Baixe
GRÁTIS
o seu
eBook!
x

Veja a natureza explodir em Yellowstone

Por  |  0 Comentários


Yellowstone é de fato um lugar que você vai se surpreender com o poder que natureza tem! Confira cada detalhe!

O Parque Nacional de Yellowstone se espalha pelos estados de Wyoming, Montana e Idaho, nos Estados Unidos, é o mais antigo parque nacional no mundo e considerado um marco na história das áreas protegidas. Realmente é uma maravilha da natureza, nele você encontra gêiseres nas mais lindas cores, hot springs, montanhas e vales, canyons, lagos, rios, cachoeiras e muitos animais selvagens. Por isso é considerado o parque americano mais completo, quiçá do mundo!

Estrada linda no Parque Nacional de Yellowstone Foto Roberto Pereira

Rio Gibbon em Yellowstone Foto Roberto Pereira

É imenso, ocupando uma área de quase 9.000 quilômetros quadrados, na verdade é a cratera de um enorme vulcão que explodiu várias vezes ao longo dos séculos. Os estudiosos afirmam que se houvesse uma erupção na caldeira gigantesca que é o parque nacional de Yellowstone seria uma catástrofe para o mundo, mas isso só ocorreu três vezes: há 2.1 milhões de anos, há 1.3 milhão de anos e há 640 mil anos pela última vez, portanto não tive o menor medo de passar dois dias neste paraíso colorido que é o parque.

Os gêiseres em Yellowstone Foto Roberto Pereira

O melhor meio para chegar em Yellowstone e depois para explorar o parque, é alugar um carro, assim fizemos e calmamente conhecemos as principais atrações. Fizemos o percurso em forma de oito, o mais indicado pelo centro de visitantes e pelos sites de turismo,  o que nos deu uma excelente ideia do parque, lembrando que 60% dos gêiseres, hot springs e outras maravilhas geológicas estão concentradas no interior do parque, sem acesso aos visitantes.

Estrada dentro do Yellowstone National Park Foto Roberto Pereira

Os geiseres de Yellowstone Foto Roberto Pereira

O roteiro em forma de oito, divide-se entre o Upper Loop (circuito superior) e o Lower Loop (circuito inferior). Chegamos ao parque só no fim da manhã, por isso no primeiro dia fizemos o circuito menor,  o Upper Loop, começando pela entrada oeste perto de nosso hotel em West Yellowstone.

Mapa do roteiro ideal em Yellowstone

Logo depois da entrada do parque fica a cachoeira Gibbon Falls, para nós foi fácil estacionar e após uma curta caminhada pela passarela chegamos as belas quedas d’água que se abrem para o vale. Importante lembrar que é expressamente proibido e extremamente perigoso nadar ou entrar nos rios ou nas fontes termais.

Gibbon Falls em Yellowstone Foto Roberto PereiraGibbon Falls em Yellowstone Foto Roberto Pereira

A Norris Geyser Basin é a área termal mais antiga e mais quente do parque e onde se encontra o gêiser mais alto do mundo: o Steamboat. Como esta área é muito extensa passeamos com calma por quase uma hora, há duas diferentes zonas, ambas lindas, chamadas Porcelain Basin e  Back Basin.

As passarelas que permitem ver os gêiseres bem de perto Foto Roberto Pereira

Uma das belezas que vimos no primeiro passeio foi o imperdível Mammoth Hot Springs, em que a água das nascentes deposita carbonato de cálcio que se cristaliza depois, formando lindos terraços coloridos. Esta maravilha vem acontecendo há milhares de anos!

 Mammoth Hot Springs em Yellowstone Foto Roberto Pereira

No dia seguinte começamos pelo caminho inverso do mapa Lower Loop, chegando primeiramente ao Lower Geyser Basin, uma linda bacia com mais de 100 atrações geotermais: gêiseres, piscinas e fontes termais, a mais famosa atração da Lower Geyser é a Fountain Paint Pots, com muitos mini vulcões e lama borbulhante!

A beleza de Yellowstone e seus Geiseres Foto Roberto Pereira

A Grand Prismatic Hot Spring com cores inacreditáveis é a terceira maior fonte termal do mundo, fica na Midway Geyser Basin, assim como o Excelsior Geyser, há muitos anos sem erupção mas com a água fervendo sempre. Ela é coberta por uma camada de vapor com um lindo tom de azul!

Grand Prismatic Hot Spring em Yellowstone Foto Roberto Pereira

Excelsior Geyser em Yellowstone Foto Roberto Pereira

O gêiser mais famoso do mundo é o Old Faithful, que apesar de não ser o mais alto encanta por ser previsível, explode em intervalos de 90 a 120 minutos, é um show de hora marcada, digamos assim… curiosidades da natureza. Fica na Upper Geyser Basin e no site do parque você pode ver quando foi a última erupção e se programar para estar lá 1h30 depois.

Na Upper Geyser fica também a Morning Glory Pool com cores inacreditáveis, para chegar nela é preciso fazer uma pequena trilha a partir do Old Faithful.

