Baixe
GRÁTIS
o seu
eBook!
x

Vestidos 2 em 1: regras básicas para acertar no look

Por  |  0 Comentários


Apostar em um vestido 2 em 1 pode ser uma ótima pedida para quem não consegue se decidir por apenas um modelo. Sem contar que isso pode te proporcionar ainda mais conforto para a hora da festa!

Escolher um vestido para o grande dia parece missão impossível para a maioria das noivas. Elas sempre se perguntam: “como encontrar o modelo certo, que dará um superimpacto na entrada da cerimônia e que também ficará incrível e confortável para a festa?”. Hoje vamos solucionar essa dúvida com várias dicas!

POR QUE ESCOLHER UM VESTIDO SE VOCÊ PODE TER DOIS?

Para mim, a melhor maneira de alcançar esses efeitos é apostar em partes removíveis – seja um sobressaia, uma sobrecauda ou mangas compridas removíveis. Boa parte das noivas que querem apostar em saias volumosas, caudas muito compridas ou mangas têm receio de perder o conforto para dançar na festa. O que eu quase sempre recomendo é aproveitarmos desses recursos e pensar em partes que ela pode optar por tirar ou não para a festa.

DOIS VISUAIS, DOIS IMPACTOS

Medo do segundo visual ficar boring? Deixa disso! Garanto que existem diversos artifícios para garantir que o modelo surpreenda na entrada e ainda mais na festa. É possível manter a mesma ideia do vestido de cima e apostar em uma parte de baixo menos volumosa e sem cauda ou, ainda, um visual totalmente diferente do primeiro, que surpreenda os convidados.


Aliás, uma ideia bacana para quem adora uma perfomance é tirar a saia na pista de dança, já que a peça pode ser toda construída de uma forma que se abra facilmente


Minha única restrição é para as noivas que querem investir em um curtinho para o segundo visual. É preciso tomar muito cuidado para ela não ficar simples demais e perder esse glamour de noiva. Se for um curto, tem que ser O curto, com muitos detalhes que compensem, como um superbordado ou uma saia volumosa de tule.

QUAL A DIFERENÇA ENTRE SOBRESSAIA E SOBRECAUDA?

A sobressaia é quando trabalhamos uma segunda saia inteira, que cobre totalmente o vestido de baixo. Ela pode ter um supervolume e esconder um modelo bem sequinho, que pode ser feito de materiais e tons diferentes, como se fossem dois vestidos.
Vestido 2 em 1: cauda - Foto Fabrícia Soares
Já a sobrecauda é quando optamos por ter somente um adicional de cauda – que ainda revela o vestido de baixo, já que possui abertura na frente.
Vestido 2 em 1: sobrecauda - Foto Victor Miguel Fotografia
A noiva pode optar por uma cauda de tecido com muitos bordados e cheia de aplicações ou podemos pensar em camadas de tule francês, que dão uma leveza e combinam muito com cerimônias ao ar livre, por exemplo.

CONFORTO COMO PALAVRA DE ORDEM!

É quase impossível dançar despreocupadamente usando uma cauda comprida. Se você é super extrovertida, quer aproveitar muito a festa e não gosta da ideia da sobrecauda ou sobressaia removível, não se preocupe, pois para isso existe o embutimento!
Ao contrário daquele botão de pendurar usado pela maioria das lojas e ateliês, eu uso um sistema que uso funciona com várias fitas internas. Elas se amarram e o vestido faz uma dobra para dentro na parte de trás, o mais baixo possível, para não ficar com aquele efeito dobrado no bumbum. Isso faz com que a noiva se sinta confortável para dançar sem ter grandes mudanças no vestido, já que essa dobra fica perto do pé.
Vestido 2 em 1: cauda presa - Fotos Divulgação e Paulo Cezar Jr.
Além dele, tenho um outro sistema que são fitinhas que puxam ao invés de amarrar, para quando o tecido é mais fininho. Aí esse puxado forma uma espécie de “cortininha”. Quando se trata de uma renda bem delicada ou de um tule de seda, a gente prefere trabalhar dessa forma porque o efeito fica mais bonito.
Vestido 2 em 1: cauda removível - Foto Marcos Felice
Vestido 2 em 1: second dress - Foto Marcos Felice
E aí, gostou das minhas dicas para arrasar com seu vestido 2 em 1? Confira outros posts da minha coluna aqui no site da IC!

Créditos
1- Bernardo Zirkheuer | 2 e 3- Fabrícia Soares | 4 e 5- Victor Miguel Fotografia | 6- Divulgação | 7- Paulo Cezar Jr. | 8 e 9- Marcos Felice

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someonePrint this pageBuffer this pageDigg thisShare on RedditShare on Tumblr


ic indica

avatar

Estilista e autora do Guia Atemporal das Noivas com Estilo, Carol Hungria é selo indispensável entre os casamentos mais badalados do eixo Rio-SP. Atende em um charmoso Atelier no Jardim Botânico, zona sul do Rio de Janeiro, e na Bela Cintra, no bairro Jardins, em São Paulo. Além dos vestidos, é reconhecida por dar preciosas dicas sobre diferentes assuntos pertinentes ao look da noiva.