Bohemian Rhapsody e o fenômeno Queen

Por  |  0 Comentários


Filme Bohemian Rhapsody transforma a banda inglesa no fenômeno musical do momento!

Nas últimas semanas eu fiz diversas reuniões pré-casamento e quando eu perguntava “o que não pode faltar no seu casamento?”, todas as noivas responderam: Queen! Ou porque os pais adoram ou porque viram e se encantaram com o filme Bohemian Rhapsody. O fato é, o filme é sensacional!

Queen foi uma banda inglesa do rock fundada nos anos 70 por Brian May (guitarra), Roger Taylor (bateria), John Deacon (baixo) e Freddie Mercury (vocal e piano), que seguiu com a sua formação original até 1991. Em época de Rock in Rio Card esgotando em poucas horas, quem viveu a primeira edição do festival em janeiro de 1985, certamente se lembra com emoção do sucesso de “Love of my life”, que acabou virando o tema não oficial do festival. Esse fato é citado no filme, apesar da história mostrar o Rock in Rio acontecendo na década de 70. O filme também mostra a origem do Queen, após o trio Smile perder seu baixista Tim Staffell e a chegada de Freddie Mercury e John Deacon. Na verdade, o filme destaca o enorme talento de Freddie Mercury, compondo as músicas, produzindo ou cantando com sua voz única.

A história começa e termina no clima do Live Aid, um festival que marcou demais a minha vida e a minha profissão. Isso foi em julho de 1985, meses depois do Rock in Rio. Foi uma época especial com Madonna virando superstar, Michael Jackson no auge do estrelato, lançamento de We Are the World, o ano que as danceterias estavam bombando com o rock nacional dos Paralamas, Legião Urbana, Lulu Santos, Kid Abelha, Ultraje à Rigor…

Oficialmente Freddie Mercury contraiu o vírus do HIV em 1987, mas a licença poética em nome da história, mostra o cantor recebendo a notícia antes da apresentação histórica do Live Aid. Mas, chega de spoilers porque se você ainda não viu o filme é hora de correr para o cinema mais próximo. Se por acaso você não gostar do filme, certamente vai se encantar pela performance do ator Rami Malek como Freddie Mercury, que já desponta como forte candidato ao Oscar de Melhor Ator e dos inúmeros mega hits do Queen: Love Of My Life, Bohemian Rhapsody, We Are the Champions, We Will Rock You, Crazy Little Thing Called Love, Another One Bites the Dust, Radio Ga Ga. Mas os super fãs postaram nas redes sociais que sentiram falta de algumas músicas importantes, como Under Pressure e I Was Born to Love You, o grande sucesso de Freddie Mercury em carreira solo.

Under Pressure foi gravada com o cantor David Bowie e lançada em 1981. A canção surgiu com um riff de John Deacon durante uma sessão de estúdio com David Bowie, que gostou do que ouviu e escreveu a letra sozinho. O sucesso foi imediato e logo bateu a 1ª posição na Inglaterra, o que não acontecia desde 1975 quando o Queen lançou Bohemian Rhapsody. Apesar do sucesso, David Bowie não gostou da sua gravação e havia pedido ao grupo para não lançar a música. Isso gerou uma briga e a música não foi trabalhada como deveria. Talvez, um dos motivos para ter ficado de fora do filme.

I Was Born To Love You faz parte da carreira solo de Freddie Mercury e lançada em 1985 no álbum Mr. Bad Guy. A música é inspirada no clima dançante da Disco Music e costuma ser muito escolhida por noivos para tocar no momento da entrada na festa! Após a morte de Freddie Mercury, o Queen regravou a música com um clima rock e lançou no álbum Made in Heaven.

Ao que tudo indica, a moda dos filmes sobre a vida de grandes astros e estrelas da música está só começando. O próximo da fila é Elton John com o filme Rocketman, previsto para maio de 2019, mesmo mês de Os Vingadores. O trailer já está lançado e se você quiser se envolver ainda mais com a história de Elton John, assista o comercial de Natal da empresa John Lewis, é sensacional! Esse fenômeno dos musicais vem de longe e a peça Mamma Mia, lançada em 1999, em Londres, é até hoje o maior sucesso comercial da história. Depois foi adaptada no cinema. Será que os super-heróis da Marvel e DC vão perder essa batalha para esses grandes artistas?


Curtiu essa matéria? Veja outras como essa AQUI!

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someonePrint this pageBuffer this pageDigg thisShare on RedditShare on Tumblr


avatar

DJ expert há 30 anos e pai de quatro filhos, ele dividiu sua experiência no livro Histórias Inesquecíveis de Casamentos, onde conta casos inacreditáveis e prova todo seu profissionalismo. Respira música e mistura seu feeling com arte, já que é formado em Design e pós-graduado em Marketing. Suas maiores paixões? Filhos e música. Adora scuba diving!