As trilhas de Yellowstone e ao fundoo complexo do Old Faithful Inn Foto Roberto Pereira

O Lake Yellowstone com água cristalina é lindo e imenso, 350 km², fica a 2357 m de altitude e tem 180 km de margem, bem à beira do lago fica a West Thumb Geyser e o interessante que suas fontes termais são encontradas, não só à margem, mas também dentro do lago, é um belo passeio.

Lake Yellowstone Foto Roberto Pereira

Lake Yellowstone Foto Hilma Pereira

South Twin Lake, um braço do grande lago de Yellowstone Foto Roberto Pereira

Hayden Valley é o habitat dos animais selvagens, ursos, bisões, coyotes e alces. Encontramos no vale manadas de alces e bisões pastando nos vales pelo caminho, mas vimos somente um filhote de urso. Mesmo assim foi uma alegria, paramos o carro assim como muitos outros visitantes para fotografar o fofo ursinho e os bisões.

Os turistas e os bisões em Yellowstone Foto Roberto Pereira

Filhote de urso no vale de Yellowstone Foto Roberto Pereira

O ideal é ficar no hotel Old Faithful Inn, dentro do Yellowstone National Park, mas é muito difícil conseguir reserva. Ela deve ser feita muitos meses antes, diante disso resolvemos ficar hospedados em West Yellowstone, que é uma pequena cidade em Montana a cinco minutos da entrada oeste do parque, no Stage Coach Inn, um antigo hotel totalmente reformado, com ambiente que remete a vida selvagem com muitos animais do habitat de Yellowstone empalhados colocados no lobby e nos corredores dos apartamentos: bisão, lobo, cabra da montanha, cervos, veado, ursos, achei interessante, mas muitas pessoas não apreciam esta decoração.

West Yellowstone não tem muitas atrações, na verdade é uma cidade quase que dormitório para quem vai conhecer o maravilhoso parque nacional, mas se tiver tempo vale a visita ao museu The Yellowstone Historic Center que mostra com belas fotos históricas o crescimento e as mudanças que ocorreram na cidade ao longo dos anos.

The Yellowstone Historic Center em West Yellowstone foto Roberto Pereira

A entrada do The Yellowstone Historic Center em West Yellowstone foto Roberto Pereira

Rua principal de West Yellowstone ao anoitecer Foto Roberto Pereira

Stage Coach Inn em West Yellowstone Foto Roberto Pereira

Yellowstone National Park é o  mais completo parque dos Estados Unidos, uma viagem não é suficiente para explorar tudo o que ele oferece, para se ter uma ideia da sua imensidão são 1.900 Km de trilhas para caminhadas (pouquíssimos visitantes conhecem), nós fazemos parte dos 95% dos turistas que nunca se afastam além de 5 Km da estrada, mesmo assim posso afirmar que é um dos lugares onde a natureza se apresenta de maneira surpreendentemente admirável!

Vejam o filminho que o Roberto fez de um dos muitos gêiseres do Yellowstone.

Algumas dicas para quem pretende conhecer o Yellowstone National Park:

  • O clima neste lugar é totalmente imprevisível. Fomos preparados para dias quentes e ensolados, assim como para dias frios e chuvosos, com temperaturas variando entre -5 graus a 20 graus, foi muito bom estarmos prevenidos, porque pegamos um dia chuvoso com muito frio e o outro ensolarado com temperatura agradável. Atenção: pode nevar na primavera. Não aconselho a ir no inverno pois além de muito frio, chegando a menos 16 graus, a maior parte do parque fica sem acesso por causa das nevadas.
  • Para se conhecer o Yellowstone com segurança é necessário estudar bem o roteiro e fazer um bom planejamento, de maneira que você conheça as mais belas atrações pelo melhor caminho porque o parque é imenso, aconselho no mínimo dois dias.
  • Você pode comprar o ingresso somente para o parque, tem validade de sete dias, ou comprar o passe nacional se vai conhecer pelo menos mais três.
  • Yellowstone, é o parque dos ursos, lembra do desenho do Zé Colméia? mas não é tão fácil encontrá-los, segui as dicas de um site de turismo, ou seja, dirigir bem devagar para quando vir carros estacionados na estrada parar, deu certo, desta maneira conseguimos ver pelo menos um filhote. NUNCA se aproxime de um urso e tenha sempre em mãos o spray paralisante, que pode ser comprado em qualquer supermercado.
  • Se você não conseguir se hospedar no Old Faithful Inn, você pode almoçar ou lanchar no seu restaurante, pois só a vista do gêiser Old Faithful vale o preço.
  • Leve o tempo todo água, isto é importante!

Para você se apaixonar mais ainda por esse lugar e ficar com gostinho de quero mais confira esse vídeo:

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someonePrint this pageBuffer this pageDigg thisShare on RedditShare on Tumblr


avatar

Casada, mãe de três filhos e avó-coruja de seis netos. Formada em Português Latim, Línguas e Literaturas pela UERJ, gosta de descobrir novas culturas e viajar mundo afora. Organizada, sabe planejar meticulosamente cada roteiro para usufruir do melhor a um custo justo. Com o passaporte carimbado, ela compartilha aqui suas experiências.