Baixe
GRÁTIS
o seu
eBook!
x

Conheça o Monte St Michel e se encante mais pela França

Por  |  0 Comentários


O Monte St Michel é um dos lugares mais visitados na França, entre a Normandia e a Bretanha, ele recebe mais de três milhões de pessoas por ano. Isto não é surpresa porque é um dos mais belos pontos turísticos do mundo! Além da paisagem maravilhosa que se descortina do alto do monte,  também é surpreendente e encantadora a vista que se tem da silhueta de St Michel quando se vai chegando ao monumento.

Monte St Michel e sua muralha medieval Foto Roberto PereiraPode-se ir de carro, de ônibus ou de trem. Nós fomos de carro, saindo de Honfleur, na Normandia, foram duas horas de viagem, de Paris são quatro horas. Quando estivemos lá, estacionamos muito próximo do entrada porque a maré estava baixa. Atualmente isto não é mais possível, foi construída uma via de acesso apenas para pessoas autorizadas. Fizeram um estacionamento (pago) no qual os turistas deixam seus carros a 1,5 km do Monte, há shuttles partindo do estacionamento até a entrada do Monte Saint-Michel.

Mt St Michel Vista da área onde os carros estacionam na maré baixa Foto Roberto Pereira

Atenção às marés, elas são muito fortes, chamadas “marés vivas”, sobem rapidamente isolando totalmente o monte, cobrindo toda a parte em que os carros ficavam estacionados na maré baixa. O  site oficial da cidade informa os horários das marés diariamente!

Mt St Michel maré subindo Foto Roberto Pereira

A História do Monte St Michel começa em 708, quando o bispo de Avranches mandou erigir no monte Tombe uma capela em homenagem a São Miguel Arcanjo, Saint-Michel. No século X os monges beneditinos começaram a construir a abadia no alto, a partir de então foi-se formando uma vila aos pés do monte. A arquitetura da abadia é tão maravilhosa, tão impactante, tão excepcional que é chamada de La Merveille, A Maravilha, em português. Ao longo da História ocorreram inúmeras alterações na abadia, provocadas por incêndio e restaurações.

A espetacular igreja da abadia de St Michel Foto Roberto Pereira

Na abadia cada andar era destinado a uma função, no térreo ficava a despensa  para guardar alimentos e a capelania para acolhimento dos peregrinos, já no segundo andar, o refeitório com suas imponentes lareiras, somente para convidados especiais, e também a sala dos “cavaleiros”, e no último nível os claustros e o refeitório dos monges.

Vista do interior da abadia no monte St Michel Foto Roberto PereiraClaustro da Abadia de St Michel Foto Roberto Pereira

A abadia é protegida por muralhas e para se chegar a ela sobe-se pela Grande Rue, a rua principal, por onde subiam os peregrinos no século XII. Atualmente esta via é lotada de turistas e cheia de lojas, restaurantes e algumas pousadas, sendo a mais famosa La Mère Poulard. Em 1888 Annette Poulard dedicou a sua vida a preparar refeições para peregrinos e visitantes  do monte, mais tarde passou a oferecer quartos para o pernoite, atualmente a pousada é muito procurada pelos turistas.Conhecendo a abadia do Monte St Michel Foto Hilma Pereira

Quase no topo do Monte St Michel Foto Roberto PereiraNós não nos hospedamos dentro das muralhas, preferimos ficar no continente, a cinco minutos do caminho para o Monte, num hotel três estrelas com ótimo custo benefício, além de uma bela vista para o Monte St Michel, Hotel La Digue. Tomar o café da manhã admirando a paisagem e jantar com a vista da grandiosa La Merveille iluminada foi algo realmente inesquecível para nós.

Café da manhã com a vista da Merveille Foto Roberto Pereira

Vista noturna da abadia do monte St Michel vista do hotel La Digue Foto Roberto PereiraSe for à França inclua em seu roteiro uma parada no Monte St Michel, jamais esquecerá a emoção  que esta vila medieval e sua maravilhosa abadia despertará em você.

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someonePrint this pageBuffer this pageDigg thisShare on RedditShare on Tumblr


avatar

Casada, mãe de três filhos e avó-coruja de seis netos. Formada em Português Latim, Línguas e Literaturas pela UERJ, gosta de descobrir novas culturas e viajar mundo afora. Organizada, sabe planejar meticulosamente cada roteiro para usufruir do melhor a um custo justo. Com o passaporte carimbado, ela compartilha aqui suas experiências.