Baixe
GRÁTIS
o seu
eBook!
x

Do Netflix para as pistas: conheça o fênomeno dos remixes de La Casa de Papel

Por  |  0 Comentários


Faz algum tempo que as séries da Netflix fazem muito sucesso e o canal de assinatura ganha cada vez mais novos assinantes. O novo fenômeno do canal é a série La Casa de Papel. Se você ainda não viu, não perca tempo e não espere passar na Globo!

La Casa de Papel é uma produção da TV espanhola Antena 3, criada por Álex Pina e estreou em maio de 2017. No Natal do mesmo ano, a série foi incluída no catálogo mundial da Netflix, depois de ser reeditada (a série original tinha 15 capítulos, mas depois ganhou 2 temporadas, com 13 episódios na primeira e 9 episódios na segunda). O nome original da série era Money Heist, mas depois foi trocado para La Casa de Papel, uma referência ao ambicioso plano do Professor para realizar o maior roubo da história, entrando na Casa da Moeda da Espanha e levando mais de 2 bilhões de Euros. Para isso, ele recruta 8 ladrões habilidosos e planeja um plano perfeito de 11 dias.

Qual será o novo plano perfeito do Professor? Por enquanto ninguém sabe, mas já tem muita gente apostando e postando no facebook.

O tema de abertura da série é a música My life is going on da cantora Cecilia Krull. Uma espanhola (cantando em inglês) que começou sua carreira aos 7 anos de idade, na Disney. Fã de Jazz, ela foi considerada uma das vozes mais importantes da nova geração do gênero musical, apesar de cantar músicas de diferentes estilos como Pop, Soul e sempre ter participado de festivais internacionais. Com quase 25 anos de estrada, ela já participou de algumas trilhas do cinema e agora chegou a vez de emprestar sua voz para a televisão. Após o sucesso, a música ganhou diversos remixes produzidos para as pistas de dança. O meu preferido é o Gasparian Remix, do DJ Ronaldo Gasparian. Mas alguns DJs preferem uma versão mais Deep, como o remix do KVSH & Santii, ou o remix do Alok & JetLag.

Outro grande destaque da trilha é a música Bella Ciao, o tema dos assaltantes. Quem diria, essa música ficou mundialmente conhecida depois de fazer parte da trilha sonora do filme Roma Cidade Aberta, de Roberto Rosselini, que mostrava a luta de muitos italianos contra a opressão e facismo na 2ª Guerra Mundial. Foi o retrato da resistência italiana que cantava Bella Ciao, entre 1943 e 1945. Rapidamente, a música ganhou (e continua ganhando) várias versões, do Dance ao Funk. Na trilha original a gravação é de Pieta’L’E’ Morta, mas vale destacar a gravação do exército soviético, The Red Army Choir e a dançante versão do Zucchi & Cool Keedz.

Na semana que eu escrevi esse texto, foram lançadas várias versões remix e a cada dia, novos bootleg remixes são lançados. Um verdadeira febre como há muito não se via! Destaque para a versão funk do MC MM e DJ RD que ganhou o nome de Só quer vrau, que viralizou e rapidamente virou uma das músicas mais tocadas no país!

Vários DJs começaram a postar vídeos dos noivos se acabando na pista ao som de La Casa de Papel mas o grande destaque na minha opinião foi uma festa produzida pelo Jean Michel Cerimonial, um jovem de 25 anos, formado em administração de empresas e apaixonado por organização de festas de Santos, São Paulo. O post dele no Instagram foi sensacional! “Do Netflix para a festa… Já que é para passar gravata, vamos fazer diferente rs. Inovar é bom, colocar em prática é melhor ainda”. O registro foi feito por Charles Produções (@charlesproducoes). Os padrinhos do casamento incorporaram a gangue de ladrões da série usando máscaras de Salvador Dalí e uniformes vermelhos para recolher as contribuições dos convidados (veja o vídeo aqui). Pessoalmente não curto nada que obrigue os convidados e doar dinheiro mas foi feito de uma maneira diferente e divertida.

O locutor e DJ Felippe Sanches (@felippesanches) da Rádio Transamérica do Rio de Janeiro também aderiu à moda e costuma usar máscara e uniforme vermelho em suas apresentações. Às vezes ele faz o programa Na Batida (de segunda à sexta, de 4 às 5 da tarde, em 101,3) fantasiado. “Como o rádio hoje em dia também é ouvido pela internet e muita gente acessa a webcam, eu resolvi fazer uma brincadeira. O resultado foi muito legal e comecei a ter muita visualização, por causa da máscara e fantasia. Aí, montei a abertura da minha apresentação com a música de abertura de La Casa de Papel, numa versão Funk exclusiva que eu mesmo produzi”, conta.

O projeto 2Beats (@2beatsoficial) que é formado por 3 DJs que tocam música eletrônica e funk, também se rendeu ao sucesso de La Casa de Papel. “Muitas vezes nós começamos o set com o remix de alguma música da série, ou Bella Ciao ou o tema de abertura. Quando a gente aparece com as máscaras a pista explode, é o maior delírio!”, declarou Filippe Villaça, DJ do 2Beats.

Nos últimos dias as redes sociais foram bombardeadas por DJs e atrações usando a fantasia de La Casa de Papel, confirmando que a moda chegou com força. E eu, é claro, também fiz um post de contribuição.

Agora é esperar o lançamento da terceira temporada, previsto para 2019. Enquanto isso, vamos curtindo as novidades que estão bombando!

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someonePrint this pageBuffer this pageDigg thisShare on RedditShare on Tumblr


avatar

DJ expert há 30 anos e pai de quatro filhos, ele dividiu sua experiência no livro Histórias Inesquecíveis de Casamentos, onde conta casos inacreditáveis e prova todo seu profissionalismo. Respira música e mistura seu feeling com arte, já que é formado em Design e pós-graduado em Marketing. Suas maiores paixões? Filhos e música. Adora scuba diving!