Baixe
GRÁTIS
o seu
eBook!
x

Bufê de casamento: a alma da festa

Por  |  0 Comentários


Texto:  Alessandra Pereira

Errar na escolha do bufê de casamento não dá! Ele é responsável pela satisfação dos convidados. Afinal, quem quer ir até uma festa e não comer bem?

As festas fazem parte dos casamentos desde que se tem noticias dos primeiros. Elas foram evoluindo com o passar dos anos e se tornando cada vez mais específicas quanto a cultura e crença dos noivos. A celebração é uma forma de tornar a união publica e compartilhar com entes queridos a felicidade do casal, com todos os desejos de que tenham saúde, amor e felicidade.

Quem viveu na década de 1980 lembra das cascatas e coquetel de camarão, a “sacanagem”, as barquetes de maionese, o pavão feito de ovos de codorna e o estrogonofe faziam parte da maior parte dos bufês. Mas hoje eles estão fora de moda e é grande a variação do cardápio disponível para os noivos, que podem até mesmo incluir os tradicionais salgadinhos, mas em versões especialíssimas.

Os mais importantes bufês do Rio de Janeiro têm em comum a busca da satisfação dos clientes. Por isso, dentre seu cardápio há muitas vezes variações de clássicos e a composição do cardápio valoriza o gosto dos noivos e convidados. Essa adequação é fundamental para que todos fiquem satisfeitos e tenham uma excelente experiência gastronômica.

A IMPORTÂNCIA DE FAZER A ESCOLHA CERTA 

Infelizmente, é muito frequente nos noticiários matérias sobre bufês que não aparecem no casamento e deixam os noivos e convidados sem a base estrutural do evento. Sem comidas e bebidas não há festa e o sonho do casal acaba se esvaindo junto com o prejuízo financeiro. Essas situações são mais frequentes do que se imagina, tornando imprescindível uma boa pesquisa sobre a qualidade dos bufês antes de fechar o contrato.

Eles são fundamentais para grande parte do sucesso de uma festa de casamento. Quando os convidados são bem servidos, experimentam sabores deliciosos e são recebidos por um serviço de qualidade, associam a experiência degustativa com a emoção causada pela cerimônia, tornando o momento inesquecível. Mas como e onde escolher o bufê mais adequado diante de tantas opções no mercado?

Mesmo que existam bufês com um foco mais amplo de mercado e com capacidade para suprir as mais variadas demandas, é sempre importante escolher os que oferecem opções mais próximas do perfil dos noivos e de seus convidados. Mas para ter a harmonização ideal, não é necessário que o cardápio corresponda fielmente a decoração e proposta do casamento. Um exemplo são os casamentos com aspecto rústico, que não impede um serviço de bufê sofisticado e elegante ou mesmo mais arrojado e contemporâneo.

Porém, quando o estilo é muito marcante acaba gerando expectativas aos convidados, como os que são realizados na praia e que sugerem pratos com frutos do mar, peixes e frutas. Nesses casos, é possível atender ao tema através de estações culinárias com pratos que ajudem a levar o convidado a ambientação proposta.

O coquetel volante é o serviço mais comum, que inclui canapés frios e quentes, assim como minidegustações. Mas há ainda as opções de almoço ou jantar, café da manhã, estações de massas ou risotos, bruchs, chá da tarde, ceias e lanches fast foods para o fim de festa noturna. Cada composição dependerá do horário, tempo de duração, perfil dos noivos, estilo do casamento e investimento disponível.

O fundamental na escolha é que o bufê apresente confiabilidade. Em seguida é preciso que antes de fechar com o escolhido, seja definido exatamente o que é preciso no evento para evitar gastos desnecessários. Escolha sempre o que realmente deseja e não as opções mais caras que muitos promotores de vendas tentam “empurrar” e acabam tirando parte da confiança sobre a parceria.

Além disso, o bufê precisa apresentar quantas pessoas irão compor o serviço, para que não exista déficit e os convidados fiquem muito tempo sem serem servidos. E como nem sempre o cardápio é idêntico as fotos expostas nos sites, vá a uma degustação para conhecer pessoalmente os produtos, sabores e visual da proposta.

 A GENTE AMA E INDICA

Com 15 anos dentre os mais requisitados bufês do Rio de Janeiro, a investe mais em divulgação espontânea de clientes satisfeitos, do que no marketing tradicional. E tem dado certo! Com agenda sempre apertadíssima e com uma estrutura dinâmica para atender com o máximo de qualidade todos os eventos, a está sempre criando novos pratos que agradem em cheio noivos e convidados.

Num desses eventos de casamento, o craque Neymar se encantou com o Tartar de Salmão com gotas de pita Bread e pediu ao garçom para saborear um prato em sua mesa. O assunto rendeu até matérias em jornais e revistas, ilustrando o encantamento que os canapés frios e quentes da exercem . O brie com geleia de pimenta doce é de comer rezando e as minidegustações reservam preciosidades como bobo de camarão com arroz de coco e picadinho de mignon ao saquê com shitake e batatas sauté, capazes de satisfazer os mais exigentes paladares.

Os bufês também oferecem aos noivos a possibilidade de adaptação de pratos, assim como cuidados com veganos e alérgicos a alguns tipos de alimentos, que recebem atenção especial durante o evento.

Já o Rappanui Gastronomia, criados por Margareth Rocha e Ricardo Pires, tem como foco a criatividade. Com receitas únicas para compor seu cardápio, a composição dos pratos são inspirados na civilização Rapa Nui, que deu origem ao nome do bufê. Embora ofereça uma grande variedade de pratos de petit degustação, sua especialidade é finger foods.

Receitas clássicas ganham versões inovadoras e conceituais, que se transformam em joias gastronômicas que envolvem os convidados nos mais requintados sabores. É o que acontece com o sabor de um sablé com cheese e carpaccio de haddock ou um ouriço de gorgonzola com castanhas no ahú crocante e geleia de frutas vermelhas. Há ainda a deliciosa polenta com calabresa e molho à campanha, Carolina com brie e damasco ou uma das petit degustações de arroz de camarão, bacalhau com alho poro e batatas em lascas, bobozinho de carne seca ou um aligot de baroa com mix de cogumelos no vinho tinto.

Quem foi no recente ICWEEK 2019, no Sheraton Rio, conheceu o fast food machine da D.A. Gastronomia, onde os convidados escolhiam que tipo de delicia desejava e a máquina tirava a caixinha com o pedido. Eram hambúrguer, cheeseburguer, pão de queijo, batata sorriso e churros, sempre fresquinhos e plenos de sabor. O sucesso é apenas mais uma das novidades que o bufês de Dóris Abrantes oferece aos seus clientes, com sabores exclusivos da marca.

Fast food machine  D.A. Gastronomia

Com cocktail volante sofisticado, mas com ingredientes conhecidos e desejados, os clientes têm o prazer de saborear ouriço da terra com queijo coalho, negresco de queijo de cabra e pastelzinho de catupiry, que se encaixam perfeitamente aos peti menu de escondidinho de camarão com catupiry, iscas de mignon e risoto de brie ou a moquequinha de peixe com farofa de dendê.

 

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someonePrint this pageBuffer this pageDigg thisShare on RedditShare on Tumblr