Baixe
GRÁTIS
o seu
eBook!
x

O glamour de Nice

Por  |  0 Comentários


Já imaginou passar a lua de mel em Nice? A famosa Côte D’Azur é linda, banhada por um mar intensamente azul-turquesa e a maior e mais glamourosa de suas cidades é a bela Nice

Todas as regiões da França são perfeitas para uma viagem, mas algumas são mais perfeitas do que outras… a Riviera Francesa, também famosa pelo nome Côte D’Azur, ao sul, é linda e banhada por um mar intensamente azul-turquesa, daí o nome, “Costa de Azul”.

Há inúmeras cidades imperdíveis na região. Nesta matéria vou falar sobre Nice, local que reúne cultura e diversão. Trata-se do maior balneário da costa mediterrânea, sempre lotado de turistas do mundo inteiro.

Amanhecendo em Nice Foto Roberto PereiraCôte d' Azur e a linda cor do mar Mediterrâneo Foto Roberto Pereira

Ficamos hospedados num hotel de frente para o mar na famosa Promenade des Anglais, “passeio dos ingleses”, assim chamada porque, no século XVIII, a aristocracia inglesa, para fugir do frio rigoroso, escolheu, pela beleza e pelo clima, esta cidade para passar as férias de inverno.

A partir de então, Nice foi se transformando num elegante balneário e assim se mantém até hoje, com hotéis de luxo espalhados pela cidade para receber ricos e famosos e hotéis com menos estrelas para todos nós, “comum dos mortais”, que também apreciamos o belo e o ótimo…

 Promenade des Anglais em Nice Foto Roberto PereiraTuristas na Riviera Francesa Foto Roberto PereiraLuar na Promenade des Anglais em Nice Foto Roberto Pereira

As praias da Riviera Francesa têm um lindo visual e a água do mar tem uma temperatura ideal na maior parte do ano, mas a areia não é fina e branca como as nossas. Elas são de cascalho, embora muito limpas e confortáveis, com barracas e cadeiras repousantes para quem se dispõe a pagar. Se você estiver hospedada num dos hotéis da Promenade, terá à disposição, de graça, todo o conforto na praia.

Praia em Nice, em frente aos hotéis Foto Roberto PereiraUma das praias da Riviera no caminho para Nice Foto Roberto Pereira

Muitos gostam de caminhar ou correr no calçadão em frente ao mar, onde também existem cadeiras para os turistas contemplarem a paisagem, folhearem uma revista ou lerem um bom livro.

Outra atração agradável para quem gosta de mar é alugar um barco, um iate ou fazer um cruzeiro de meio dia, o que sai mais barato do que  passeios individuais.

Apreciando a vista na Promenade des Anglais em Nice Foto Roberto PereiraDepois da chuva na Promenade des Anglais Foto Roberto Pereira

Nice é muito mais do que uma praia famosa. A antiga cidade, o Vieux Nice, é charmosa com suas ruas estreitas de paralelepípedos e prédios em tons pastel lembrando a arquitetura italiana. Afinal, Nice era italiana e só passou a ser francesa em 1860.

Uma rua na Vieux Nice Foto Roberto PereiraCharme da francesa na Vieux Nice Foto Roberto Pereira

No centro histórico há cafés animados, restaurantes ao ar livre, lojinhas com produtos artesanais e a bela praça, Place Massena, onde ficam as lojas luxuosas da cidade. Visitar as ruínas do Le Chateau, no Vieux Nice, é também um passeio interessante, se você tiver tempo.

A garotada ama brincar num  grande espaço que tem 128 jatos de água. É muito divertido assistir à fuga de crianças e até mesmo de adultos, tentando escapar dos jatos.

Place Massena em Vieux Nice Foto Roberto PereiraA praça dos jatos d'água Foto Roberto Pereira

Outra atração em Nice é a Catedral Ortodoxa de São Nicolau, a maior catedral ortodoxa oriental da Europa Ocidental. É muito bonita e igual às igrejas russas. Sua história é interessante: inaugurada em 1912, foi construída com a ajuda do czar Nicolau II, a pedido dos russos que fugiram para a França.

Apesar de ser reconhecido como um monumento nacional da França, após uma decisão judicial, em 2011, passou a ser propriedade da Rússia e está sob jurisdição do Patriarcado de Moscou.

Interior da Catedral Ortodoxa de São Nicolau Foto divulgação do turismo de Nice

Há muitos museus para se conhecer, mas considero imperdíveis o Musée des Beaux Arts de Nice, com obras de Delacroix, Gustave Courbet, Pablo Picasso e outros, o  Musée Matisse de Nice, artista que inclusive morou em Nice, e o Musée de Marc Chagall, com pinturas que remetem a mensagens bíblicas.

Para quem gosta de fotografia, como é o nosso caso, há outro museu imperdível: o Thêatre de la Photographie et de l’Image, onde tivemos a sorte de ver uma exposição temporária, a retrospectiva de Steve McCurry, o fotógrafo americano de editorial e fotojornalismo que ficou famoso com a foto de 1984, “Afghan Girl”.

Musée de la Photographie Charles Nègre Foto Roberto Pereira  Sala de exposição do Museu da Fotografia e Imagem em Nice Foto Roberto Pereira

Há muitos restaurantes excelentes – afinal, estamos na França. Recomendo o L’ Aromate e o Flaveur, os dois com “estrelas” Michelin. Nice também é muito animada à noite, com cassinos, boates e casas de show sempre cheios de gente se divertindo, aproveitando a vida, como na música de Zeca Pagodinho, Deixa a vida me levar.

Foram dias felizes em que brincamos como crianças, dançamos como jovens e passeamos como um casal de idosos… dias inesquecíveis!

“A verdadeira arte de viajar
A gente sempre deve sair à rua como quem foge de casa,
Como se estivessem abertos diante de nós todos os caminhos do mundo…” (Mario Quintana)

Gostou do texto? Veja outros artigos na coluna Viagem Inesquecível!

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someonePrint this pageBuffer this pageDigg thisShare on RedditShare on Tumblr


avatar

Casada, mãe de três filhos e avó-coruja de seis netos. Formada em Português Latim, Línguas e Literaturas pela UERJ, gosta de descobrir novas culturas e viajar mundo afora. Organizada, sabe planejar meticulosamente cada roteiro para usufruir do melhor a um custo justo. Com o passaporte carimbado, ela compartilha aqui suas experiências.