Baixe
GRÁTIS
o seu
eBook!
x

Destination Wedding: Rio de Janeiro como cenário do grande dia

Por  |  0 Comentários


Longas conversas de whatsapp, referências em aplicativo de fotos e muito mais! Entenda como é possível planejar um casamento estando em lugares diferentes.

A vida de uma cerimonialista é cheia de desafios. Recentemente, ganhei uma grande responsabilidade: fazer um Destination Wedding de um casal americano no Brasil. Por que o Brasil? Como é possível colocar todo o planejamento de um casamento em prática estando o cerimonialista em outro país? Com apenas duas reuniões presenciais, sendo uma na semana do casamento, a internet virou minha melhor amiga e através dos aplicativos de comunicação e muita confiança, conseguimos realizar um sonho e tornar esse dia mágico! Confira abaixo os passos necessários para transformar esse projeto em realidade!

Como foi fazer um destination wedding no Brasil? Apesar de ficar extremamente feliz com o convite e animada com a oportunidade, sabia que seria uma tarefa árdua e cheia de responsabilidades. O casal chegou a mim através da indicação da prima brasileira deles, que já me conhecia. Como estávamos em lugares diferentes, tivemos que abusar da tecnologia e tratar tudo via WhatsApp. Para a nossa sorte, a modernidade das redes contribuiu muito. A noiva abraçou a causa e confiou nas minhas indicações sem pensar duas vezes. Veio uma única vez ao Brasil, e foi quando discutimos todos os detalhes. O retorno aconteceu já na semana do casamento,onde tivemos uma segunda e última reunião.

A casa escolhida para a celebração é da família do noivo, que apesar de viver desde criança nos Estados Unidos, é brasileiro. Este casamento foi uma mistura de culturas! Muitas tradições que existem nos casamentos americanos não aconteceram nessa celebração:

Os tradicionais e intermináveis toasts, tipicamente americanos, fizeram parte da comemoração, porém foram moderados. Uma coisa que me chamou bastante a atenção e que até então eu desconhecia, foi a utilização de uma bacia com água para lavar a mão um do outro. É um costume da cultura celta que significa purificação. Curioso, não? Já no que diz respeito aos nossos costumes, os americanos estranham a acomodação dos convidados. Principalmente no estado do Rio, já que não precisamos obrigatoriamente colocar todos sentados à mesa. Na cultura deles, todos fazem questão de se sentar!

Tratando-se de um DW, uma das grandes preocupações é como acomodar os convidados nos hotéis. Pois bem, neste casamento os convidados vieram em momentos diferentes. Não tive muito contato com essa parte – a não ser no dia da cerimônia – quando foi contratado um serviço de van para fazer o transporte de todos, do hotel até a festa. 

Após essa experiência, muitos me perguntaram as grandes e verdadeiras vantagens de realizar um Destination Wedding no Brasil. A meu ver, a principal vantagem definitivamente é a valorização do dólar. Aqui o dinheiro deles vale atualmente 4x mais. Jamais eles fariam um casamento no porte que fizeram aqui com o mesmo investimento nos Estados Unidos. Conseguiram unir o útil ao agradável, a oportunidade de poder fazer uma celebração bonita gastando pouco e além de tudo poder aproveitar a viagem para curtir uma mini férias com os amigos, muitos conhecendo o país pela primeira vez.

Já no que diz respeito às desvantagens, acredito que sejam as mesmas de qualquer Destination Wedding. A adesão de poucos convidados, já que se trata de uma viagem e nem todos tem disponibilidade. Isso gera uma lista reduzida. Felizmente esse problema não atingiu o resultado final de todo esse trabalho, que segundo os noivos ficou “além das expectativas”, o que é maravilhoso, pois é isso que buscamos ao realizar um casamento. Para alcançar o objetivo final, reunimos tudo o que a noiva gostava em uma pasta no Pinterest, o que serviu de referência para que eu e a decoradora, Clara Nóbrega, conseguíssemos trazer toda a satisfação desejada! Deu super certo!

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someonePrint this pageBuffer this pageDigg thisShare on RedditShare on Tumblr


avatar

Nascida e criada em Petrópolis, região serrana do Rio de Janeiro, a jornalista Tamara Justen sempre foi apaixonada pelo universo de eventos. Organizadora oficial de todas as reuniões entre amigos e família, a paixão virou carreira e se especializou em destination weddings no campo. Com muito know-how, aqui ela reúne as principais dicas para quem sonha em dizer sim na Serra.