Baixe
GRÁTIS
o seu
eBook!
x

A Fascinante Istambul

Por  |  0 Comentários


Conheça a fascinante Istambul! Uma cidade para muitas viagens, porque é impossível visitar as melhores atrações da região em poucos dias.

O fascínio do mundo por Istambul, antiga Bizâncio, depois Constantinopla, vem desde os tempos de capital do Império Romano do Oriente, em seguida capital do Império Otomano, até que em 1923 passou oficialmente a ser República da Turquia, depois que o último sultão otomano, Mehmed VI, foi deposto e exilado.

Istambul fica exatamente na divisa entre a Europa e a Ásia, assim a parte européia da cidade é separada da parte asiática pelo Estreito de Bósforo, que liga o Mar de Mármara ao Mar Negro, o passeio pelo Bósforo é imperdível! As maiores atrações e que refletem as influências culturais dos muitos impérios ficam na parte européia.

Istambul: Palácio Dolmabahçe Istambul - Foto Roberto Pereira

Há inúmeros livros de turismo sobre esta cidade apaixonante, além de artigos em revistas e jornais, com mil dicas e roteiros do que ver e fazer em Istambul, mas meu propósito é outro, apenas escrever e colocar fotos do que mais me deslumbrou na  antiga Constantinopla para que você possa apreciar a beleza desta cidade e, quem sabe, escolher o que pretende visitar.

No bairro de Sultanahmet repleto de jardinsestão as duas principais e mais famosas atrações de Istambul, a Mesquita Azul e a Basílica de Santa Sofia. Nas ruas labirínticas encontram-se as tradicionais casas otomanas de madeira que foram construídas sobre as ruínas do Grande Palácio dos imperadores bizantinos.

Cemberlitas Hamami, num prédio de 1584, também fica neste bairro, foi a melhor dica que me deram antes de viajar  para a Turquia, nunca havia tomado um banho turco tão especial, tão maravilhoso e recomendo muito o banho completo: tradicional banho turco com esfregaço corporal e banho de espuma, massagem aromoterápica e massagem facial.

Istambul: uma pintura reproduzindo a plataforma de mármore quente onde se deita para o banho turo na Cemberlitas Hamami em Istambul

A Mesquita Azul é assim chamada porque azul é cor dominante dos azulejos da cidade de Iznik que decoram o interior da belíssima e rica mesquita. As cúpulas e  semi cúpulas são maravilhosas com arabescos floreados. Foi erguida entre 1609 e 1616 e na época causou polêmica os seis minaretes e a riqueza da Mesquita Azul.

Istambul: cúpulas e semi cúpulas da Mesquita Azul em Istambul - Foto Roberto Pereira

Os turcos rezam cinco vezes por dia e os muezins, homens das mesquitas, avisam, ou por gravação ou nos alto falantes, aos fiéis que está na hora da oração. Muitos deles se reúnem nas mesquitas para rezar, homens separados de mulheres, e, normalmente, turistas são proibidos de entrar neste momento. Roberto conseguiu fotografar um Khutbah, uma pregação na tradição islâmica, feita geralmente às sextas feiras ao meio dia.

Istambul: Khutbah em Istambul - Foto Roberto Pereira

A imponente Basílica de Santa Sofia, do período bizantino, com mais de 1400 anos, atualmente é um museu. É uma obra magnífica de arquitetura e mostra todo o esplendor de uma era. Foi inaugurada pelo Imperador Justiniano em 537, depois os otomanos transformaram em mesquita e colocaram os minaretes. Há muitos mosaicos, o mais esplêndido é o de Cristo entre o Imperador Constantino e sua mulher, a Imperatriz Zoe.

Istambul: Basílica de Santa Sofia em Istambul - Foto Roberto Pereira

Istambul: Basílica de Santa Sofia em Istambul - Foto Roberto Pereira

Os muçulmanos devem se lavar antes de entrar nas mesquitas para falar com Allah e o ritual termina com o lavagem dos pés em torneiras que ficam do lado de fora de todas as mesquitas.

Outra das maravilhas de Istambul é o Palácio Topkapi, construído por ordem de Mehmet II que fez sua residência, quando, em 1465, o palácio ficou pronto. Tire o dia para visitar este lugar magnífico, compre online o bilhete de entrada e, se puder, reserve para almoçar o restaurante gastronômico Konyali, de 1897, que além de oferecer pratos deliciosos, tem uma vista espetacular para o mar de Mármara.

Istambul: recepção para os salões dos sultãos - Foto Roberto Pereira

Istambul: fonte no terceiro pátio no palácio Topkapi em Istambul - Foto Roberto Pereira

Istambul: restaurante Konyali no palácio Topkapi em Istambul - Foto Roberto Pereira

O palácio tem vários pavilhões com interiores ricamente ornamentados, ficam em volta dos quatro imensos pátios, sendo que o pavilhão do harém e o do tesouro são imperdíveis, as peças mais impressionantes são: o diamante de 86 quilates com mais 40 brilhantes incrustados, que é algo inimaginável, e a valiosíssima adaga com esmeraldas e brilhantes, infelizmente é proibido fotografar os tesouros e há seguranças por todos os lados, portanto nem com celular foi possível fazer um clique.

