Baixe
GRÁTIS
o seu
eBook!
x

Enciclopédia do look da noiva: fique expert nos termos!

Por  |  0 Comentários


A-C-A-B-O-U de ficar noiva e está super perdida com o “glossário” que a situação envolve? Don’t worry! Preparei uma enciclopédia com os termos que mais geram dúvidas quando o assunto são vestidos. Vem conferir para ficar expert no assunto e conseguir expressar melhor todos os seus desejos e ideias para o look da noiva.

Anágua: é o saiote de tule usado por baixo do vestido para dar caimento à saia. Mesmo em modelos super sequinhos, é muito comum usar anágua para que a modelagem caia melhor.

Foto V Rebel

Bordado: parece simples pelo termo, não é mesmo? Mas visualmente ele confunde muitas noivas! Os bordados manuais andam cada vez mais elaborados e podem aparecer como protagonistas do vestido, criando uma estampa tão minuciosa que pode ser confundida com a de uma renda.

Grinalda: é o acessório usado no cabelo. Pode ser flor, tiara, coroa, pente… enfim! É acessório, tá no cabelo da noiva, pode chamar de grinalda!

Foto Ricky Arruda e Anna Quast

Véu: é o tule que sai da cabeça da noiva e ultrapassa o comprimento do vestido, fazendo uma vista na entrada da cerimônia. Nada remete mais à uma noiva que um véu, não é mesmo? Ele pode ser de uma camada ou de duas e não necessariamente precisa ser liso; vale bordar com cristais ou pérolas.

Foto Ver Suhett

Mantilha: é um véu com aplicação de renda. Pode ser por todo o comprimento, somente no barrado ou acompanhando a borda toda do tule.

Foto Renata Xavier

Foto Marco Costa

Sobrecauda: é o excesso de tecido removível usado para criar o efeito de cauda. Ela pode ser presa direto na barra ou pode vir desde a cintura quase se fechando como uma saia na frente.

Sobressaia: como o nome sugere, é uma saia removível usada por cima do vestido. Indicada para quem quer dois visuais diferentes em um só modelo, podendo ser o primeiro mais amplo, volumoso, liso ou bordado; e o segundo mais sequinho e com detalhes que também ficarão invisíveis sob a saia. O mais comum é que as noivas que optam pelo 2 em 1 entrem com algo mais impactante na cerimônia e revelem algo mais ajustado e confortável para a festa.
Foto Carlos Paszko
Tule pele: temido por algumas noivas, o tule pele tem a pretenção de ser invisível na pele. É comum ser usado para sustentar decotes ombro a ombro ou muito profundos, e como base de mangas para uma montagem de renda que dê a impressão de “tatuagem” na pele. Esse material pode ser o melhor amigo da noiva ou pode causar um efeito desastroso se não tiver uma ótima qualidade, dando uma impressão de “meia calça”.

Foto Marina Fava

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someonePrint this pageBuffer this pageDigg thisShare on RedditShare on Tumblr


ic indica

avatar

Estilista e autora do Guia Atemporal das Noivas com Estilo, Carol Hungria é selo indispensável entre os casamentos mais badalados do eixo Rio-SP. Atende em um charmoso Atelier no Jardim Botânico, zona sul do Rio de Janeiro, e na Bela Cintra, no bairro Jardins, em São Paulo. Além dos vestidos, é reconhecida por dar preciosas dicas sobre diferentes assuntos pertinentes ao look da noiva.