Baixe
GRÁTIS
o seu
eBook!
x

Vai começar a festa! Músicas para abrir a pista de dança

Por  |  0 Comentários


Quer abrir a pista de dança com o pé direito? Então esse post é para você!

Por muitos anos, as festas de casamento começavam com uma mistura de jazz e bossa nova, que faziam um fundo musical bem agradável para conversas dos convidados da família. Depois os noivos faziam a grande entrada na festa, seguida do corte do bolo com um brinde e abriam a pista dançando uma valsa. Como os casais adoram dançar, o DJ tocava uma sequência com muito Cheek to cheek de Frank Sinatra, Ella Fitzgerald e Tony Bennett. Quando tocava New York New York a pista de dança explodia e a festa começava para valer! (As festas de casamento sempre foram muito tradicionais).

Aos poucos, esse início da festa começou a mudar. Alguns noivos começaram a convidar mais amigos do que familiares e o som dos CDs Café Del Mar, Buddha Bar e Hôtel Costes começou a se misturar no chamado “lounge”. Ao mesmo tempo, as tradicionais valsas de Strauss foram substituídas por músicas românticas que tinham alguma relação emocional com o casal. Aquela “passada” de mesa em mesa para cumprimentar todos os convidados foi trocada por um simples agradecimento ao microfone. Nesse momento os noivos começaram a morar juntos antes do casamento e a “sonhada” noite de núpcias não fazia mais sentido. Isso foi o início de uma grande mudança que tomou conta das festas de casamento.

Você deve estar se perguntando, mas como começam as festas de casamento hoje?

Para começar, não existem regras! Cada casal tem um sonho, cada festa tem uma estória mas eu posso dizer que, de uma maneira geral, os noivos querem se acabar de dançar e aproveitar ao máximo a festa! A maioria das noivas está preferindo deixar o bolo no centro da mesa de doces, que ganhou grande destaque nas festas de casamento. Segundo a decoradora : “as noivas estão dando muito valor às fotos da decoração e o bolo na mesa de doces valoriza e deixa as fotos ainda mais ricas”. Com isso, o “momento corte do bolo e brinde” perdeu destaque nas festas. Os noivos abrem a pista e a festa começa para valer.

Recentemente eu fiz um casamento marcante no Museu Histórico Nacional. Os noivos entraram na festa com a música Marry you do Bruno Mars e foram até a pista dançar A whole new world, tema de Alladim (que foi a música que eles dançaram na festa de 15 anos dela). Uma música bem romântica. Mas o que aconteceu em seguida quebrou todas as regras! A festa começou com a voz da Anitta: “Vocês pensaram que eu não ia rebolar minha bunda hoje, né?”. A partir desse momento, a pista explodiu com O movimento da sanfoninha, um funk que passou a fazer muito sucesso depois de fazer parte do show da Anitta. O video da Amarelinha Filmes ilustra perfeitamente a pressão dessa festa!

Pressão máxima!!! É assim que começa e termina essa festa espetacular e esse filme maravilhoso da @amarelinhafilmes #Repost @manugoncalez with @get_repost・・・Pista cheia?! Temos. Padrinhos enlouquecidos de animação?! Temos. Pai que dança funk com a noiva?! Temos. DJ que não deixa a pressão diminuir?! Temos. Olha a energia desse casório no Museu Histórico Nacional!!!! 😱✨👰🏻 Parceiros incríveis: @amarelinhafilmes @renataxavierfoto @andrezwerneck @ecilaantunes @danielcruzdecoracao @joe.drinks @carolhungriaoficial @lucasvieirabr @patriciakoeler @jeffrey_theduck @studiolily @bolerie_fabiolagouveia @airton_lumini @aroseiradecoracao1424 @brigadeirosfabianadangelo @elvirabona @olenkabrownies @julietasatelie @bozgeradores @enfimsos @graficamarly @winesandroses @denisedoregomacedo @lonartetoldos @delfimmoreira #casamentomanutiealan #pistacheia #vibracaopositiva #soamor #noivosdamanu #nuncamaiseuvoudormir @manutifl

