Baixe
GRÁTIS
o seu
eBook!
x

Florença, um museu a céu aberto

Por  |  0 Comentários


Saiba o que te espera nessa encantadora cidade italiana, cheia de história para contar e berço de muita arte e cultura. Conheça Florença!

A bela região da Toscana, na Itália, tem como capital Florença, magnífica cidade, rica em História, com muitas e importantes obras de arte e arquitetura renascentista. Linda e romântica com seus cafés centenários, seus “palazzos” e suas torres medievais contornando ruas e praças, é o lugar perfeito para lua de mel ou viagem a dois.

O rio Arno, que passa pela cidade, tem belas pontes ao longo do seu curso, sendo que a Ponte Vecchio, construída em 1345, é a mais antiga e a mais famosa de Florença. Na Segunda Guerra esta ponte não foi destruída pelos alemães, dizem que foi uma ordem direta de Hitler. O interessante é que ao longo de toda ponte, há uma quantidade de lojinhas, que desde a época dos Medici, vendem jóias de alto valor até as de preço acessível. Dica importante: não deixe de assistir ao pôr do sol neste lugar, você verá um magnífico espetáculo.

Ponte Vecchio, Florença Foto Roberto Pereira

Quem chega em Florença logo quer ver a Ponte Vecchio e a Piazza del Duomo, bem no centro da “cidade velha”, onde fica a magnífica Catedral de Santa Maria del Fiore, terminada e consagrada em 1436, uma das maravilhas da arquitetura renascentista, no entanto sua fachada em mármore vermelho, branco e verde é do século XIX.

Piazza del Duomo com a Catedral de Santa Maria del Fiore Foto Roberto PereiraFachada lateral e cúpula do Duomo de Florença Foto Roberto Pereira

O interior da Catedral é tão bonito quanto o exterior, acima do altar fica a imensa cúpula octogonal, obra de Filippo Brunelleschi com belo afresco de Giorgio Vasari e Federico Zuccari representando o Juízo Final.

Afresco de Giorgio Vasari e Federico Zuccari na cúpula do Duomo em Florença Foto Roberto PereiraAltar do Duomo de Florença Foto Roberto Pereira

Na Piazza del Duomo ficam também o Batistério com as famosas Portas do Paraíso, espetacular obra de Ghibertie, e o Campanário de Giotto, do alto,  se você conseguir subir os 414 degraus, tem-se uma linda vista de toda Florença… eu não subi!

Para visitar somente a Catedral não se paga nada, mas se quiser subir até a cúpula é necessário comprar o bilhete que inclui a cúpula, o batistério, a cripta, o campanário e o Museu da Ópera do Duomo, recomendo comprar online pois a fila é sempre muito grande.

Campanário de Giotto Florença Foto Roberto Pereira

O centro cultural de Florença por mais de 700 anos foi a Piazza della Signoria, atualmente é um museu a céu aberto com esculturas distribuídas pela praça, algumas são originais, como O Rapto das Sabinas, 1583, de Giambologna, esculpidas em um único bloco de mármore, outras são réplicas, pois as originais estão protegidas em museus, como a de David de Michelangelo que se encontra na Galeria Dell’Academia, na via Ricasoli.

O Rapto das Sabinas na Piazza della Signoria Foto Roberto Pereira

Num dos lados da Piazza della Signoria fica o Palazzo Vecchio, de 1302, em estilo gótico medieval, construído para ser a Signoria, isto é, a sede da administração de Florença, onde até hoje funciona a Prefeitura da cidade. Visitá-lo é imperioso, há um museu com obras de arte dos artistas da Renascença italiana, assim como os magníficos quartos dos Medici e os salões onde eram recebidos os poderosos da Toscana. No Salone dei Cinquecento está a escultura de Michelangelo “O Gênio da Vitória”, 1534. A Sala dei Gigli tem a particularidade de ser o único do salão do Palazzo que conserva-se como o original do século XV.

No Palazzo Vecchio com rio Arno ao fundo Foto Roberto Pereira

Ao redor da Piazza della Signoria encontram-se muitos cafés que ficam cheios de turistas de dia ou de noite, fazendo deste lugar o mais animado de Florença.

Piazza della Signoria e o Palazzo Vecchio Foto Roberto PereiraFonte de Netuno na Piazza della Signoria Foto Roberto Pereira

A surpreendente Galeria Degli Uffizi  é o maior museu de Florença e um dos maiores do mundo. A Sala de Boticelli é maravilhosa e nela estão dois famosos quadros: Allegoria della Primavera (A Primavera) e Nascita di Venere (O Nascimento de Vênus). Outra sala imperdível é a de Leonardo da Vinci onde está a sua Anunciação e a Adoração dos Magos… enfim tire um dia para conhecer esta Galeria e para você não desistir, já que as filas são gigantescas, compre as entradas online.

A mais antiga praça de Florença, a Piazza della Republica, não tem a importância das Piazza del Duomo e della Signoria, mas está nesta praça o Arco do Triunfo, do século  XIX, chamado pelos fiorentinos de L’Arcone, ele é bonito e imponente e para chegar à Piazza della Signoria ou a Piazza del Duomo, inevitavelmente se passa por esta praça.

Perto da estação de trem fica a Piazza de Santa Maria Novella e nela a igreja de Santa Maria Novella que tem um fachada desenhada com mármore multicolorido em estilo românico e renascentista. Uma curiosidade sobre esta igreja: do seu púlpito foi proferida a denúncia contra Galileu por ter dito que a  Terra girava ao redor do Sol!

Piazza de Santa Maria Novella e a igreja de Santa Maria Novella Foto Roberto Pereira

Palazzo Pitti, construído no fim do século XV por um rico banqueiro e comprado em 1550  pelos Medici, poderosos que governavam Florença, para ser a residência oficial da família, hoje é um museu que tem na sua coleção obras de Ticiano, Raphael, Rubens, Caravaggio, entre outros. Vale a pena visitá-lo e depois passear pelos Jardins Boboli, do século XVI, que ficam nas encostas do palácio.

A Itália é conhecida mundialmente como polo de design de moda e de acessórios  e em Florença há dois museus de nomes importantes da moda italiana: Museu Salvatore Ferragamo, num palácio de 1289, e  Palazzo Pucci, num prédio do século XVI, se tiver tempo vale a visita.

Há muito o que comprar nesta cidade de bolsas e sapatos  a lenços de seda, de produtos de papelaria a sabonetes perfumados, se você é consumista prepare-se, a tentação será enorme!

Via Calzaiuoli rua de lojas elegantes em Florença Foto Roberto Pereira

Seria pretensão minha querer apenas nesta matéria, colocar tudo o que se tem para ver nesta cidade, portanto escolhi o que mais admirei nas duas viagens que fizemos para Florença, a primeira há mais de oito anos e a segunda recentemente, em cada uma ficamos quatro dias, o que ainda assim não foi suficiente para conhecer tudo o que eu queria!

Pretendo voltar a esta cidade linda, rica e romântica para explorar outras maravilhas. Se você quiser roteiro personalizado para conhecer Florença, consulte as agências de viagem e hotéis que a Inesquecível Casamento recomenda no Guia de Fornecedores.

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someonePrint this pageBuffer this pageDigg thisShare on RedditShare on Tumblr


avatar

Casada, mãe de três filhos e avó-coruja de seis netos. Formada em Português Latim, Línguas e Literaturas pela UERJ, gosta de descobrir novas culturas e viajar mundo afora. Organizada, sabe planejar meticulosamente cada roteiro para usufruir do melhor a um custo justo. Com o passaporte carimbado, ela compartilha aqui suas experiências.