Baixe
GRÁTIS
o seu
eBook!
x

Como escolher os profissionais do casamento?

Por  |  0 Comentários


Empresa de casamento para lá e para cá… São tantas que dá até para ficar perdida. Mas vou lhe mostrar o que é mais importante na hora de bater o martelo, ou melhor, fechar o contrato

Quem dera se essa escolha fosse fácil, né? A verdade é que o mercado e a mídia têm deixado os noivos de cabelo em pé. São tantos guias, manuais e indicações que fica difícil eleger seu time de profissionais – principalmente quando está longe da cidade onde moram. Entendo perfeitamente as inseguranças, mas tudo é resolvível.

Um destination wedding foge de tradicionalismos, dando vez a propostas dinâmicas, onde o que mais vale é buscar originalidade para cada detalhe imprimindo a personalidade dos noivos. Para isso, recrutar empresas confiáveis é imprescindível. Independentemente do segmento, algumas dicas são válidas para qualquer contração. E não esqueça: empatia sempre!

1. ENTENDER E DEFINIR O ESTILO DA FESTA

Como sonham com o casamento? Querem algo pequeno, médio ou de grande porte? Isso é muito particular e varia de acordo com o casal. Vale uma conversa entre vocês para alinharem as expectativas e pensar com o pé no chão (mesmo com a cabeça nas nuvens) na hora de definir cada etapa. Não podemos deixar tudo muito solto no início, por isso é importante ter foco e decidir itens básicos. Mesmo mudando muitos detalhes depois, sabendo que querem um miniwedding, uma festa para 300 convidados com cerimônia pé na areia ou outros tantos formatos, já temos um princípio.

2. DETERMINAR O NÚMERO DE PESSOAS QUE GOSTARIAM DE CONVIDAR

A lista de convidados vai acompanhá-la por todo o planejamento. Ajustes, inserções e, principalmente, os cortes são comuns, mas mensurar um número base para ter um ponto de partida e poder guiar os fornecedores é fundamental.

3. BUDGET: QUANTO PRETENDEM GASTAR?

Já tive noivos que não se preocuparam com o orçamento, mas a grande maioria – mesmo não tendo esse ponto como uma preocupação principal – faz questão de organizar uma planilha orçamentária, apresentando um teto limite de gastos e pontuando outras prioridades em paralelo como viagens, lua de mel, casa…

É importante fazer o cálculo com a realidade financeira e não ficar contando com presentes (se eles chegarem, ótimo! Mas sua planilha não pode ser pautada com incertezas). Sendo assim, determine o orçamento através de muita conversa e planejamento.

Deixe claro o que cada um ficará responsável e quanto será separado para cada item. Isso ajuda a mensurar quanto podem pagar a cada fornecedor, facilitando os balanços: se pagou mais no contrato de um sabe que precisa diminuir no outro e vice-versa.

>> COMO ENTRAR EM CONSENSO SOBRE O BUDGET?

Monte uma planilha com TUDO o que imagina gastar, distinguindo segmento e valor para cada item. Sua assessoria vai ajudá-la a não se esquecer de nada – fique tranquila! Daí, a partir dessa planilha vocês chegarão a um valor final, alinhando onde querem investir ou economizar. Planeje uma festa que caiba no bolso para não se endividarem depois.

4. CHECK NA DATA E LOCAL

Quando falamos em casamento na praia a escolha da data precisa ser feita a dedo, devido às condições climáticas de cada lugar. Optar pelo lugar que faz o coração bater mais forte é minha recomendação número um. Enfim, com quanto mais antecedência esses dois itens forem finalizados na lista de preparativos, mais afinada ficarão as reuniões na hora de contratar os profissionais. Primeiro, porque já poderão reservar a data na agenda e segundo, porque terão dimensão de como projetar o produto ou serviço em tal espaço.

5. HORA DE ORGANIZAR AS REFERÊNCIAS!

Em plena era digital, hoje tudo ficou mais fácil porque temos acesso a informações e inspirações do mundo inteiro. Por outro lado, diante dessa explosão de referências, é preciso ter cautela e muita organização.

A partir dessas fotos é possível traçar um perfil do que desejam para o casamento. O ideal é salvar tudo em pastas dividas por assunto: vestido, terno, decoração, cerimônia, convite… Claro que vale amar todas aquelas lindas de casamentos no exterior, mas buscar referências do trabalho dos fornecedores que planeja conversar é essencial.  Legal também é marcar o que você gostou em cada foto e separar uma pasta com coisas que detesta. O lado oposto também diz algo sobre o casal e pode ajudar os profissionais a entenderem exatamente até onde podem ir para realizar o sonho dos noivos.

Atualize as pastas constantemente. Não deixe nada ficar obsoleto. O que não te agradar mais ou o que já descartou da sua cabeça e do coração não tem necessidade de estar ali. Tente ser o mais decidida possível!

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someonePrint this pageBuffer this pageDigg thisShare on RedditShare on Tumblr