Baixe
GRÁTIS
o seu
eBook!
x

Dicas para montar a carta de vinhos para casamento

Por  |  0 Comentários


Quer montar uma carta de vinhos para casamento? Experimente diferentes rótulos, escute seu cerimonialista e um sommelier e confie nos seus preferidos!

Não existe muito segredo para montar uma carta de vinhos para casamento. Primeiro o gosto dos noivos sempre deve ser levado em conta; segundo pesquisas na internet e degustações sempre ajudam a conhecer diferentes rótulos; terceiro escute os conselhos de profissionais com experiência no mercado de casamentos e por fim procure harmonizar as bebidas escolhidas com o buffet. Para Guilherme Menin, diretor da Liv Import, vender vinhos pra casamento não é uma venda qualquer, pois só acaba quando a festa termina.

  1. ESCOLHENDO O VINHO

Hoje em dia existem muitas opções de vinhos de diferentes regiões, safras, métodos de fabricação e uvas. Principalmente de espumantes, que é sem dúvida o mais concorrido nas festas de casamento. Para a escolha de espumantes Guilherme dá a dica: “deguste e compare as opções dentro do seu “budget” e não precisa ser especialista pra fazer isso, faça uma degustação de preferência às cegas, sem influência dos rótulos e compare qual te agrada mais. Esse vinho sem dúvida será o melhor para a sua festa”!

Para os sommeliers da Wines and Roses, Francisco Rosa e Marcos Freitas, para um casamento ou festa com pessoas de perfis variados, o vinho que mais agrada é o da uva Cabernet Sauvignon. “Caso tenham convidados estrangeiros sugerimos colocar vinho branco também (Chardonnay ou Sauvignon Blanc) e os melhores vinhos para esse tipo de evento são os mais jovens, leves e frescos. A não ser que os noivos ou familiares apreciem um tipo de vinho mais encorpado ou façam questão de uma uva específica”, completam.

Já Jhonatan Marini, sommelier da Casa Valduga alerta: “é importante levar em consideração uma série de fatores, como a temperatura do dia, o menu que será servido e o paladar dos convidados. Contudo, independente desses fatores, a tradição e o renome da vinícola produtora são fundamentais para garantir o sucesso dos vinhos”.

Carta de vinho casamento: espumante Nero - Casa Valduga

  1. HARMONIZAÇÃO

Quando falamos de festas de casamento o espumante (prosecco, cava, champagne) é bem flexível em relação a harmonização com o cardápio do buffet e vai bem com canapés, frios, queijos, peixes e sushis. Quando o assunto é vinho Guilherme recomenda apostar em vinhos argentinos, chilenos e brasileiros, que têm melhor custo benefício.

Outra dica importante é respeitar a evolução do serviço do buffet. “Os vinhos brancos podem acompanhar risotos leves, saladas, frutos do mar, carnes brancas e grande parte dos peixes. Já os tintos podem harmonizar muito bem com as carnes vermelhas e de caça, risotos e massas de molhos mais condimentados. Para acompanhar a sobremesa, o ideal é servir vinhos ou espumantes igualmente adocicados, por exemplo, moscatéis e vinho tipo Porto”, relata Jhonatan.

Carta de vinho casamento: vinhos harmonizados com o buffet


Leia mais

+ Bebidas de casamento: tudo que você precisa saber

bg-divisoria

+ Bebidas para casamento: melhor escolha para o seu estilo

bg-divisoria

+ Bebidas para casamento: vinhos e espumantes mede in Brasil


  1. PARA SERVIR

Não existe uma ordem ou regra fixa para servir vinhos e espumantes no casamento, mas o ideal é manter o espumante volante o tempo todo, e no caso do vinho tinto pode ser volante durante o jantar. “Em buffets empratados gosto de indicar mais de um tipo de vinho tinto, harmonizando com os diferentes pratos, e um vinho com maior gramatura de açúcar para a sobremesa”, acrescenta Guilherme.

A estrutura dos vinhos também precisa ser respeitada, servindo-os em ordem crescente de corpo, acompanhando a evolução do buffet. “No início, junto aos canapés, entradas, saladas e pratos frios, os espumantes são ideais pois além de serem descontraídos como o clima da festa, possuem a leveza adequada para a situação. Durante a refeição, os espumantes podem ser ainda servidos, mas opções de brancos e tintos são interessantes de acordo com o menu estabelecido. Já durante a sobremesa, espumantes suaves como os moscatéis e vinhos fortificados, tipo Porto, são ótimas escolhas”, completa o sommelier da Casa Valduga.

Carta de vinho casamento: serviço volante

  1. NÚMERO DE GARRAFAS X NÚMERO DE CONVIDADOS

Para garantir que as bebidas acompanhem o ritmo da festa e o número de convidados, Guilherme Menim, diretor da Liv Import calcula o número de garrafas de espumantes e vinhos da seguinte forma: 36 garrafas de espumante para cada 100 convidados e 8 garrafas de vinho tinto para cada 100 convidados. “Mas sempre levamos 50 garrafas de espumante para cada 100 convidados e 12 garrafas de vinho tinto pra cada 100 convidados (o cliente paga somente a metade do que levamos antes da festa), pois existem variáveis que influenciam o consumo como local da festa, na praia o consumo é mais alto, horário da festa e duração”, acrescenta.

Carta de vinho casamento: garrafas de vinho X número de convidados

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someonePrint this pageBuffer this pageDigg thisShare on RedditShare on Tumblr


ic indica

avatar

Carioca apaixonada pelo Rio de Janeiro, mas curitibana de coração. Jornalista por vocação, adora escrever sobre moda, beleza, viagens e decoração. Fascinada pelo universo das festas, sonha com um casamento nas Maldivas.