Posted by Andre Werneck on Wednesday, June 20, 2018

Na última coluna eu falei sobre a invasão do funk nas festas de casamento, vale a pena conferir. Engraçado, há alguns anos eu fiz o casamento de um casal muito querido que começou a escrever sua estória na festa de 15 anos dela. O noivo era conhecido na escola como “pé de valsa” e foi convidado para ser o “príncipe encantado” da debutante. Acabaram namorando, noivando e casando. Na festa de 15 anos, eles dançaram o tema do filme Dirty Dancing, a música (I´ve had) the time of my life. Na festa de casamento, eles preparam uma grande surpresa e montaram um grande telão no palco. Tudo começou com a exibição do filme com a dança deles na festa de 15 anos. No meio da música o telão subiu, eu fiz uma mixagem com a regravação do Black Eyed Peas e o casal entrou na festa! Foi uma loucura! A música seguinte manteve esse mesmo clima de festa mas ganhou uma coreografia do Flavio Miguel, que terminou com os padrinhos convidando todo mundo para “entrar na pista”. Foi um dos melhores inícios de festa que eu já vi! A animação contagiou todos os convidados e a festa começou lá em cima!

Eu tenho uma noiva brasileira que mora em Paris e vai se casar com um noivo francês no Rio de Janeiro. Junto das madrinhas, ela está preparando uma grande coreografia para começar a festa, com um mix de músicas brasileiras e francesas, Reggaeton, Spice Girls e muito funk no final. Para me ajudar no assunto eu convoquei um especialista, o coreógrafo Flávio Miguel. Ele é o preferido das debutantes e agora também das noivas. Flavio gosta de um estilo suave e natural, mais low profile, sem acrobacias como na Dança dos Famosos. “Menos é mais na dança dos noivos!”, destacou ele! A escolha da música costuma priorizar o clima romântico e ele sempre entrega a música já editada, para não prolongar muito a dança. Os padrinhos e madrinhas entram no final, para criar uma grande festa e ajudar no start da festa. Em média são até 3 ensaios com os noivos e um encontro com os padrinhos no dia da festa. Flavio encerra com uma dica: “Noiva adora girar, então eu sempre busco uma forma natural e confortável para o noivo deixar ela feliz”.

Nas festas maravilhosas que eu faço no sul, principalmente no Paraná e Santa Catarina, o início das festas costuma ser um pouco diferente, mas existe uma diferença fundamental: o tempo de duração. Enquanto uma festa no Rio de Janeiro costuma durar 5 horas, com opção de mais 1 ou 2 horas extras, no sul o horário é mais extenso. A maioria dos “salões” permite que a festa vá até às 5h, mas alguns não tem limite de horário. Outra diferença, que é muito bacana, eles gostam de valorizar pais e padrinhos e costumam selecionar 1 ou 2 músicas para fazer a entrada dos homenageados. Logo em seguida é a vez dos noivos entrarem na festa, também com uma música especial. Todos se reúnem na pista de dança para um grande brinde! O bolo (que costumam ser enormes) não fica mais na pista de dança e alguns casais fazem fotos do corte simbólico e depois voltam para a pista. Alguns casais dançam uma música especial. Logo em seguida todos sentam em mesas reservadas para jantar. Enquanto no Rio de Janeiro o jantar fica servido até o final da festa, no sul do país o jantar é servido e retirado. Essa pausa para a gastronomia faz toda a diferença no perfil das festas. Eu já fiz uma festa em Santa Catarina que parou para que fossem servidas ostras gratinadas. São diferenças e tradições regionais que eu acabei aprendendo depois de alguns anos.

Uma dica muito valiosa para as noivas que sonham com uma festa muito animada! Faça todas as fotos pousadas antes de entrar na festa! Depois, o seu lugar é na pista de dança ao lado das madrinhas e amigos. Algumas equipes de cerimonial gostam de tirar os noivos da pista para fazer fotos. NÃO!!!! Conversem antes e deixem tudo combinado! Muitas felicidades e boa festa!!!

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someonePrint this pageBuffer this pageDigg thisShare on RedditShare on Tumblr


avatar

DJ expert há 30 anos e pai de quatro filhos, ele dividiu sua experiência no livro Histórias Inesquecíveis de Casamentos, onde conta casos inacreditáveis e prova todo seu profissionalismo. Respira música e mistura seu feeling com arte, já que é formado em Design e pós-graduado em Marketing. Suas maiores paixões? Filhos e música. Adora scuba diving!