Istambul: teto de um dos salões do palácio Topkapi - Foto Roberto Pereira

Istambul: sala da circuncisão no palácio Topkapi - Foto Roberto Pereira

Istambul: um dos salões do palácio Topkapi em Istambul - Foto Roberto Pereira

A Cisterna da Basílica é uma atração impressionante, na verdade um reservatório de água, obra de engenharia bizantina fantástica, construída em 532 por ordem do Imperador Justiniano. Trezentos e trinta e seis colunas de mais de oito metros de altura sustentam o teto, duas colunas têm como base cabeças de Medusa. Há passarelas para os visitantes apreciarem, ao som de música erudita e pingos d’água, apenas uma parte da beleza deste lugar, já que um terço da cisterna permanece fechado desde o século XIX.

É tão misterioso este local que serviu de cenário para filmes como “Inferno” (2016) com Tom Hanks e “Da Rússia, com Amor” (1963) de James Bond.

Istambul: cisterna da Basílica - Foto Roberto Pereira

Istambul: a cabeça de Medusa na Cisterna da Basílica - Foto de Roberto Pereira

No Bairro dos Bazares encontramos lojas e restaurantes que ainda guardam o clima da antiga Istambul, além dos famosos Grande Bazar e  Bazar das Especiarias. Também a Mesquita Nova, concluída em 1663, e a Mesquita Rustem Pasa, ficam nesta região. Perto do Bazar das Especiarias têm os pontos finais de ônibus, táxis e bondes que vão para bairros distantes, além dos ferryboats que vão para o outro lado do estreito de Bósforo, a parte asiática de Istambul.

Istambul: um trem urbano em Istambul - Foto Roberto Pereira

Istambul: uma turca trabalhando a massa no restaurante em Istambul - Foto Roberto Pereira

O Grande Bazar, o Kapaliçarsi, é um mágico lugar, um dos maiores e mais antigos mercados do mundo, considerado  como o primeiro shopping center. É um verdadeiro labirinto de 61 “ruas” cobertas e mais de 4000  lojas  com todo tipo de mercadorias: jóias, tapetes, cerâmicas, objetos de decoração, roupas, além de cafés e restaurantes no andar de cima. Uma dica muito importante para não se perder é prestar atenção nas placas que indicam os portões, os dois mais usados são o Portão Çarsikapi e o Portão Nuruosmaniye.

Istambul: portão Nuruosmaniye e venda de tapetes no Grande Bazar em Istambul - Foto Roberto Pereira

Istambul: vitrine de jóias no Grande Bazar em Istambul - Foto Roberto Pereira

Istambul: uma rua do Grande Bazar - Foto Roberto Pereira

Istambul: pausa para um chá de maçã no Grande Bazar - Foto Roberto Pereira

No Bazar das Especiarias ou Bazar Egípcio são encontradas as especiarias usadas na culinária turca, as  frutas secas muito apreciadas e muitas delícias prontas para serem saboreadas. Depois do Grand Bazar, é o mais visitado. Construído em 1663  é o segundo maior Bazar de Istambul, atrás somente do Grande Bazar.

Istambul: uma foto antiga do Bazar da Especiarias em Istambul

Istambul: especiarias no Bazar em Istambul - Foto Roberto Pereira

Istambul: delícias no Bazar das Especiarias - Foto Roberto Pereira

Conhecer o Palácio Dolmabahçe é um lindo passeio. Ele fica na Grande Istambul e para chegar saindo de Sultanahmet basta pegar o trenzinho de superfìcie na direção de Kabataş. Para visitá-lo, incluindo o harém, leva-se por volta de quatro horas. Um dica importante: há um limite de 3.000 pessoas por dia, portanto é melhor chegar cedo e estar preparado para  enfrentar filas, tanto para adquirir o ingresso quanto depois para visitar o palácio internamente. É proibido tirar fotos internamente.

Construído por ordem do sultão Abdulmecid I, ficou pronto em 1853 e custou o equivalente a 35 toneladas de ouro! É enorme e deslumbrante, são quase 300 quartos com decoração ricamente suntuosa e belos jardins com vista para o mar. Durante muitos anos foi Centro Administrativo do Governo. O fundador da República da Turquia e depois seu primeiro presidente, o idolatrado Mustafa Kemal Ataturk, residiu neste palácio até sua morte.

Istambul: jardins do Palácio Dolmabahçe em Istambul - Foto Roberto Pereira

Há muita opção de hospedagem em Istambul,  nós preferimos ficar no bairro antigo de Sultanahmet, num hotel de licença especial, que são hotéis em edifícios antigos que foram reformados e transformados em hotel, o Faros Hotel Old City, é confortável, tem bom preço e fica perto das grandes atrações. Quando fiz a reserva, pedi um quarto  com uma bela vista e nos deram um com vista para a Basílica de Santa Sofia, amei!

Istambul é cidade para muitas viagens, uma vez só não basta, impossível visitar as melhores atrações em poucos dias, por isso pretendemos voltar e completar nosso roteiro nesta inesquecível cidade.

 

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someonePrint this pageBuffer this pageDigg thisShare on RedditShare on Tumblr


avatar

Casada, mãe de três filhos e avó-coruja de seis netos. Formada em Português Latim, Línguas e Literaturas pela UERJ, gosta de descobrir novas culturas e viajar mundo afora. Organizada, sabe planejar meticulosamente cada roteiro para usufruir do melhor a um custo justo. Com o passaporte carimbado, ela compartilha aqui suas experiências.