encontrar um caminho para escrever seus votos, da forma mais sincera e emocionante possível, ok?

Fazer seus votos pode ser mais fácil do que parece!

Não há um formato padrão para criar os votos, mas procure fugir dos clichês e inclua no texto frases e informações que realmente fazem parte da vida de ambos. Mesmo para casais muito religiosos, o ideal é evitar muitas menções a religião para não parecer uma extensão do sermão. 

Para escrever um bom discurso de casamento e conseguir lê-lo diante de várias pessoas, selecionamos abaixo algumas boas dicas para liberar a criatividade e emoção desse momento único: 

1 – Crie uma estrutura para seu texto

A fase inicial é escrever tudo o que acredita ser importante sobre seu relacionamento, histórias emocionantes, músicas e poesias preferidas, assim como seu desejo do futuro. Não se preocupe com a estética do texto e nem ordem cronológica, apenas foque nas lembranças e deixe a emoção direcionar os pensamentos. Todas essas informações servirão de base para a criação do texto em si. 

2 – Não tenha medo de pedir ajuda

Se for mesmo muito difícil organizar as palavras e encontrar um bom caminho para o texto, chame um amigo que tenha mais fluência na escrita e peça sua ajuda. Ele precisa dos rascunhos descritos no primeiro item para criar um texto perfeito para a ocasião. 

3 – Não tenha medo de ser bem humorado

Uma boa dose de humor ajuda a descontrair e tirar o peso do excesso de emoção. Equilibrar risos e lágrimas torna o texto real e envolvente, mas é preciso muito cuidado com o tom dos comentários para que se mantenham de bom gosto e adequados a cerimônia. 

4 – Inclua pessoas importantes no discurso 

Incluir amigos e parentes que tiveram uma participação pontual na história do casal, ajuda a envolver ainda mais os convidados nessa emoção. Em especial histórias pitorescas e divertidas, momentos difíceis em que outra pessoa ajudou a superar, entre outras situações. Os familiares como pais e mães também podem ser citados e, caso alguém já tenha falecido, é preciso ter cuidado para não deixar a cerimônia triste. 

5 – Cuidado com os excessos 

É melhor ter um texto curto e sincero do que longo e cansativo. Mesmo que sua habilidade seja escrever, não é preciso criar um capítulo de um livro ou uma tese de mestrado. Seja objetivo, não cometa erros de português, use uma linguagem coloquial, mas cuidado com gírias e palavras obscenas e deixe a emoção fluir para equilibrar bem a razão com a emoção. 

6 – Evite o improviso

Depois de ter escrito o texto, leia antes da cerimônia. Ensaiar o discurso de casamento antes, principalmente diante do espelho, ajuda a encontrar o tom ideal sem ser piegas ou frio demais. Inclusive é ótimo para os tímidos e evita que gaguejem no momento dos votos. 

Casamento Giulia e Gustavo – Foto Alexandre Rechtman  

 

Casamento Rafaella e Renato – Foto Salamonde fotografias

 

Casamento Claudia e Alberto – Foto Alexandre Rechtman

 

Casamento Maite e Breno – Foto Mana Gollo

 

Casamento Junia e Lamark – Foto Sebastian Germino

 

Casamento Dani e Tiago – Foto Carol Ritzmann


Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someonePrint this pageBuffer this pageDigg thisShare on RedditShare on Tumblr