BRASIL NA PISTA: é para dançar muito!

Por  |  0 Comentários


A música brasileira é cheia de hits. que podem (e devem) fazer parte da playlist do seu casamento para fazer a pista bombar. Confira!

Há muito tempo que os DJs não tocavam tanta música brasileira atual nas festas de casamento como hoje. Os mega hits de Tim Maia e Jorge Benjor estão sempre presente, mas são clássicos dos anos 70. O rock nacional dos anos 80 também marcou uma geração que aprendeu a cantar e amar Lulu Santos, Paralamas, Blitz, Cazuza, Barão Vermelho, Kid Abelha, Legião, Titãs, Ultraje, Marina, Leo Jaime, RPM, Capital…  Nos anos 90 foi a vez de Mamonas Assassinas, Los Hermanos, Skank, Cidade Negra, Jota Quest, Gabriel O Pensador, Maurício Manieri e Vinny, que colocou todo mundo pra dançar e mexer a cadeira! Lulu Santos voltou ao topo das paradas com Assim caminha a humanidade e depois regravou Tim Maia.

Não podemos esquecer dos baianos! É o Tchan, Ivete Sangalo, Daniela Mercury, Marcia Freire e Netinho, além das bandas Chiclete, Asa, Beijo, Cheiro, Eva, Mel, Terra Samba, Araketu, Timbalada, Olodum! Ainda teve a volta de Jorge Benjor com W-Brasil e a explosão nacional de Tim Maia com Não Quero Dinheiro! Surgiu uma nova geração do funk carioca, consagrando artistas como Claudinho e Buchecha e revelando uma nova geração com MC Marcinho, Latino, Copacabana Beat, Vinicius e Andinho, entre outros, que hoje fazem muito sucesso nas festas de casamento.

Os anos 2000 começaram com o Falamansa, que fez todo mundo rir à toa com muito xote. O Rastapé veio junto e Gilberto Gil entrou na onda com Esperando na janela. Surgia o forró universitário. Os Tribalistas fizeram muito sucesso com Já sei namorar, Ivete explodiu com Festa e Sorte grande, Latino retomou a carreira com Festa no apê, Skank quebrou tudo com Vou deixar, Jota Quest com Do seu lado e Seu Jorge com Carolina, o pagodinho Burguesinha e ainda gravou uma participação especial no Remake de Cotidiano do DJ Marcelinho da Lua.

© 2016 Georgeana Godinho Fotografia

O Drum’n Bass explodiu nas pistas e nas festas de casamento com DJ Marky, DJ Patife e Kaleidoscópio, projeto dos DJs Ramilson Maia e Gui Borato. O som dos DJs começava a fazer muito sucesso aqui e principalmente lá fora com os Superstar DJs: Fatboy Slim, David Guetta, Tiesto… O Black Eyed Peas explodiu mundialmente com I gotta feeling, produzido pelo francês David Guetta. Surgia uma nova geração de DJs que também eram produtores e arrastavam multidões de fãs para suas apresentações. Enquanto isso, por aqui, Vanessa da Mata estourava com a versão remix de Aí aí aí, produzida pelo DJ e produtor Deeplick. Depois, foi a vez de outro remix, Não me deixe só. Tudo isso aconteceu na primeira década dos anos 2000. Depois, o sertanejo universitário explodiu nas capitais e virou a nova música pop nacional.

Aos poucos, novas músicas nacionais começaram a tocar nas festas de casamento. Tudo começou com o remix de Oração, também do Deeplick. Curiosamente, a gravação original dessa música é de 2011. Não é sempre que uma música faz sucesso 5 anos após o lançamento. Oração virou um hino das festas de casamento e está puxando novas músicas que já chegam remixadas para as pistas. O projeto JetLag remixou Trem Bala, grande sucesso da cantora Ana Vilela que já virou mega hit dos casamentos. O mesmo projeto lançou um remake de Uma Noite e Meia, original da Marina Lima nos anos 80, que tem tudo para repetir o sucesso. Outra música que tem cheiro de sucesso é Trevo (Tu) da dupla Anavitória. A versão original é pop e sem muito apelo para as pistas. O remix oficial também não segue essa linha pop, mas os DJs já estão começando a tocar uma versão Bootleg Remix (lançada sem autorização do artista) que vai fazer a música acontecer nas pistas. Outra que vem forte é Era uma vez, versão Audax Remix, da cantora Kell Smith.

Dennis DJ fez o funk virar pop com uma mistura de teclados de música eletrônica e uma letra de música sertaneja para se transformar no grande nome do funk no país! Quem nunca jogou o copo pro alto e se acabou de dançar? Do funk também surgiu Anitta, o novo furacão da música no Brasil, que flertou com o Reggaeton e agora lança sua carreira internacional. Nego do Borel também misturou funk com sertanejo ao convidar Anitta e Wesley Safadão para gravar Você partiu meu coração, uma das músicas mais bombadas nas festas de casamento.

musica-para-casamento-remixe-sucessos-brasileiros-foto-v-rebel

Paralelo a tudo isso, os DJs Vintage Culture e Alok explodiram aqui e lá fora com suas produções autorais e remixes. Se você ainda não ouviu o remix do Vintage para Céu azul do Charlie Brown Jr., não perca tempo! Nessa mesma pegada, que ganhou o nome de Brazilian Bass, vale a pena conferir o remake de Puro êxtase, assinado por KVSH feat. Noone. A dupla de DJs Felguk convidou Vanessa da Mata e lançou É tudo que eu quero, uma música com potencial para fazer muito sucesso nas pistas. Outra música que já faz muito sucesso é Carioca de Joe Kinni e Jakko com vocais de Bianca Chami, que tem vários remixes legais. Para encerrar o set, o mega hit do DJ, produtor e rei dos Mashups João Brasil. Aumente o volume para ouvir e dançar Nunca mais eu vou dormir! Você nunca ouviu? Ah, que isso… Michael Douglas!

Não perca mais tempo, aperte o play e confira uma playlist com os remix dos sucessos brasileiros para bombar a sua pista:

Não tá na playlist, mas vale incluir:

  • Uma noite e meia – JetLag
  • Nunca mais eu vou dormir – João Brasil

CRÉDITOS: 1.  Eduardo e Guillermo Ribas | 2. Georgeana Godinho | 3.  V Rebel

 

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someonePrint this pageBuffer this pageDigg thisShare on RedditShare on Tumblr


avatar

DJ expert há 30 anos e pai de quatro filhos, ele dividiu sua experiência no livro Histórias Inesquecíveis de Casamentos, onde conta casos inacreditáveis e prova todo seu profissionalismo. Respira música e mistura seu feeling com arte, já que é formado em Design e pós-graduado em Marketing. Suas maiores paixões? Filhos e música. Adora scuba diving!